26/02/2021

Geração distribuída alcança 5 GW de potência instalada

O Brasil atingiu, nesta quinta-feira (25), o marco de 5 GW de potência instalada de geração distribuída de energia, segundo levantamento realizado pelo Canal Solar com base em dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

“Apesar do país enfrentar um momento de crise provocada pela pandemia, a geração distribuída continuou crescendo, justamente porque é uma alternativa para reduzir custos para o consumidor”, aponta Carlos Evangelista, presidente da ABGD (Associação Brasileira de Geração Distribuída).

Dos 5 GW de potência instalada, 1,90 GW são da classe comercial (38%), 1,90 MW (38%) da residencial e 676 MW da classe rural (14%). Já entre as regiões do país com maior potência estão a Sudeste, com 1,83 GW, seguida da Sul, com 1,13 GW, e Nordeste, com 920 MW.

Ainda de acordo com os dados ANEEL, a energia solar fotovoltaica lidera entre as fontes renováveis, com 4,87 GW.

“Isso mostra a flexibilidade, a capacidade que a solar tem de se adaptar às diferentes realidades. Têm sistemas de 1 kW até grandes sistemas de 5 MW de todas as modalidades, remoto, geração compartilhada, residencial, comercial, agro em todos os estados do país”, destacou Guilherme Susteras, coordenador do grupo de trabalho de geração distribuída da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica)...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/geracao-distribuida-alcanca-5-gw-de-potencia-instalada/

Smartflower: o que é e quais as suas vantagens?

“Eu denomino a smartflower como um gerador fotovoltaico no estado da arte”. É o que afirmou André Hipólito, diretor de tecnologia e produtos da distribuidora de equipamentos fotovoltaicos Genyx.

Durante participação no webinário realizado pelo Canal Solar nesta terça-feira (23), o especialista explicou como funciona a tecnologia e quais são as vantagens para quem a utiliza.

“Não é um produto de prateleira, em que se leva para casa e o coloca no telhado, ele é diferenciado. Obviamente que tem os benefícios da geração de energia, mas a questão é que tem um apelo de marketing muito forte”, destacou Hipólito.

De acordo com ele, a smartflower consiste em módulos solares acoplados a uma máquina capaz de seguir a movimentação do sol, emulando a natureza dos girassóis.

Ademais, o equipamento é capaz de perceber possíveis situações de risco, como ventanias e chuvas intensas, e recolhe-se automaticamente.

“Os painéis são de alta eficiência, ou seja, possuem um tratamento diferenciado. E dentro do “caule” existe um inversor. Como o produto foi inventado na Áustria, conta com um inversor Fronius”, disse...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/smartflower-o-que-e-e-quais-as-suas-vantagens/

EDP Brasil compra negócio de GD solar da AES

A EDP Brasil anunciou a assinatura de um contrato de compra e venda, através da subsidiária EDP Grid, da AES Inovação Soluções de Energia e suas subsidiárias, com a AES Brasil. A AES Inovação é uma plataforma de investimento em geração solar distribuída com um portfólio de cerca de 34 MWp localizados em São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, em diferentes estágios de desenvolvimento.

Desse total, aproximadamente 16 MWp referem-se a empreendimentos contratados e em operação comercial, garantindo acréscimo de receita no curto prazo. Os demais 18 MWp são caracterizados por projetos ready to build em Minas Gerais, que permitirão à EDP Brasil o desenvolvimento da obra, a contratação em mercado estratégico e o aproveitamento de sinergias operacionais com outros ativos na região.

O investimento total estimado é de R$ 177 milhões, considerando o valor de aquisição de R$ 101,7 milhões, a ser pago na data de fechamento da operação, e o investimento estimado para desenvolvimento dos projetos...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53164757/edp-brasil-compra-negocio-de-gd-solar-da-aes

WEG prevê forte onda de investimentos em eólicas

A fabricante de equipamentos WEG tem a expectativa que nos próximos anos haverá um robusto ciclo de investimentos na fonte eólica no Brasil. Em teleconferência de resultados realizada nesta quinta-feira, 25 de fevereiro, o Diretor Administrativo e Financeiro e de Relações com Investidores, André Rodrigues, revelou que a empresa tem direcionado os esforços para o desenvolvimento da nova máquina de 4,2 MW. Caso a onda de investimentos se confirme, o executivo vê impacto direto na carteira de pedidos. “O trabalho agora é para capturar essas oportunidades nesse segmento”, explicou.

A WEG fechou contrato de fornecimento de 43 desses aerogeradores para a Aliança Energia, o que vai trazer receitas nos anos de 2021 e 2022. Segundo o Gerente de Relações com Investidores, André Menegueti Salgueiro, o discurso do presidente norte-americano Joe Biden em prol das renováveis é positivo, embora o país já invista bastante na área nos últimos anos. A WEG também atua na América do Norte na área de renováveis e, segundo Salgueiro, tem uma posição de mercado. “Estamos investindo para continuar atendendo esse segmento tanto nos Estados Unidos quanto no México”, avisa…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53164665/weg-preve-forte-onda-de-investimentos-em-eolicas

A segunda maior do mundo no ramo de energia, a Engie ultrapassa 1 GW no Conjunto Eólico Campo Largo 2 – Bahia

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), autorizou à Engie iníciar a operação comercial de seu primeiro parque eólico, o Conjunto Eólico Campo Largo 2, localizado nos municípios de Umburanas e Sento Sé, na Bahia. Atualmente Campo Largo 2 conta com mais de 100 contratos de energia para consumidores livres de energia.

