21/10/2020

Resultados de Iberdrola e NextEra na mira do setor de energia limpa

Duas das maiores investidoras em energia renovável do mundo divulgam seus resultados nesta quarta-feira, 21. A espanhola Iberdrola, que tem comprado um projeto atrás do outro no Brasil, fará sua conferência com investidores logo pela manhã. No primeiro semestre, a empresa apresentou lucro de 1,84 bilhão, alta de 12% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Os investimentos da companhia espanhola também aceleraram no período, chegando a quase 4 bilhões de euros. A meta é investir 10 bilhões de euros até o final do ano. No Brasil, a Iberdrola controla a Neoenergia que, recentemente, comprou uma série de projetos eólicos na Bahia, totalizando 7 aquisições no país este ano. 

Já a americana NextEra divulga seus resultados antes da abertura dos mercados. Há cerca de um mês, a companhia teria feito uma oferta de 60 bilhões de reais pela Duke Energy, outra grande companhia do setor elétrico nos Estados Unidos, que teria rejeitado a oferta.  Uma semana depois, o grupo focado em energia limpa ultrapassou o valor de mercado da petroleira ExxonMobil em 1 bilhão de dólares, ao ser avaliada em 138 bilhões...

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/esg/resultados-de-iberdrola-e-nextera-na-mira-do-setor-de-energia-limpa/

Governo inaugura UFV de 528 kWp na Esplanada dos Ministérios

Em funcionamento há 90 dias na Esplanada dos Ministérios como um projeto-piloto do programa de eficiência dos gastos do Ministério da Defesa (MD), o sistema de 528 kWp de potência entre 1.600 painéis fotovoltaicos dispostos pelo telhado do prédio anexo ao MD foi oficialmente inaugurado na última segunda-feira, 19 de outubro. Segundo a avaliação, a usina está gerando, em média, 72.000 KWh ao mês, volume suficiente para atender cerca de 350 residências populares.

Com a usina o governo tem conseguido suprir mais de 50% da energia consumida pelo Anexo, reduzindo 69.513 kg de emissão de dióxido de carbono na atmosfera. Sob o aspecto financeiro, a UFV poderá reduzir em mais de 40% o valor da fatura de energia. O empreendimento, que possuí vida útil de 25 anos, contou com aporte de R$ 2,4 milhões, sendo o retorno estimado em torno de seis anos.

Vale lembrar que quando o consumo de energia for menor do que a capacidade gerada pela usina solar, o excedente será disponibilizado para a Companhia Energética de Brasília (CEB), gerando crédito pela energia injetada e abatimento no valor da conta de luz.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53151580/governo-inaugura-ufv-de-528-kwp-na-esplanada-dos-ministerios

Coleta integrada da CCEE moderniza processo de medição

Com a nova Coleta Integrada, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica traz uma solução tecnológica para a captura de dados de medição diretamente com as distribuidoras. A novidade, disponibilizada na última segunda-feira, 19 de outubro, vai permitir ao agente construir uma conexão direta entre os seus sistemas de gerenciamento e o Sistema de Coleta de Dados de Energia da organização.

Dalmir Capetta,  gerente de Engenharia & Operação da Medição da CCEE, conta que foi desenvolvida uma solução que trouxesse um ganho real para os agentes. Segundo ele, minimizando as adequações em campo quando da migração de unidades consumidoras para o mercado livre, as distribuidoras poderão operar internamente um único sistema de coleta e gerenciamento de dados de medição. Capetta acredita que está se preparando o cenário para a expansão do ACL. O projeto foi desenvolvido em cumprimento à Resolução Normativa ANEEL nº 759/2017.

A utilização do serviço é facultativa e ficará disponível para os agentes de medição. Os sistemas de coletas vigentes atualmente – coleta direta e o Client SCDE – não serão alterados ou descontinuados.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53151564/coleta-integrada-da-ccee-moderniza-processo-de-medicao

No segundo trimestre deste ano, o consumo de energia elétrica no país chegou ao fundo do poço com a paralisação da economia por causa da pandemia do novo coronavírus. No terceiro, deu início à tal recuperação em V que o governo e os especialistas torcem para ver em todos os setores. Mas, mesmo nas atividades que de fato estão se recuperando, há empresas que vêm se saindo melhor e outras, pior.

A Neoenergia – maior empresa privada de energia elétrica do país, com mais de 13,5 milhões de clientes – deve estar no grupo das mais beneficiadas pela recuperação que começou em julho. Pelas contas do banco de investimentos americano JPMorgan, a Neoenergia deve apresentar no balanço que sai após o fechamento do mercado nesta terça-feira, 20, um lucro de 485,7 milhões de reais referente ao período de julho a setembro. Em relação ao terceiro trimestre de 2019, esse montante embute uma queda de 19% – comparados com 98% de redução no lucro da fluminense Light, para 27 milhões de reais, e de 29,8% da EDP Brasil, para 248 milhões de reais, de acordo com as estimativas do JPMorgan…

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/negocios/neoenergia-deve-ser-destaque-na-retomada-das-eletricas/

Solar será nova "rainha da eletricidade" entre as renováveis, aponta IEA

A energia solar, impulsionada por contínuas reduções de custos, se tornará a principal impulsionadora do crescimento das renováveis, estabelecendo novos recordes para implantação em cada ano, de 2022 a 2040. É o que apontou o relatório da IEA (Agência Internacional de Energia).

