27/09/2021

MME anuncia duas medidas para evitar um racionamento de energia elétrica

No dia 31 de agosto foram anunciadas duas medidas emergenciais pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para evitar um racionamento de energia elétrica, como ocorreu em 2001, e garantir o suprimento de energia do país.

Uma das medidas divulgadas pelo governo, por decisão da Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (CREG), foi a criação da uma bandeira tarifária denominada Escassez Hídrica, que adicionará, a partir do dia primeiro de setembro, um valor de R$ 14,20 para cada 100 kWh consumidos de energia.

Essa decisão se manterá até 30 de abril de 2022 e representa um reajuste de quase 50% em relação à bandeira vermelha aplicada em agosto, que é de R$ 9,42 a cada 100 Kwh. O objetivo dessa medida é cobrir um déficit de R$ 5 bilhões e um custo de geração de R$ 8,6 bilhões na conta bandeiras...

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/uncategorized/mme-anuncia-duas-medidas-para-evitar-um-racionamento-de-energia-eletrica.html

Empresas cobram governo por medidas ambientais e investimentos em renováveis 

Um grupo empresarial formado por grandes companhias assinou uma carta cobrando maior participação do Governo Federal em questões relacionadas ao meio ambiente. O documento pede mais protagonismo do país contra o desmatamento e a emissão de gases de efeito estufa, além de investimentos em energias renováveis.

O texto será apresentado à União e levado para a conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, a COP26, marcada para acontecer em novembro, em Glasgow, na Escócia. O documento foi assinado por 105 empresas, das quais quase metade delas (46) têm capital aberto que somam quase R$ 1 trilhão em faturamento.

Entre as assinaturas estão a de CEOs como: Octavio de Lazari Júnior (Bradesco), Lorival Luz (BRF), Marc Reichardt (Bayer), Daniel Klabin (Klabin), Fabio Faccio (Renner), Marcelo Melchior (Nestlé), André Lopes de Araújo (Shell), Daniel Mazini (Amazon), Christian Gebara (Vivo), João Paulo Ferreira (Natura) e Marcelo Araujo (Ipiranga)...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/empresas-cobram-governo-por-medidas-ambientais-e-investimentos-em-renovaveis/

Gridspertise – Enel’s new smart grid development subsidiary

The new company, owned through the Enel Global Infrastructure and Networks subsidiary, will leverage on Enel’s expertise in testing, assessing and scaling up smart grid technologies to provide solutions focussed in the three main areas of metering and grid edge, networks infrastructure and field operations.

Target markets will start with the countries where the Enel Group already has a strong presence including Italy and Romania in Europe and Chile and Colombia in Latin America, and expanding towards North America and Asia-Pacific where the investment in smart grids will drive infrastructure upgrade projects in the near future.

The CEO of Gridspertise is Robert Denda, Head of Innovation & Industrialization at Enel Global Infrastructure and Networks. Among other experiences, in a long career with Endesa he was coordinator of its 13 million smart meter rollout in Spain...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-grid/gridspertise-enels-new-smart-grid-development-subsidiary/

Falhas em fornecimento de energia ofuscam perspectiva de crescimento da China

Falhas crescentes no fornecimento de energia estão suspendendo as atividades de diversas fábricas na China, inclusive de muitas fornecedoras da Apple e da Tesla, e algumas lojas do nordeste do país funcionam à luz de vela e shopping centers fecham cedo à medida que o impacto econômico aumenta.

A China passa por uma crise energética, já que uma escassez de suprimentos de carvão, padrões de emissões mais rígidos e a procura grande de fabricantes e da indústria fazem os preços do carvão atingirem altas recordes e desencadeiam restrições generalizadas ao seu uso.

Um racionamento foi adotado nas horas de pico em muitas partes do nordeste chinês na semana passada, e moradores de cidades como Changchun disseram que os cortes estão ocorrendo mais cedo e durando mais, noticiou a mídia estatal.

