31/07/2020

PowerGen International and DISTRIBUTECH International postponed

As a consequence of the ongoing impact of the COVID-19 (coronavirus) pandemic, POWERGEN International and DISTRIBUTECH International will be postponed to March 30-April 1, 2021. In light of both governmental direction and general public health advisories, delivering POWERGEN International and DISTRIBUTECH International will not be possible at this time with the ongoing impact of the COVID-19 pandemic and the government issued guidelines for large gatherings.

“This has been a difficult decision but the health and safety of our attendees, exhibitors, speakers, employees and the wider public is of paramount importance to us. We must comply with the strict public health guidelines and directives. Unfortunately, the implementation of these government regulations make it impractical to run a large scale event.  We have also reached out to our power generation and transmission & distribution communities and listened to their input around uncertainty and concerns for gathering this coming winter. We are confident that postponing POWERGEN International and DISRTIBUTECH International to spring 2021 will ensure a successful and safe delivery of the events,” said Desiree Hanson, Executive Vice President, Clarion Events...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/resources/press-releases/powergen-international-and-distributech-international-postponed/

Garimpo ilegal na Amazônia ameaça romper maior linhão de energia do País

O avanço dos garimpos ilegais na Amazônia passou a ameaçar a mais cara e moderna rede de transmissão de energia do Brasil. A rota do crime passa agora embaixo do linhão de 2.076 quilômetros de extensão que distribui a energia da hidrelétrica de Belo Monte, com risco de derrubar suas torres e causar um apagão de dimensão nacional, segundo denúncia feita pela concessionária Belo Monte Transmissora de Energia (BMTE).
O Estadão teve acesso a uma série de alertas sobre os garimpos apresentados nos últimos meses pela empresa, que pertence à chinesa State Grid, em parceria com a Eletrobrás. Nos documentos, o presidente da concessionária, Chang Zhongjiao, adverte as autoridades sobre o surgimento de diversos garimpos ilegais debaixo da linha, nos municípios de Marabá, Parauapebas, Itupiranga e Curionópolis, todos no Pará, próximos do local de acesso à hidrelétrica que foi erguida no Rio Xingu, em Altamira...

Fonte: Estado de Minas

Leia mais em:

https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2020/07/31/internas_economia,1171891/garimpo-ilegal-na-amazonia-ameaca-romper-maior-linhao-de-energia-do-p.shtml

PV Operation e Portal Solar lançam software de operação remota para GD

A empresa brasileira especializada em operação e manutenção de usinas solares, PV Operation, em parceria com o Portal Solar, maior marketplace de equipamentos fotovoltaicos no País, acaba de lançar um sistema de telemetria e operação à distância de miniusinas em residências, comércios, industriais e propriedades rurais. A expectativa é que a tecnologia, totalmente gratuita, atinja até 4 mil clientes ainda este ano.

O objetivo da parceria é unir a experiência consolidada e a estrutura da PV Operation, de operação remota de sistemas solares, com o canal de vendas do Portal Solar, com mais de 6 mil itens fotovoltaicos, de fabricantes nacionais e internacionais.

“O sistema de operação remota é um forte aliado do consumidor, à medida em que controla os diversos fatores que influenciam no desempenho de uma miniusina fotovoltaica instalada no telhado ou em um pequeno terreno”, comenta Siqueira Neto, CEO da PV Operation, acrescentando ainda que, “sem custo para os clientes do Portal Solar, os usuários não precisarão mais acompanhar sozinhos o desempenho do sistema fotovoltaico.”...

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-renovavel/pv-operation-e-portal-solar-lancam-software-de-operacao-remota-para-gd-2.html

Código Brasileiro de Energia Elétrica deve resolver insegurança provocada pelo processo de revisão da REN 482

Segurança jurídica, clareza e modernização da legislação. Esses são os pilares do texto que deve ser apresentado pelo deputado federal Lafayette de Andrada (Republicanos/MG) nesta sexta-feira (31), às 10h, durante reunião técnica virtual do CBEE (Código Brasileiro de Energia Elétrica). A medida vem em meio à discussão em torno da atualização da REN (Resolução Normativa) 482 proposta pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Em entrevista exclusiva ao Canal Solar, Lafayette detalhou as mudanças que a proposta traz para o setor elétrico, principalmente para o segmento de energia solar. Entre elas, estão a separação das categorias da GD (geração distribuída) e o pagamento progressivo da TUSD B, mais conhecido como Fio B, que corresponde a cerca de 28% da tarifa de energia...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/noticias/item/790-codigo-brasileiro-de-energia-eletrica-deve-resolver-inseguranca-provocada-pelo-processo-de-revisao-da-ren-482

Light conclui 19º emissão de debêntures no valor de R$ 500 milhões

A Light concluiu sua 19º emissão de debêntures no valor de R$ 500 milhões, informou a companhia na última quarta-feira, 29 de julho. Os recursos serão aplicados na expansão e na melhoria da infraestrutura de distribuição de energia elétrica. A concessionária atende a 31 municípios do estado do Rio de Janeiro, abrangendo uma região com mais de 10 milhões de pessoas. As debêntures serão remuneradas a IPCA + 5,80% a.a. e têm vencimento em 15 de julho de 2025.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53142024/light-conclui-19o-emissao-de-debentures-no-valor-de-r-500-milhoes