“Vejo a energia solar se tornando o novo rei dos mercados mundiais de eletricidade”, disse Fatih Birol, diretor-executivo da IEA.

“Se governos e investidores intensificarem seus esforços de energia limpa em linha com nosso cenário de desenvolvimento sustentável, o crescimento da energia solar e eólica seria ainda mais espetacular e extremamente encorajador para superar o desafio climático mundial”, acrescentou Birol.

De acordo com o relatório anual World Energy Outlook, as renováveis serão responsáveis por 80% do crescimento na produção global de energia elétrica na próxima década.

O estudo apontou ainda que o uso global de carvão nunca voltará aos níveis anteriores. Em 2040, a participação do carvão na demanda global de energia deve cair para menos de 20% pela primeira vez na história da energia…

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/noticias/item/1115-solar-sera-nova-rainha-da-eletricidade-entre-as-renovaveis-aponta-iea

Empresa de energia anuncia investimentos em parque eólico na Bahia

A Voltalia Energia do Brasil pretende investir na construção de um parque eólico no município de Canudos, com a construção do complexo, que terá a capacidade instalada de 99 Megawatts (MW) com grande potencial para expansão. O protocolo de intenções foi assinado pelo vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), na última sexta-feira, 16.

“Os bons ventos estão sempre trazendo notícia positiva para Bahia. Atraímos um novo parque que vai gerar emprego e renda para o povo baiano. A energia eólica já é a segunda fonte de energia do Brasil e o nosso estado tem contribuído para o crescimento dessa energia no país. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico [ONS], no dia 30 de setembro, o Nordeste bateu recorde na geração eólica e a Bahia foi responsável por 31% da energia gerada”, declarou Leão.

“Estou muito feliz em anunciar a entrada da Voltalia na Bahia. Graças a nossos esforços na expansão e diversificação regional, estamos levando para o estado toda nossa expertise no desenvolvimento, construção e operação de parques eólicos e esperamos que os ventos da Bahia sejam capazes de atender a necessidade de energia elétrica de milhares de residências em todo país ”, afirmou Robert Klein, CEO da Voltalia no Brasil…

Fonte: A Tarde

Leia mais em:

http://atarde.uol.com.br/bahia/noticias/2142899-empresa-de-energia-anuncia-investimentos-em-parque-eolico-na-bahia

Exim Bank dos EUA pode financiar projetos de energia no Brasil

O governo brasileiro assinou nesta terça-feira (20) memorando de entendimento com o Export-Import Bank dos Estados Unidos para facilitar a aquisição de bens e serviços norte-americanos em projetos de investimentos no Brasil. O objetivo é permitir que recursos do banco de crédito do governo dos EUA sejam disponibilizados através de financiamentos, garantias e seguro no valor de até US$ 1 bilhão para projetos no Brasil.

A parceria prevê que os créditos poderão ser utilizados em projetos de telecomunicações (incluindo tecnologia 5G, a próxima geração de rede de internet móvel), energia (incluindo nuclear, petróleo e gás e renováveis), infraestrutura, logística, mineração e manufatura (incluindo aeronaves), de acordo com informações da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

“Fizemos um acordo com o Mercosul, que estava parado há oito anos, com a União Europeia, parado há 20 anos, fizemos um acordo com a Área de Livre Comércio Europeia. Começamos negociações com Japão, Coreia do Sul, Canadá e chegamos a um grande acordo com os americanos para facilitar o comércio, convergência de marcos regulatórios e anticorrupção”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes…

Fonte: Epbr

Leia mais em:

https://epbr.com.br/exim-bank-dos-eua-pode-financiar-projetos-de-energia-no-brasil/

Recorde: Ceará ultrapassa mais de 8 mil sistemas de energia solar na geração distribuída

O Ceará já possui mais de 8 mil sistemas de energia solar contando com mais de 129,4 megawatts (MW) na geração de energia distribuída. Por abrigar um parque solar de 652,2 MW em funcionamento, a Bahia já tem um volume maior em operação (652,2 MW) . Outros 124,6 MW devem ser construídos.

Fortaleza é um dos grandes destaques no Ceará, que sozinha possui 35,8 MW operacionais e ocupa a quarta posição no ranking municipal de geração distribuída solar fotovoltaica, dentre todos os municípios brasileiros.

Segundo levantamento mais recente da ABSOLAR, o ranking estadual da geração solar distribuída é liderado por Minas Gerais, seguido por Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Mato Grosso. No ranking municipal, a primeira colocada é Uberlândia (MG), seguida pelo Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Cuiabá (MT) e Brasília (DF).

Fonte: Focus

Leia mais em:

https://www.focus.jor.br/recorde-ceara-ultrapassa-mais-de-8-mil-sistemas-de-energia-solar-na-geracao-distribuida/