24/01/2022

Durante crise hídrica, empresas de energia lucraram R$ 40 bi

As empresas do setor elétrico listadas na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, lucraram juntas R$ 40 bilhões nos nove primeiros meses do ano passado, últimos dados disponíveis, de acordo com levantamento feito pela consultoria Economática.

Num ano marcado pela crise hídrica e com risco de racionamento de energia, as empresas do segmento aumentaram seus rendimentos na comparação com anos anteriores.

São empresas de geração, transmissão e distribuição de energia, incluindo estatais como Eletrobras e Cemig, que têm ações negociadas na Bolsa. De um total de 39 empresas analisadas, quatro registraram prejuízos.

Contando com esses resultados, as empresas do setor elétrico tiveram uma média mensal de lucro de R$ 4,5 bilhões, um avanço em relação aos R$ 3,7 bilhões de 2020, no auge dos efeitos econômicos da pandemia, mas ainda sem crise de geração nas hidrelétricas...

Fonte: Economia IG

Leia mais em:

https://economia.ig.com.br/2022-01-24/pandemia-setor-eletrico-lucro.html

Como a guerra na Ucrânia afetaria o setor de energia na Europa?

Carente de energia, a Europa tenta estimar o tamanho do estrago no caso de a Rússia invadir a Ucrânia. Esse cálculo depende muito da reação do presidente dos EUA.

A Rússia enviou gás para a Europa durante toda a Guerra Fria e após a anexação da Crimeia no período mais recente. Dificilmente o governo russo colocará em risco a reputação do país como fornecedor confiável de energia, segundo a Uniper, que é uma das maiores compradoras de gás russo na Europa.

No entanto, Joe Biden alertou para severas restrições econômicas se tropas russas entrarem na Ucrânia. O fluxo de gás para a Europa seria ameaçado por sanções que impeçam a Rússia de fazer negócio em moeda estrangeira ou por outras restrições bancárias.

“Temos que nos preparar para quase todos os cenários”, afirmou Gregor Pett, vice-presidente executivo de análise de mercado da Uniper, em entrevista...

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/mundo/como-a-guerra-na-ucrania-afetaria-o-setor-de-energia-na-europa/

Algar Telecom lança solução IoT de eficiência energética

A Algar Telecom, por meio do Brain (centro de inovação em negócios digitais fundado pela companhia), está lançando uma solução IoT de eficiência energética sob demanda para apoiar empresas de todos os portes. Batizada de Utilities Control, ela oferece informações precisas para agregar inteligência ao consumo de energia, juntamente com uma calculadora para acompanhar as emissões de CO2.

O projeto inclui funções de controle e monitoramento em três frentes: climatização (temperatura e umidade de ar-condicionado), refrigeração (temperatura, umidade, abertura e fechamento de portas de balcões refrigerados, freezers e câmaras frias) e quadros de energia (consumo, tensão e corrente). A solução foi apontada pelos próprios clientes, como: perdas devido ao mau funcionamento dos equipamentos ou da rede elétrica; altos custos com manutenção; difícil escalabilidade da estrutura de facilities; problemas na gestão do consumo de energia; e ausência de geração de dados para inteligência energética. Segundo as empresas entrevistadas pelo centro de inovação, 92% buscam eficiência energética; 75% gerenciamento remoto e gestão centralizada; 48% gestão da demanda no mercado livre; 27% informações para troca de equipamentos ofensores; e 13% integração de dados...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53200314/algar-telecom-lanca-solucao-iot-de-eficiencia-energetica

EDP lança campanha para atrair mais mulheres para carreiras técnicas

A EDP está lançando o #REBELSFORCHANGE, uma campanha global que visa sensibilizar e promover a participação de mais mulheres em carreiras de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM, no acrônimo inglês). A iniciativa da EDP, que será desenvolvida em todo o Grupo, está alinhada com a própria ambição da Empresa, que pretende aumentar a representação feminina para, pelo menos, 30% até 2025.

A campanha tem como símbolo um capacete branco, que deseja chamar a atenção para o tema da classificação das profissões por gênero, que ainda leva muitas tarefas a serem apontadas como sendo típicas de homens ou de mulheres. Isso foi demonstrado numa experiência com crianças entre 4 e 12 anos de idade. Num espaço neutro, foram colocadas perante dois manequins, simbolizando um homem e uma mulher. Foi-lhes pedido depois que atribuíssem a cada um diferentes uniformes e instrumentos de trabalho, como um microscópio, uma bola de futebol ou um secador de cabelo. No caso do capacete branco, por exemplo, a maioria das crianças colocou-o no lugar do manequim masculino, evidenciando assim o estigma de uma área profissional em que as mulheres ainda são uma minoria…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53200310/edp-lanca-campanha-para-atrair-mais-mulheres-para-carreiras-tecnicas

CTGAS-ER, do SENAI, lança primeira especialização técnica do RN em energia solar

O Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS), principal referência do SENAI no Brasil em educação profissional para o setor de energia e as indústrias do gás, lançou nesta sexta-feira, 21 de janeiro, a primeira Especialização Técnica do Rio Grande do Norte em Sistemas Fotovoltaicos, os sistemas que geram energia solar.

O curso terá duração de um ano e será ofertado em formato semipresencial, com aulas teóricas na modalidade EAD, Educação à distância, e as práticas realizadas no Centro, instalado no Hub de Inovação e Tecnologia (HIT) do SENAI-RN, em Natal. O programa é voltado a pessoas com graduação ou cursos técnicos em áreas correlatas. Serão ofertadas 40 vagas.

As inscrições para a primeira turma estão abertas até 10 de março, mesma data de início das aulas, e podem ser feitas online, no site do Senai ou presencialmente. Os conteúdos que serão abordados vão desde introdução a sistemas fotovoltaicos e projetos fotovoltaicos para sistemas de geração distribuída, passando por segurança do trabalho, comissionamento, gestão – operacional da implementação de sistemas fotovoltaicos e técnica da Operação e da Manutenção – e viabilidade técnica e econômica.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53200322/ctgas-er-do-senai-lanca-primeira-especializacao-tecnica-do-rn-em-energia-solar

Brazil’s Energisa Group digitalises transformer monitoring with mPrest

The pilot included the use of mTHM to monitor the health status of 112 transmission and distribution transformers.

The utility is now expanding the use of the technology across an additional 88 transformers.

The project enables Energisa Group to analyse the risk of failure and identify areas of degradation where maintenance or repair can be applied to avoid service disruption or asset failure.

Monitoring the transformers and other grid assets in real-time will enable Energisa Group to optimise the performance of its assets and grid for improved efficiency, reliability and customer services to 8 million consumers that are served through the group’s nine distribution system operators.

The project is expected to help reduce operational costs and enable the utility to achieve time savings...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/digitalisation/brazils-energisa-group-digitalises-transformer-monitoring-with-mprest/