27/04/2022

Energia sem fio: Marinha dos EUA envia 1 kW a uma distância de 1 km

Um teste de transmissão de energia foi realizado recentemente nos EUA sem ajuda de fios ou qualquer outro meio, exceto uma antena, um receptor e o campo eletromagnético existente em nossa atmosfera. Uma equipe de pesquisadores enviou 1 quilowatt (kW) de energia elétrica a uma distância de 1 km, usando um feixe de micro-ondas.

O experimento foi o maior já realizado com esse tipo de tecnologia e usou dois transmissores diferentes: um no Campo de Pesquisa do Exército dos EUA em Blossom Point, Maryland e outro nas instalações do MIT, em Massachusetts. Essa foi a transmissão de energia por meio de micro-ondas mais significativa em quase 50 anos de pesquisa.

Transmissão de energia sem fio é um sonho relativamente antigo: a tecnologia começou a amadurecer ainda na década de 1970. A ideia é converter energia elétrica em micro-ondas e transmiti-la através do espaço com um feixe direcional, de uma antena para um painel receptor...

Fonte: Canal Tech

Leia mais em:

https://canaltech.com.br/espaco/energia-sem-fio-marinha-dos-eua-envia-1-kw-a-uma-distancia-de-1-km-214782/

Diretoria da ANEEL aprova o edital do Leilão de Geração A-4 de 2022, com 75 GW em projetos cadastrados

O edital e demais documentos relativos ao Leilão nº 3/2022-ANEEL, também chamado Leilão de Energia Nova A-4 de 2022, foram aprovados nesta terça-feira (26/4) pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) cadastrou 1.894 projetos com possibilidade de participação no certame, totalizando 75.250 megawatts (MW) de potência.

A ANEEL informou também os preços iniciais e de referências do Leilão, conforme estabelecidos pelo Ministério de Minas e Energia. Assim, para empreendimento participante sem outorga ou com outorga e sem contrato, para fonte hidráulica e termelétrica a biomassa, o preço inicial será de R$ 315,00 por megawatt-hora (MWh) e de R$ 225,00/MWh para as fontes eólica e solar fotovoltaica. Já os preços de referência, aplicados aos empreendimentos com outorga e com contrato, será de R$ 268,45/MWh para projetos de pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs), de R$ 187,69/MWh para projetos de usinas hidrelétricas (UHEs) e de R$ 204,65/MWh para usinas eólicas...

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.gov.br/aneel/pt-br/assuntos/noticias/2022/diretoria-da-aneel-aprova-o-edital-do-leilao-de-geracao-a-4-de-2022-com-75-gw-em-projetos-cadastrados

Empresas lançam aliança para democratizar carro elétrico no Brasil

Aliança pela Mobilidade Sustentável, assim é chamada a iniciativa de nove empresas do setor de mobilidade urbana que estão se unindo para lançar uma coalizão que pretende democratizar os carros elétricos no Brasil. O projeto é liderado pela 99 e visa impulsionar a infraestrutura para veículos sustentáveis no país.

De acordo com os membros da aliança, o objetivo é que veículos de matriz energética mais limpa sejam acessíveis aos motoristas parceiros da 99, em termos financeiros e de infraestrutura. Entre as empresas aliadas, estão CAOA Chery, Ipiranga, Movida, Raízen, Tupinambá Energia, Unidas e Zletric. As principais metas da 99 com a parceria são: aumentar a participação de carros elétricos para 10% das vendas, criar 10 mil estações públicas de carregamento e ter 100% da frota do app até 2030. A missão da parceria é contribuir para o desenvolvimento do futuro do transporte urbano tornando as cidades mais verdes e seguras...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53209481/empresas-lancam-alianca-para-democratizar-carro-eletrico-no-brasil

MME cria Comitê de Segurança da Informação

O Ministério de Minas e Energia público nesta segunda-feira, 25 de abril, a portaria 643/2022, instituir o Comitê de Segurança da Informação do Ministério de Minas e Energia, para deliberar sobre assuntos relativos à Política de Segurança da Informação do Ministério de Minas e Energia.

De acordo com a portaria, o CSI/MME terá como competência assessorar a implementação das ações de segurança da informação; formar grupos de trabalho para tratar de temas e propor soluções específicas sobre o tema; participar da elaboração da Política de Segurança da Informação e das normas internas de segurança da informação; propor alterações à Política e às normas internas do assunto; além de deliberar sobre normas internas de segurança da informação.

A portaria diz ainda que o comitê será formado pelo Gestor de Segurança da Informação do Ministério de Minas e Energia, que o presidirá; por um representante da Secretaria-Executiva; um representante das Unidades Organizacionais da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético; da Secretaria de Energia Elétrica; da Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis ou da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral; e do titular da unidade de Tecnologia da Informação…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53209295/mme-cria-comite-de-seguranca-da-informacao

O setor elétrico passa por grande transformação tecnológica e junto a essa transformação uma série de mudanças legais e normativas. Como sabido, a ampliação do mercado de energia está na agenda do dia, em especial pelo avançado e importante Projeto de Lei 414/2021. Não é demais lembrar que o Brasil possui uma matriz elétrica privilegiada, prioritariamente de fontes limpas e com baixas emissões, e que é referência mundial.

A chamada transição energética é inevitável e a confiabilidade do sistema elétrico é igualmente importante e necessária para acomodar o conjunto de transformações que estão sendo implementadas em função dessa mudança. Isso exige um pensar e olhar no produto fim, que é a entrega do serviço de energia elétrica aos usuários do serviço público como um todo (para todos) com qualidade, continuidade a preços justos (ou módicos)...

Fonte: Poder 360

Leia mais em:

https://www.poder360.com.br/opiniao/modernizacao-e-ampliacao-do-mercado-de-energia/

Multinacional Siemens Energy projeta no Brasil e lança globalmente transformador inovador, com alto nível de segurança contra incêndio e sem risco de explosão, voltado para a rede elétrica de toda a região das Américas

A multinacional Siemens Energy lançou globalmente seu transformador monofásico CAREPOLETM do tipo seco para instalação em postes. Projetado no Brasil para os requisitos tecnológicos da rede elétrica de toda a região das Américas, o novo transformador de distribuição à base de resina fundida oferece uma alternativa confiável e sustentável aos transformadores a óleo.

De acordo com Siemens, na rede elétrica do Brasil, os transformadores monofásicos são frequentemente instalados na rede de distribuição, onde – como a última etapa da cadeia de transmissão de energia – eles rebaixam a tensão para o nível da tensão domiciliar. Devido ao aumento de eventos extremos climáticos, como foi o caso de ondas de calor que causaram incêndios florestais, o projeto de novos ativos instalados ao ar livre precisa estar cada vez mais focado em sua resiliência para resistir aos riscos ambientais. Devido ao seu projeto à base de resina seca e fundida sem óleo, o transformador CAREPOLE auto extinguível tem um alto nível de segurança contra incêndio e não tem risco de explosão, o que reduz ao mínimo os riscos ambientais...

Fonte: Click Petróleo e Gás

Leia mais em:

https://clickpetroleoegas.com.br/multinacional-siemens-energy-projeta-no-brasil-e-lanca-globalmente-transformador-inovador-com-alto-nivel-de-seguranca-contra-incendio-e-sem-risco-de-explosao-para-rede-eletrica-de-toda-america/