25/04/2022

Enel negocia venda da distribuidora de energia Celg-D, dizem fontes

A companhia italiana Enel está em negociações para vender sua distribuidora brasileira de energia Celg-D em um acordo que pode chegar a 2 bilhões de dólares, disseram três fontes com conhecimento do assunto.

Entre as empresas interessadas em adquirir a Celg-D, que distribui energia no Estado de Goiás e atende 3,27 milhões de clientes, estão a CPFL Energia, controlada pela State Grid Corporation of China, a Neoenergia, controlada pela espanhola Iberdrola, e a EDP Brasil, da qual a portuguesa EDP é a maior acionista.

Outras candidatas para a Celg-D, avaliada em cerca de 10 bilhões de reais (2,14 bilhões de dólares), incluindo dívidas, são as brasileiras Energisa e Equatorial Energia. O valor patrimonial da Celg-D gira em torno de 5 bilhões de reais.

A Enel e a Neoenergia não quiseram comentar. CPFL, EDP Brasil, Equatorial e Energisa não responderam imediatamente aos pedidos de comentários...

Fonte: Yahoo Notícias

Leia mais em:

https://br.noticias.yahoo.com/exclusivo-enel-negocia-venda-da-122550624.html

ANEEL discute aprimoramento de procedimentos e contratações dos leilões de geração e transmissão

A ANEEL, por meio da Secretaria Executiva de Leilões (SEL), abriu nesta quarta-feira (20/4) a Tomada de Subsídios nº 06/2022 para debater o aprimoramento das regras relacionadas à participação e a possibilidade e/ou exigência de constituição de Sociedades de Propósito Específico – SPEs nos leilões de geração e de transmissão de energia elétrica.

Na Tomada de Subsídios foi disponibilizada cópia da Nota Técnica nº 18/2022-SEL/ANEEL, de 18 de abril de 2022, na qual a SEL apresenta as atuais disposições editalícias relativas a participação e a possibilidade e/ou exigência de constituição de SPEs nos leilões, bem como suas consequências.

Espera-se debater com os interessados novas regras para o aprimorar os procedimentos e as contratações decorrentes dos leilões de geração e transmissão. As contribuições podem ser enviadas por e-mail entre 20 de abril de 2022 e 20 de junho de 2022.

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.gov.br/aneel/pt-br/assuntos/noticias/2022/aneel-discute-aprimoramento-de-procedimentos-e-contratacoes-dos-leiloes-de-geracao-e-transmissao

Projeto de lei propõe isenção de bandeira tarifária em sistemas de geração distribuída

Uma proposta para isentar da bandeira tarifária os consumidores que produzem a própria energia a partir de fontes eólica ou solar em sistemas de geração distribuída foi apresentada na Câmara dos Deputados. Trata-se do Projeto de Lei 918 de 2022, de autoria do deputado AJ Albuquerque (PP-CE)

A proposta insere a medida na lei que instituiu o marco legal da micro e minigeração distribuída (14.300/22), modalidade em que o consumidor gera a própria energia elétrica e injeta o excedente na rede de distribuição local.

“Essas fontes não estão submetidas a variações por conta da escassez de água nem carecem de intervenções através de termelétricas. Elas se constituem em fontes renováveis de baixo custo de geração que são arcados através de investimentos privados por parte dos consumidores-geradores”, disse o deputado.

O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Minas e Energia; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/noticias/politica/legislativo/projeto-de-lei-propoe-isencao-de-bandeira-tarifaria-em-sistemas-de-geracao-distribuida

Radar Setorial: Ceará recebe o Intersolar Summit Brasil Nordeste

O Ceará recebe nessa semana o Intersolar Summit Brasil Nordeste. O evento ocorre em Fortaleza, nos dias 27 e 28 de abril, no Centro de Eventos do Ceará, reunindo mais de 300 congressistas, 30 palestrantes e 50 expositores para discutir os principais temas do mercado de energia solar brasileiro.

Entre os assuntos abordados nas palestras estarão a fonte solar fotovoltaica no Ceará, a geração distribuída e centralizada solar fotovoltaica, o armazenamento de energia, a geração híbrida, financiamento, além da reforma do setor elétrico, o marco legal da geração distribuída e o Plano Decenal de Energia.

ONS: Reservatórios do Sul superam recuperação esperada

O boletim do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), para a semana que vai de 23 a 29 de abril, aponta que os reservatórios das usinas hidrelétricas do subsistema Sudeste/Centro-Oeste devem registrar, no dia 30 de abril, 67,3% de capacidade de armazenamento…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/noticias/operacao-e-expansao/oem/radar-setorial-ceara-recebe-o-intersolar-summit-brasil-nordeste

Restrições contra Covid-19 na China voltam a impactar logística do setor solar

Novas medidas restritivas contra a pandemia de Covid-19 na China impactam a logística do setor solar fotovoltaico global. Gargalos afetam o acesso à matéria-prima por parte de fabricantes e também prejudicam a distribuição de módulos fotovoltaicos para mercados consumidores.

De acordo com relatório mais recente da PV Infolink, braço de energia solar fotovoltaica da consultoria InfoLink Consulting, são verificadas tendências de aumento no silício policristalino, wafers e células fotovoltaicas na China, país que concentra a maior parte da produção mundial da indústria solar. Esse cenário também reflete em aumento de preços de módulos fotovoltaicos para outras regiões, como o mercado europeu.