Nesta segunda-feira (27), a State Grid Corp prometeu garantir o fornecimento básico de energia e evitar cortes…

Fonte: CNN Brasil

Leia mais em:

https://www.cnnbrasil.com.br/business/falhas-em-fornecimento-de-energia-ofuscam-perspectiva-de-crescimento-da-china/

Creral inicia adequações para receber energia comprada no leilão

A partir de janeiro de 2022, a Creral passa a receber a energia que foi adquirida no leilão, realizado em outubro do ano passado, por isso, a cooperativa está efetuando as adequações necessárias nas suas medições, onde hoje recebe a energia elétrica, por parte da concessionária RGE.

O vice-presidente da Creral, Umberto Toazza, explicou que as mudanças nos equipamentos das medições precisam ser feitas porque “atualmente compramos energia da RGE, medimos os volumes que chegam e entregamos aos associados, no final do mês, assim como o associado nos paga o que consumiu, nós pagamos o que foi comprado da concessionária, então os equipamentos de leitura que estão nas medições são de propriedade da RGE, como não compraremos mais a energia deles, precisamos instalar equipamentos nossos para fazer esse monitoramento”...

Fonte: Jornal Bom Dia

Leia mais em:

https://www.jornalbomdia.com.br/noticia/49792/creral-inicia-adequacoes-para-receber-energia-comprada-no-leilao

Enel, Leonardo, Saipem e TIM se unem com a criação do Business Council Itália

A Enel Brasil, juntamente com Leonardo, Saipem e TIM, assinam nesta sexta-feira, 24 de setembro, um Acordo de Intenções para a criação do Business Council Italia – Rio de Janeiro. As empresas italianas são referências mundiais nos setores de energia, mobilidade elétrica, tecnologias, conectividade, engenharia, telecomunicações e infraestrutura. A iniciativa ajudará a tornar realidade uma série de projetos e empreendimentos entre as empresas, seja para negócios, seja para atividades culturais, científicas ou sociais, junto à comunidade empresarial do estado.

A intenção, de acordo com as empresas, é promover eventos comerciais e culturais, conferências e seminários, tratando de temas de interesse das empresas e de negócios locais. Além disso, o conselho pode ajudar a promover visitas de delegações econômicas e comerciais de empresas italianas interessadas em investir no Brasil, assim como ajudar empresas brasileiras que desejam expandir negócios em território italiano. Entre as primeiras iniciativas propostas estão dois eventos de networking e dois seminários por ano. Para os dois formatos, a proposta é integrar executivos e autoridades locais em torno de temas de interesse das empresas.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53188307/enel-leonardo-saipem-e-tim-se-unem-com-a-criacao-do-business-council-italia

Custo para implementar medidores inteligentes em São Paulo seria de R$ 5 bilhões

Para a cidade de São Paulo dar o primeiro passo na digitalização de sua infraestrutura de energia elétrica, seria necessário um investimento de R$ 5 bilhões. Este é o custo para implementar medidores inteligentes de energia em toda a cidade, segundo Bruno Cecchetti, diretor de Tecnologia de Rede da Enel Brasil, distribuidora de energia que atende a capital do Estado.

Cecchetti participou de um webinar promovido pela FGV CERI ontem (22/9). Na ocasião, ele explicou que o medidor inteligente é necessário para se dar o primeiro passo na digitalização da infraestrutura da energia elétrica.

Com ele, é possível ter informações diárias do consumo de eletricidade e permitir que o consumidor tome ações em tempo real para reduzir o uso, bem como atuar rapidamente em caso de falhas. As informações dos equipamentos também permitiriam que as utilities e os órgãos reguladores entendessem melhor a demanda da sociedade e agissem com mais efetividade…

Fonte: IP News

Leia mais em:

https://ipnews.com.br/custo-para-implementar-medidores-inteligentes-em-sao-paulo-seria-de-r-5-bilhoes/