29/06/2020

Linha ampliada: Siemens lança religadores para sistemas até 38 kV

Atuar no mercado de energia brasileiro é deparar-se com uma enorme variedade de sistemas. Condições geográficas, atmosféricas e econômicas ajudam a compor um mapa muito diverso nas redes de distribuição, criando desafios importantes para a configuração de projetos. Dessa forma, os sistemas com tensão de até 38 kV agora passam a contar com religadores compactos e monofásicos da Siemens, dispositivos cada vez mais necessários para evitar a interrupção de fornecimento.

A evolução dos religadores nos sistemas de distribuição tem sido notável nos últimos anos. Em sua origem, esse tipo de equipamento surgiu como resposta da indústria para mitigar os riscos associados à queima de fusíveis. O conceito empregado pelo dispositivo consiste no fechamento completo do sistema de isolamento, permitindo uma reconexão segura, protegendo a rede, seus equipamentos e evitando interrupções de fornecimento...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53138654/linha-ampliada-siemens-lanca-religadores-para-sistemas-ate-38-kv

CanalEnergia lança websérie sobre tecnologia e inovação no setor elétrico

O Grupo CanalEnergia | Informa Markets realizará na próxima quarta-feira, 1º de julho, às 10h30, o primeiro episódio da websérie Energy TechTalks: a tecnologia construindo o setor elétrico do futuro, com um novo debate online a cada 15 dias.

Como será o setor elétrico do futuro? Como o Brasil está se preparando? Quais são as soluções tecnológicas que estão transformando o mercado de energia?

Para responder a essas e outras perguntas convidamos o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Thiago Barral; o gerente de Marketing Estratégico na Huawei, Tiago Fontes; e o head of Power and Utilities at Amazon Web Services, Eduardo Kodama. A moderação será realizada por Wagner Freire, repórter da Agência CanalEnergia.

A transmissão será pela plataforma ZOOM. Garanta a sua inscrição gratuitamente clicando aqui.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53138715/canalenergia-lanca-webserie-sobre-tecnologia-e-inovacao-no-setor-eletrico

Conta de luz mais cara incentiva investimentos em energia solar

A conta de luz ficará mais cara a partir desta quarta-feira (1°) em Mato Grosso do Sul. O reajuste será de 6,9% para o consumidor residencial e de 14% para o produtor rural. Além disso, o setor elétrico vai receber ajuda de R$ 16,1 bilhões, que serão distribuídos por meio de taxas nos próximos cinco anos, a partir de 2021. Com as altas consecutivas na energia elétrica, o governo estadual incentiva produtores rurais e empresários a investirem em energia solar.  

Somente neste ano, o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) liberou mais de R$ 100 milhões para investimentos em placas fotovoltaicas. “O FCO possui, tanto na linha rural quanto na empresarial, a possibilidade de financiamento de placas solares, seja para geração distribuída ou para o consumo próprio de energia. Neste ano, nós já aplicamos em torno de R$ 100 milhões do Fundo em placas solares. A linha continua aberta com as medidas e os procedimentos de garantias e estruturação do banco. Temos percebido uma crescente demanda, até pela situação do custo da energia elétrica: a energia rural sobe 14% agora em julho e a residencial 6,9%, já com uma perspectiva de, no próximo ano, poder chegar a uma alíquota de aumento de 20% a 30%”, explicou o titular da Secretaria do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck...

Fonte: Correio do Estado

Leia mais em:

https://www.correiodoestado.com.br/economia/conta-de-luz-mais-cara-incentiva-investimentos-em-energia-solar/374002

Diferença da conta de luz será compensada automaticamente, diz Enel

Procon-SP anunciou na sexta-feira, 26, que vai fazer uma força-tarefa com especialistas do órgão para analisar as reclamações de consumidores sobre a alta no valor cobrado nas contas de energia elétrica. Segundo a instituição, a auditoria será feita em todas as contas com aumento acima de 30%. A Enel Distribuição São Paulo explica que a diferença, para mais ou para menos, entre o valor da conta faturada pela média e o real consumo de energia no período será compensada automaticamente, com a retomada da leitura pela distribuidora ou caso o cliente tenha realizado a autoleitura.

Desde o final de março, muitos clientes tiveram a conta de energia faturada pela média do consumo dos últimos 12 meses ou por meio da autoleitura. A medida foi autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em função do avanço do novo coronavírus e para contribuir com o isolamento social...

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/seu-dinheiro/diferenca-da-conta-de-luz-sera-compensada-automaticamente-diz-enel/