Com investimento de R$ 1,6 bilhão, o Conjunto Eólico Campo Largo 2 é formado por 86 aerogeradores que passaram por período de operação em teste, e possui capacidade total instalada de 361,2 MW.

Quando estiver operando a plena carga, a ENGIE vai totalizar 1.262,8 MW de capacidade instalada em energia eólica no Brasil, o que representa mais de 1.000MW apenas no estado da Bahia, além de consolidar a capacidade da empresa em energias renováveis e ampliar o portfólio da Companhia, já que Campo Largo 2 aumenta a oferta de energia no Ambiente Livre de Contratação…

Fonte: Click Petróleo e Gás

Leia mais em:

https://clickpetroleoegas.com.br/a-segunda-maior-do-mundo-no-ramo-de-energia-a-engie-ultrapassa-1-gw-no-conjunto-eolico-campo-largo-2-bahia/

Dinamarca e Reino Unido atuarão como parceiras no início da produção de energia eólica em alto mar no Brasil

A perspectiva de se explorar os ventos e a incidência solar em alto mar é aposta para geração de energia renovável ao redor do mundo. No Brasil, o início dessa exploração deverá contar com apoio de países pioneiros nesse tipo de geração de energia, como Dinamarca e Reino Unido. Em nível nacional, a regulamentação proposta para esse tipo de iniciativa se sustenta essencialmente em leis já criadas para parques eólicos em terra, mas o senador Jean Paul Prates (PT-RN) busca implementar um novo marco de regulamentação para produção de energia eólica no País por meio de um Projeto de Lei (PL) que busca elencar medidas específicas para a prática em alto mar.

O anúncio do PL ocorreu na manhã da última quarta-feira, 24, em uma transmissão ao vivo realizada pelo autor do texto em parceria com o Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (Cerne). A submissão do texto para análise deve ocorrer ainda esta semana, conforme ponderou o autor do texto, que projeta uma análise rápida na Câmara e no Senado diante de discussões anteriores sobre o tema…

Fonte: O Povo

Leia mais em:

https://www.opovo.com.br/noticias/economia/2021/02/25/dinamarca-e-reino-unido-atuarao-como-parceiras-no-inicio-da-producao-de-energia-eolica-em-alto-mar-no-brasil.html

Win Energias Renováveis expande parcerias com fabricantes internacionais para empreendimentos no Brasil

Ampliando o seu portfólio no fornecimento de tecnologias para instalações em pequenos terrenos e telhados, a Win Energias Renováveis – distribuidora de equipamentos fotovoltaicos pertencente ao Grupo All Nations – expandiu as parcerias com fabricantes internacionais de equipamentos fotovoltaicos. A empresa aposta no aumento dos negócios de energia solar no território brasileiro.

Segundo a Win Energias Renováveis, os microinversores da chinesa Hoymiles e os inversores da israelense Solar Edge são as principais inovações trazidas ao mercado brasileiro em 2021. A companhia também possui em seu portfólio parcerias com as fabricantes nacionais mais importantes, como a Solar Group para estruturas de fixação em telhados e os painéis fotovoltaicos da chinesa JA Solar e da canadense Canadian Solar.

“Essas parcerias viabilizam a oferta no país dos melhores equipamentos e tecnologias fotovoltaicas disponíveis no mercado global”, assinalou Camila Nascimento, diretora da Win Energias Renováveis…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-solar/win-energias-renovaveis-expande-parcerias-com-fabricantes-internacionais-para-empreendimentos-no-brasil.html

Empresas anunciam plataforma de assinatura digital de energia solar em MG

A consultora de mercado Comerc Energia e a gestora Perfin Asset anunciaram nesta quarta-feira (24) a criação da Sou Vagalume, uma plataforma digital que permite a adesão de assinatura de energia solar sem burocracia e sem investimento em painéis solares. A estratégia é consolidar um portfólio com mais de 150 mil clientes até o final de 2022.

Para que a Sou Vagalume pudesse sair do papel foram investidos mais de R$ 750 milhões na construção de 34 usinas solares. “Começamos a operação por Minas Gerais, onde temos um grande volume de investimentos, mas queremos espalhar essa comunidade para todo o Brasil”, completou Josiane Palomino, CEO da plataforma.

A iniciativa apresentada é voltada para pequenos e médios consumidores comerciais e residenciais de Minas Gerais que têm interesse em aderir à energia solar, mas não preenchem os requisitos mínimos para migração ao mercado livre ou não contam com capital inicial suficiente para a instalação dos equipamentos…

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/empresas-anunciam-plataforma-de-assinatura-digital-de-energia-solar-em-mg/

Evergy expands smart metering and grid services contract with Landis+Gyr

The two parties have signed a 13-year contract that extends the smart grid services agreement for Evergy’s Kansas Central and Kansas Central South utility operations.

As part of the deal, Landis+Gyr will expand grid management capabilities for Evergy, as well as manage the utility’s advanced metering infrastructure (AMI) through 2034.

Landis+Gyr will continue to provide hosting of AMI operating software, field maintenance and monitoring of network equipment. Additionally, Evergy will be installing new advanced meters throughout the term of the agreement to update residential and commercial services in select areas of its service territory.

Evergy utilities started installing Landis+Gyr’s Gridstream AMI network in 2010 and have since begun a process for updating older meters to meet new data and operational requirements.

Jeff Beasley, vice president of customer operations at Evergy, said: “Smart grid technologies have a growing importance for our grid modernisation efforts as we seek to transform our operations to a focus on clean energy. Not only are these initiatives important for increased efficiency, but they are also crucial to maintain a reliable and resilient grid in the future.”…

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-grid/evergy-expands-smart-metering-and-grid-services-contract-with-landisgyr/