20/12/2021

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, divulgou nesta 2ª feira (20.dez.2021) um cronograma estimado para leilões de compra de energia elétrica. O calendário inclui leilões para a compra de energia elétrica proveniente de empreendimentos novos e existentes, contratação de reserva de capacidade e aquisição de suprimentos para os sistemas isolados. O planejamento vai de maio de 2022 a dezembro de 2024. As datas foram publicadas no DOU (Diário Oficial da União). Eis a íntegra da portaria (70 KB).

Leia o cronograma estimado para a realização leilões:

2022

energia nova “A-4”: maio de 2022;

energia nova “A-5” e “A-6”: agosto de 2022;

suprimento aos sistemas isolados: outubro de 2022;

contratação de reserva de capacidade na forma de energia de reserva:

setembro de 2022; contratação de reserva de capacidade na forma de potência: novembro de 2022;

energia existente “A-1” e “A-2”: dezembro de 2022....

Fonte: Poder 360

Leia mais em:

https://www.poder360.com.br/energia/governo-divulga-datas-de-leiloes-de-compra-de-energia/

Smart grid ready chip under development for smart meters

The chip, which is intended for incorporation in smart meters, is designed to provide a new level of situational awareness and real time control at the grid edge to enhance resiliency and support the further integration of distributed energy resources.

Utilidata’s machine learning software leverages real-time data from smart meters and other distribution grid devices to detect anomalies. This is being combined with NVIDIA’s Jetson edge AI computing platform and AI Enterprise software to deliver an enhanced computational and analytical capabilities.

Jess Melanson, President and COO of Utilidata, likens the development to providing the industry with its version of Waze or Google Maps, but instead of coffee shops and traffic, it will understand power flow, electric vehicle charging demand, solar production and customer usage profiles.

“The processing power will allow each node to monitor for anomalies and compare them in real-time against a growing library that will learn the difference between a tree branch, cyber attack or impending equipment failure,” he says.

Melanson further promises: “A grid with this type of computing power could provide instantaneous solar interconnection, seamlessly integrate millions of EVs without expensive grid upgrades, engage continuous demand management, predict and prevent outages and offer grid operators the ability to execute surgical, targeted demand shedding during an emergency.”...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-grid/smart-grid-ready-chip-under-development-for-smart-meters/

Plano de negócios da Eletrobras mostra maior foco em transmissão

A Eletrobras divulgou na sexta-feira o plano diretor de negócios e gestão aprovado pelo conselho de administração para 2022 a 2026, com previsão de investimentos de R$ 48,3 bilhões. O documento aponta que a companhia quer ganhar espaço principalmente no segmento de transmissão depois da privatização, prevista pelo governo para ocorrer em 2022.

A empresa prevê aumento de 17,6% nos investimentos em relação ao que havia sido anunciado no plano anterior, para o período de 2021 a 2025. A maior parte do valor vai para as áreas de geração e transmissão, que receberão, respectivamente, R$ 17,88 bilhões e R$ 19,96 bilhões em cinco anos.

A companhia indica que deve buscar novos projetos de linhas de transmissão. Em relação ao previsto anteriormente, os investimentos em transmissão tiveram aumento de 87%, enquanto a geração teve queda de 31%. Especialistas têm alertado que a estatal precisa ampliar investimentos e voltar a participar de leilões para novas concessões. Do contrário, a Eletrobras perderá participação no mercado para grupos privados...

Fonte: Abinee - Valor Econômico

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=343950&sid=105

US smart meter penetration continues to increase

This represented an over 9% increase from 2018 – indicating that rollouts are continuing at a steady rate – and amounted to just over 60% of the 157.2 million meters in the US.

Nevertheless, the penetration varies markedly across the country, from almost three quarters in the Pacific and West South Central divisions to less than one quarter in New England.

Moreover in most regions the residential penetration is greater than that in the commercial and industrial customer classes.

Overall, the average penetration is now above 50% in all customer classes, with the 2019 figures being 60.7% for residential, 57.8% for commercial and 53.9% for industrial customers.

These are among the findings of the FERC’s latest assessment of advanced metering, which has been prepared annually since 2006.

As it has been consistently the FERC estimate is lower than that of the Institute for Electric Innovation, which has a December 2019 figure of 99 million advanced meters for a 63% penetration rate, while its December 2020 figure is 107 million.

The report also assesses the status of demand response and finds that from 2018 to 2019, customer enrollment in retail incentive-based demand response programmes increased by 1.1 million, while customer enrollment in retail dynamic pricing programmes increased by

1.7 million…

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-meters/us-smart-meter-penetration-continues-to-increase/

IEA: 2021 poderá registrar recorde global de geração térmica a carvão

O mundo poderá registrar recorde de geração térmica a carvão em 2021, aponta relatório da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês). A entidade aponta que, após apresentar redução em 2019 e 2020, a fonte fóssil deverá ter crescimento de 9% na geração nesse ano.

Conforme o estudo, divulgado nesta sexta-feira (17/12), o cenário é estimulado pela retomada econômica global, que tem impulsionado a demanda por eletricidade em um ritmo mais rápido que fontes de baixo carbono conseguem acompanhar. O aumento de preços do gás natural também ajuda a tornar o carvão mais competitivo.

