20/12/2019

Enel registra melhora nos indicadores de qualidade de fornecimento de energia

A Enel (ELPL3) terminou o mês de outubro com os melhores indicadores de qualidade de fornecimento de energia de toda sua história. A média de interrupções de energia por cliente foi de 3,93 vezes no acumulado do ano, contabilizado desde o mês de outubro de 2018. A duração média anual de interrupções de energia ficou em 6,83 horas por cliente. Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Inscreva-se O avanço nos indicadores da Enel faz jus aos investimentos feito desde que o grupo italiano começou a gerir a concessionária, no meio do ano passado. É importante destacar que até setembro deste ano,, a empresa investiu aproximadamente R$ 1,4 bilhão na distribuidora. Grande parte desses recursos foi utilizada na modernização, fortalecimento e automação da rede elétrica...

Fonte: Suno

Leia mais em:

https://www.sunoresearch.com.br/noticias/enel-aponta-melhora-nos-indicadores-de-qualidade-de-fornecimento-de-energia/

Cteep é a grande vencedora do leilão de transmissão

A Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep) se consagrou como a grande vencedora do leilão de transmissão realizado pela Aneel nesta quinta-feira, 19 de dezembro, após arrematar três lotes e garantir uma receita adicional de R$ 75,9 milhões pelo período de contrato de 30 anos.

O certame, que durou 3h30, apresentou grande disputa em todos os 12 lotes e contou com a participação de empresas tradicionais como Neoenergia, EDP, Energisa, Taesa, Equatorial, Cobra, Celg GT, Cemig, State Grid, além de consórcios e empresas de engenharia...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53121649/cteep-e-a-grande-vencedora-do-leilao-de-transmissao

Agência debate padrão de qualidade no serviço de geração de energia

A ANEEL instaurou abertura da consulta pública que discute a revisão da norma referente ao padrão de qualidade do serviço de geração de energia elétrica prestado por concessionárias de usinas hidrelétricas alcançadas pela Lei nº 12.783/2013, de que trata a Resolução Normativa nº 541/2013 da Agência.
As usinas hidrelétricas alcançadas pelo art. 1º da Lei nº 12.783/13 encontram-se divididas em dois grupos: usinas que são despachadas centralizada e descentralizadamente pelo Operador Nacional do Sistema (ONS). Sendo assim, seus atributos operacionais são distintos e, portanto, seguem padrões de qualidade diferentes. Com a proposta de revisão da norma, a Agência pretende avaliar a adequabilidade dos padrões de qualidade definidos e sua eficácia para manutenção do atendimento adequado do serviço.
Interessados em participar da consulta podem enviar contribuições a partir de 19/12/19 até 17/2/20 para o e-mail: cp043_2019@aneel.gov.br, ou por correspondência para o endereço da ANEEL: SGAN, Quadra 603, Módulo I, Térreo, Protocolo Geral, CEP: 70830-110 - Brasília-DF.

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.aneel.gov.br/sala-de-imprensa-exibicao-2/-/asset_publisher/zXQREz8EVlZ6/content/agencia-debate-padrao-de-qualidade-no-servico-de-geracao-de-energia/656877?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.aneel.gov.br%2Fsala-de-imprensa-exibicao-2%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_zXQREz8EVlZ6%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-2%26p_p_col_pos%3D1%26p_p_col_count%3D3

Leilão da ANEEL com deságio recorde propiciará R$ 4,2 bilhões de investimentos em transmissão

O Leilão de Transmissão Nº 2/2019  realizado pela ANEEL nesta quinta-feira (19/12) em São Paulo terminou com deságio médio recorde de 60,30%, o maior da história dos leilões promovidos pela Agência. Isso significa que a receita dos empreendedores para exploração dos investimentos ficará menor que o previsto inicialmente, contribuindo para modicidade tarifária de energia. O certame propiciará ao País investimentos da ordem de R$ 4,2 bilhões em obras de transmissão de energia elétrica, com estimativa de geração de 8.782 empregos diretos.
“O resultado do leilão foi extremamente exitoso, com deságio recorde e ampla concorrência, o que proporcionará modicidade tarifária, redução nas despesas do encargo CCC,  aumentará a confiabilidade do setor e contribuirá para maior qualidade do serviço de transmissão”, afirmou o diretor-geral André Pepitone. O diretor Rodrigo Limp, relator do processo, pontuou a credibilidade do certame. “Neste ano completamos 20 anos de leilões de transmissão. Isso demonstra a credibilidade do processo que reforça o interesse dos agentes do setor”...

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.aneel.gov.br/sala-de-imprensa-exibicao/-/asset_publisher/XGPXSqdMFHrE/content/leilao-da-aneel-com-desagio-recorde-propiciara-r-4-2-bilhoes-de-investimentos-em-transmissao/656877?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.aneel.gov.br%2Fsala-de-imprensa-exibicao%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_XGPXSqdMFHrE%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-2%26p_p_col_count%3D3