29/05/2020

Neoenergia adere a nova plataforma para gestão de 3 mil equipes

Para roteirizar as atividades diárias de aproximadamente três mil equipes em atendimentos emergenciais, comerciais e preventivos, a Neoenergia está utilizando um novo programa que utiliza a tecnologia de geolocalização da Here Maps para definir o melhor roteiro de execução desses serviços, otimizando o percurso das equipes Coelba Celpe e Cosern. Além disso, uma estrutura de comunicação híbrida fornecida pela Hughes tem possibilitado a comunicação via internet celular ou satélite para os colaboradores e num planejamento mais eficaz e assertivo para mais de 14 milhões de clientes da companhia.

A especialista de engenharia da Neoenergia, Benedito Somaio, destaca que com o ClickSoftware as equipes que atuam em campo para garantir o fornecimento de energia no período do isolamento social podem atender às necessidades dos consumidores de forma muito mais dinâmica. Outra vantagem da ferramenta se dá pela opção de uma rápida mudança de estratégia de atuação das equipes...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53136190/neoenergia-adere-a-nova-plataforma-para-gestao-de-3-mil-equipes

CTG Brasil terá comercializadora de energia

A CTG Brasil, uma das maiores geradoras hidrelétricas do país, se preparada para entrar no mercado de comercialização de energia com o objetivo de prover liquidez para o negócio de geração. A informação foi antecipada nesta quinta-feira, 28 de maio, pelo vice-presidente de geração e comercial da companhia, Evandro Leite Vasconcelos, durante webinar realizado pela Delta Energia.

A capacidade de alocação da energia será cada vez mais demandada dos geradores, principalmente por causa da expansão do mercado livre. “A CTG está preparando uma trading separada da área comercial da empresa, para fazer trading direcional, gerando maior liquidez para o mercado de energia”, disse o executivo. “Em breve vamos anunciar a CTG Trade para atuar no mercado”, completou.

A CTG Brasil é um braço da China Three Gorges Corporation, grupo focado em desenvolvimento e operações de hidrelétricas de grande porte. No Brasil, o grupo opera 17 hidrelétricas e tem 49% de participação em 11 parques eólicos de propriedade da EDP Renováveis, somando 8,28 GW de capacidade instalada.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53136211/ctg-brasil-tera-comercializadora-de-energia

Evento discutirá expectativa do setor pós-pandemia

O escritório Tomanik Martiniano Sociedade de Advogados realizará em 4 de junho, às 16 horas, um webinário para discutir as expectativas do mercado de energia após a pandemia de covid-19. No foco está a retomada das atividades do setor que é considerada como necessária e iminente diante dos efeitos da disseminação global do novo coronavírus.

O evento contará com a presença de autoridades de quatro esferas, Agnes da Costa, do Ministério de Minas e Energia, Sandoval Feitosa, diretor da Aneel, Talita Porto, conselheira e vice presidente da CCEE e Marcelo Prais, do ONS. A meta é discutir e entender a visão dos principais atores do mercado sobre o futuro, a continuidade do plano de negócios e as medidas de aperfeiçoamento do setor elétrico brasileiro.

Com a moderação de Urias Martiniano e Cid Tomanik, o evento é gratuito e os interessados podem se inscrever ao clicar neste link.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53136161/evento-discutira-expectativa-do-setor-pos-pandemia

Cepel vence chamada pública para construção de Casa Inteligente

O projeto da Nova Casa Cepel ficou em primeiro lugar na Chamada Pública Procel Edifica – NZEB Brasil, que visa, dentre outros objetivos, contribuir para a construção de até quatro edificações do gênero em localizações estratégicas no território nacional. Assim como os outros três beneficiários da iniciativa, o Centro receberá R$ 1 milhão para execução da iniciativa, sob o conceito NZEB (Nearly Zero Energy Building), prevendo alta eficiência energética com geração distribuída a partir de fontes renováveis associadas e um balanço anual energético próximo de zero.

A previsão é de que o empreendimento seja finalizado até o primeiro semestre de 2022. O orçamento é estimado em R$ 2,2 milhões e a entidade informou que vem se empenhando junto a parceiros para obter o R$ 1,2 milhão restante para a Casa, que também será mais um espaço do Centro como braço técnico da Eletrobras no apoio às atividades do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), como já acontece em seus laboratórios de Iluminação, Refrigeração e Motores...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53136009/cepel-vence-chamada-publica-para-construcao-de-casa-inteligente

Ferramenta desenvolvida pela ANEEL permite fiscalizar obras de usinas à distância

O desenvolvimento de inovações na fiscalização de usinas tem garantido à ANEEL acompanhar integralmente os empreendimentos em implantação, mesmo no atual cenário de viagens suspensas e isolamento social.
O “Acompanhamento Geoespacial de Usinas em Implantação” ou, simplesmente, AGUIA tem o propósito de evoluir o processo de fiscalização, facilitando a vistoria por meio da captura de imagens de satélite. Com o AGUIA, a equipe de fiscalização pode acompanhar todo o processo de implantação das usinas - do início das obras até sua conclusão, proporcionando a manutenção do isolamento social.
Solução idealizada e desenvolvida pela ANEEL, a ferramenta surgiu no ano passado (2019) pela necessidade de confirmar determinadas informações enviadas pelos agentes. Com a obtenção de imagens de satélite gratuitas, a ferramenta gera ainda economia de recurso público, uma vez que reduz consideravelmente a necessidade de deslocamento dos fiscais até as obras.
Cabe ressaltar que a fiscalização à distância – que tem o AGUIA como uma das ferramentas, é eficaz na obtenção dos resultados e não compromete a segurança da operação.

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.aneel.gov.br/sala-de-imprensa-exibicao-2/-/asset_publisher/zXQREz8EVlZ6/content/ferramenta-desenvolvida-pela-aneel-permite-fiscalizar-obras-de-usinas-a-distancia/656877?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.aneel.gov.br%2Fsala-de-imprensa-exibicao-2%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_zXQREz8EVlZ6%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-2%26p_p_col_pos%3D1%26p_p_col_count%3D3

A energia que promete impulsionar o futuro do Brasil vem do alto mar

Com cerca de 8.000 quilômetros de costa, o Brasil tem um potencial considerado imenso para uma das tecnologias mais modernas de energia renovável: a eólica offshore, que usa turbinas fixas ou flutuantes instaladas no mar, enquanto na onshore os equipamentos ficam em terra.

O país está entre os destaques de um recente estudo sobre o tema, produzido pelo Programa de Assistência Gerencial ao Setor de Energia (ESMAP, na sigla em inglês) e pela Corporação Financeira Internacional (IFC), braço do Grupo Banco Mundial para o desenvolvimento do setor privado.

Além do Brasil, o estudo analisa Índia, Marrocos, Filipinas, África do Sul, Sri Lanka, Turquia e Vietnã. Somados, esses países têm potencial eólico offshore (medido em 200 km de costa) de 3,1 terawatts, ou cerca de três vezes a capacidade instalada de geração de eletricidade de todos os países da União Europeia. Desse total, 1,228 terawatts vêm da maior economia sul-americana…

Fonte: El País

Leia mais em:

https://brasil.elpais.com/economia/2020-05-28/a-energia-que-promete-impulsionar-o-futuro-do-brasil-vem-do-alto-mar.html