Após registrar as primeiras mortes por covid-19 no mais recente surto na cidade de Xangai, o governo chinês implementou medidas de restrições, baseadas em uma estratégia de “tolerância zero”…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/noticias/mercado/internacional/restricoes-contra-de-covid-19-na-china-voltam-a-impactar-logistica-do-setor-solar

Brasil é o 4º país que mais cresceu no setor de Energia solar em 2021

O Brasil foi o 4º país no mundo que mais acrescentou capacidade solar fotovoltaica em 2021, com novos 5,7 GW no último ano, segundo dados atualizados pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Atualmente, a fonte solar está em 15 GW no Brasil. Este montante evitou a emissão de 20,8 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

Além disso, já acumula mais de R$ 78,5 bilhões de investimentos e mais de 450 mil empregos criados desde 2012.

O Brasil também subiu uma posição no ranking mundial da fonte solar, assumindo a 13ª colocação de nações com maior capacidade instalada da tecnologia fotovoltaica.

Os dados somam as grandes usinas solares com os sistemas de geração própria de energia em telhados, fachadas e pequenos terrenos e o ranking, apresentado neste mês de abril, traz como base a potência existente no final de 2021...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/brasil-e-o-4o-pais-que-mais-cresceu-no-setor-de-energia-solar-em-2021/

EDP investirá em seu maior projeto solar no país

A EDP anunciou investimento no desenvolvimento da usina fotovoltaica Novo Oriente Solar, no interior do estado de São Paulo. O projeto terá capacidade instalada de 254 MWac e será realizado em conjunto com a EDP Renováveis onde cada uma terá parcela de 50%. O valor do aporte não foi revelado.

O empreendimento ficará no município de Ilha Solteira, já está outorgado e tem previsão de início de operação em 2024. O projeto possui um contrato de venda de energia de 120MWac.

Segundo comunicado da empresa, este investimento reforça a orientação estratégica da EDP Brasil, que foi apresentada ao mercado no Plano Estratégico 2021-2025, sendo o maior projeto de larga escala a fim de ampliar sua participação no segmento de Geração Solar.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53209111/edp-investira-em-seu-maior-projeto-solar-no-pais

Acordo de investimento entre Absolar e Governo do RJ recebe novo recurso de R$ 80 mi

O acordo de cooperação assinado no primeiro trimestre deste ano entre a Absolar e o Governo do RJ gerou novos recursos para apoiar os projetos de energia solar e alavancar investimentos do setor, inserindo o estado na rota da geração de energia limpa. O governo do estado irá disponibilizar R$ 80 milhões, que ficarão em um fundo que está sendo estruturado pela AgeRio e, além de beneficiar produtores rurais, escolas, hospitais e casas populares, poderão ser utilizados no programa de revitalização dos condomínios industriais que será lançado em breve pelo governo.

A iniciativa foi acertada em reunião da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais com representantes da Absolar, das concessionárias Light, Enel e Energisa, da Codin e AgeRio, além de empresários do setor. O acordo visa a atrair novos investimentos para o território fluminense, gerar mais empregos e renda para a população e estimular o desenvolvimento de novas oportunidades de negócios para empreendedores, além de ampliar o acesso da energia solar a consumidores residenciais, setores produtivos, agronegócio e setor público do estado do Rio de Janeiro...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53208954/acordo-de-investimento-entre-absolar-e-governo-do-rj-recebe-novo-recurso-de-r-80-mi

Consumo de energia elétrica do Brasil cresce 0,9% no primeiro trimestre de 2022

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) divulgou nesta quarta-feira, 20 de abril, que o Brasil registrou o consumo de 68.095 megawatts médios de energia elétrica no primeiro trimestre de 2022, uma alta de 0,9% em relação ao mesmo período de 2021.

Segundo dados preliminares da CCEE, o mês de março foi o que mais puxou o aumento no período, resultado da maior movimentação da economia interna do país, com a retirada das restrições para combate à pandemia de COVID-19 e de um cenário internacional favorável para exportações de setores como o petroquímico e de mineração.

Além disso, a CCEE mostra que o maior crescimento se deu no Ambiente de Contratação Livre (ACL), o chamado mercado livre, que abastece a indústria e grandes empresas, como shoppings e redes de varejo. Esse segmento utilizou 23.298 MW médios da eletricidade gerada no Sistema Interligado Nacional – SIN, 5,5% a mais do que no primeiro trimestre do ano passado…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53208993/consumo-de-energia-eletrica-do-brasil-cresce-09-no-primeiro-trimestre-de-2022

Certificação renovável é ponto chave para o H2 no Brasil

Visando aproveitar as virtudes de uma matriz e oferta renovável abundante e os impulsos verdes vislumbrados após a invasão russa à Ucrânia, a questão do hidrogênio é tida pelo setor elétrico brasileiro como uma das principais promessas e apostas no futuro, tanto para exportação ao mercado externo quanto na utilização do insumo para aplicações internas, como no uso de fertilizantes e combustível para transportes de grandes cargas a longas distâncias.

Na visão do consultor de assuntos regulatórios da PSR, Mariano Berkenwald, o produtor de H2 daqui alguns anos terá que garantir que não está tirando eletricidade limpa de um outro consumidor que já estava a consumindo, com toda filosofia da certificação renovável que será necessária passando por esse conceito.

“A discussão europeia está aberta nesse momento quanto aos critérios e a guerra pode alavancar ainda mais a flexibilização sobre os requisitos iniciais para os exportadores do vetor energético no futuro”, disse o especialista durante o Workshop PSR/CanalEnergia, realizado na última terça-feira, 19 de abril, no Rio de Janeiro…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53208900/certificacao-renovavel-e-ponto-chave-para-o-h2-no-brasil