27/04/2020

Equinor se torna acionista na Micropower Comerc

A Equinor Energy Ventures adquiriu uma parcela da Micropower Comerc. O grupo de capital de risco da empresa norueguesa de energia terá uma participação minoritária que atua no segmento do armazenamento de baterias como serviço no Brasil. A transação final foi concluída na última sexta-feira, dia 24 de abril, após a aprovação do Cade. O valor do aporte não foi divulgado, mas a nova sócia terá 9,09% do capital social.

A nova sócia da Micropower Comerc se auto define como um fundo de risco corporativo de US$ 200 milhões, dedicado a investimentos em empresas promissoras que estão investindo em transição energética e impulsionando um futuro de baixo carbono. Faz parte de um grupo que está no país há quase 20 anos. É a segunda maior operadora de petróleo em volume e, através de uma parceria firmada em 2018 com a Scatec Solar, com um projeto solar de 162 MW no Ceará...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53133179/equinor-se-torna-acionista-na-micropower-comerc

Cepel apresenta nova diretoria de P&D e Administração e Finanças

O Cepel oficializou na última quinta-feira (23) a posse do novo diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, engenheiro mecânico Maurício Barreto Lisboa, e da nova diretora de Administração e Finanças do Centro, contadora Consuelo Garcia. Os dois passam a integrar a Diretoria Executiva da instituição junto com o engenheiro de produção Amilcar Guerreiro e com o engenheiro eletricista Orsino Borges de Oliveira Filho.

Há 33 anos no Centro e há seis como chefe do Departamento de Laboratórios do Fundão, Maurício ressalta que a novidade, mais do que um grande desafio, é motivo de grande orgulho. “Como maior centro de pesquisas em energia do Hemisfério Sul e o histórico de atuação destacada em todas as camadas setoriais, há uma responsabilidade muito grande em seguir com todo o desenvolvimento de soluções para auxiliar na garantia da confiabilidade da operação do sistema elétrico”, comenta, destacando também a continuidade do mapeamento de novas oportunidades e formas de atuação no campo da inovação...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53133072/cepel-apresenta-nova-diretoria-de-pd-e-administracao-e-financas

J. Malucelli amplia negócios na área de energia

A Porto de Cima, empresa do grupo J. Malucelli, está autorizada a adquirir a totalidade das ações da ALEN, detidas pelo grupo Arcadis e Logos. A decisão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) foi proferida em 17 de abril e publicada no dia 20.

A ALEN atua no setor de energia renovável e atualmente detém o controle da Usina Termoelétrica São João – usina movida à combustão de biogás proveniente de um aterro sanitário em São Paulo.

A diretora técnica da JMalucelli, Fernanda Forbeck de Castro Sawaia, cita quais os critérios que foram avaliados pelo Cade para a aprovação da compra.

Fernanda Forbeck de Castro Sawaia explica o que representa a aquisição para a empresa.

A Porto de Cima é a holding do Grupo que atua no setor de concessões. Ela possui atualmente participação em concessões de rodovias, no centro de eventos do Parque Barigui e na exploração de gás proveniente do lixo...

Fonte: CBN Curitiba

Leia mais em:

https://cbncuritiba.com/j-malucelli-amplia-negocios-na-area-de-energia/

Shell dá passo em energia renovável no Brasil com outorga de 3 usinas solares

Em meio à crise do mercado de petróleo, a Shell Brasil deu o primeiro passo para gerar energia renovável no País, com o pedido de outorga de três usinas solares fotovoltaicas no município de Brasilândia de Minas, em Minas Gerais, com capacidade total de 150 megawatts.

A empresa já havia manifestado interesse em diversificar sua atuação no mercado brasileiro, em linha com o compromisso da sua matriz de alcançar a neutralidade de carbono em 2050.

A iniciativa segue as de outras petroleiras, como Equinor e Total, que já possuem projetos de energia renovável no Brasil, e na contramão da Petrobras, que suspendeu um piloto de energia eólica offshore no Rio Grande do Norte.

O pedido da Shell está sendo analisado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e consiste na construção de três parques, Aquarii 1, 2 e 3, com capacidade instalada de 50 MW cada.

A Shell é a segunda maior produtora de petróleo brasileira, atrás apenas da Petrobras, com média de 441,7 mil barris diários de óleo equivalente em março, ou 11,83% do total produzido...

Fonte: Notícias Agrícolas

Leia mais em:

https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/politica-economia/257781-shell-da-passo-em-energia-renovavel-no-brasil-com-outorga-de-3-usinas-solares.html#.XqcLQ2hKjIU

Bandeira tarifária segue verde em maio

A bandeira tarifária para o mês de maio é verde, sem custo para os consumidores. O acionamento da bandeira verde ocorre  pelo quarto mês consecutivo.
Em abril, os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentaram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês. A combinação de reservatórios mais elevados com o impacto das medidas de combate à pandemia do Covid-19 sobre o consumo de eletricidade sinaliza manutenção da elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN, sem a necessidade de acionamento do parque termelétrico de forma sistêmica.
Essa perspectiva refletiu-se na manutenção do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) em patamares reduzidos. O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada...

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.aneel.gov.br/sala-de-imprensa-exibicao/-/asset_publisher/XGPXSqdMFHrE/content/bandeira-tarifaria-segue-verde-em-maio/656877?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.aneel.gov.br%2Fsala-de-imprensa-exibicao%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_XGPXSqdMFHrE%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-2%26p_p_col_count%3D3