A demanda global média por carvão, incluindo usos que vão além da geração de energia, como produção de aços e cimento, tem crescimento projetado em 6% em 2021. O desempenho não é superior aos níveis alcançados em 2013 e 2014. Porém, a IEA indica que fatores climáticos e econômicos poderão fazer com que a fonte atinja patamares recordes de demanda em 2022, permanecendo em alta pelos próximos dois anos.

O diretor-executivo da IEA, Fatih Birol, aponta que o carvão é a maior fonte de emissões de carbono do mundo e que o nível recorde de produção atingido nesse ano é um sinal preocupante para agenda de neutralidade climática.

“Sem ações fortes e imediatas por parte de governos para reduzir as emissões de carvão, de uma forma que seja justa, acessível e segura para quem é afetado, teremos poucas chances de limitar o aquecimento global em 1.5 °C”, disse o dirigente.

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/noticias/mercado/internacional/iea-2021-podera-registrar-recorde-global-de-geracao-termica-a-carvao

Taesa arremata lote 1 do leilão de LTs

A Taesa arrematou o primeiro lote do Leilão de Linhas de Transmissão desta sexta-feira, 17 de dezembro. Com um lance de R$ 129,9 milhões o deságio chegou a 47,76%. A Receita Anual Permitida máxima era de R$ 248.653.979,81. O lote teve forte disputa com a Copel GT e foi para viva-voz.

O lote 1 é composto pela  LT 500 kV Ponta Grossa – Assis, CD, C1 e C2, com 284 km e pela  LT 525 kV Bateias – Curitiba Leste, CD, C1 e C2, com 79 km de extensão. Com prazo de implantação de 60 meses, o empreendimento passa pelos estados de São Paulo e Paraná e terá investimentos de R$ 1.750.054.467,15.  O projeto traz obras estruturantes para o sistema que supre a Região Metropolitana de Curitiba (PR).

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196929/taesa-arremata-lote-1-do-leilao-de-lts

Leilão de LTs: Lote 2 fica com Sterlite

O lote 2 do leilão de transmissão ficou com a Sterlite. A vitória veio após lance de R$ R$7,093 milhões, que representou deságio na disputa de 66,9 %. A Receita Anual Permitida máxima do lote era de  R$ 20,914.597,77. O lote também foi para a disputa por viva-voz, com a disputa sendo travada entre os consórcios Lobo Guará e Lux Luz, além da própria Sterlite.

Localizado na Bahia, o lote é formado pela Subestação 500 kV Olindina II – transformação – 500/230 kV – (3+1Res) x 150 MVA e respectivas conexões entre os pátios de 500 kV e de 230 kV. O investimento estimado é de R$ 152.130.623,80. A finalidade é a expansão do sistema de transmissão da região do Nordeste Baiano.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196933/leilao-de-lts-lote-2-fica-com-stelite

Rialma vence disputa e leva lote 3 do leilão de LTs

O lote 3 do leilão de LTs foi arrematado pela Rialma Participações. O lance vencedor de R$ 17,1 milhões acarretou um deságio de 27,83%. A Receita Anual Permitida máxima do empreendimento era de R$ 23.693.076,32.

O lote está localizado no estado da Bahia e é formado pela T 230 kV Rio das Éguas – Rio Grande II, C1, com 147 km e pela LT 230 kV Barreiras II – Barreiras, C3, com 18,5 km. Os investimentos no lote deverão chegar a R$ 170.667.958,66 eo prazo de implantação é de 42 meses. As conexões deverão atender a região oeste da Bahia.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196973/rialma-vence-disputa-e-leva-lote-3-do-leilao-de-lts

Com deságio de 58,63%, Neoenergia leva lote 4 do leilão de LTs

A Neoenergia é mais uma vencedora do leilão de LTs realizado nesta sexta-feira, 17 de dezembro, na sede da B3, em São Paulo (SP). A vitória veio após o arremate do lote 4 e um lance de R$ 37,1 milhões e deságio de 58,63%, perante uma Receita Anual Permitida de R$ 89.670.359,01. A Neoenergia e a Cemig GT disputaram o lote no viva-voz, devido a proximidade dos seus lances iniciais.

O lote, que fica no estado de Minas Gerais, é composto pela SE 500 kV Estreito, com três Compensadores Síncronos de -300/+300 Mvar. O empreendimento dá maior confiabilidade e flexibilidade operativa em cenários críticos de alta importação  de energia pelo Sudeste, além de garantir o controle do sistema de tensão em São Paulo. O investimento estimado é de R$ 660.930.910,03.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196955/com-desagio-de-5863-neoenergia-leva-lote-4-do-leilao-de-lts

Lote 5 do leilão de LTs fica com Energisa

O quinto e último lote do leilão de LTs foi arrematado pela Energisa. O lance de R$ 11,3 milhões significou um deságio de 48,6%% na disputa. A Receita Anual Permitida máxima era de R$ 22.018.023,41. O lote, que fica no estado do Amapá, vai demandar investimentos de R$ 161.675.036,08.

O lote cinco consiste na LT 230 kV Macapá – Macapá III, C1, com 10 km; e na SE 230/69 kV Macapá III, com transformação 2 x 150 MVA . Esse empreendimento é uma solução estrutural para atendimento elétrico à região de Macapá.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196960/lote-5-do-leilao-de-lts-fica-com-energisa