19/08/2020

Especialistas debatem vantagens e desafios do armazenamento de energia no ABSOLAR Inside

A fonte solar e o armazenamento de energia proporcionam, juntos, liberdade e autonomia para os consumidores brasileiros. Essa foi a análise do coordenador do GT (Grupo de Trabalho) de Armazenamento da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), Markus Vlasits, durante o primeiro episódio do ABSOLAR Inside, apresentado nesta terça-feira (18).

“Energia solar e armazenamento se complementam. Essas duas tecnologias andam de mãos dadas e conseguem proporcionar para seus consumidores a autonomia energética que muitos almejam”, afirmou o especialista.

Vlasits também fez uma projeção sobre os preços das baterias nos próximos anos. “No caso das baterias de lítio, por exemplo, temos observado uma redução de quase 90% no seu preço durante os últimos dez anos. Tenho certeza que essa redução de preço vai continuar porque existe muita demanda por bateria, seja para mobilidade elétrica ou para o setor estacionário de armazenamento do hemisfério norte. Então, essa demanda vai providenciar o aumento da cadeia produtiva de bateria e este aumento vai gerar economia de escala, que por sua vez, contribuirá para reduzir o custo de bateria. Isso é ótimo para o setor solar”, enfatizou o executivo...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/noticias/item/866-especialistas-debatem-vantagens-e-desafios-do-armazenamento-de-energia-no-absolar-inside

Vestas conclui primeiro projeto com turbinas gigantes na América Latina

A fabricante de turbinas eólicas Vestas anunciou nesta terça-feira, 18 de agosto, a conclusão do primeiro projeto da América Latina equipado com a máquina V150-4.2 MW, localizado no município de Serra do Mel, no Rio Grande do Norte.

No total, o empreendimento da Echoenergia possui 65 unidades destas turbinas, as mais modernas e potentes já instaladas no Brasil, quebrando a barreira dos 4 MW no país. Produzidas na fábrica da Vestas, em Aquiraz, no Ceará, sob as regras do FINAME II, as turbinas utilizam torres de aço e pás de 73,7 metros de comprimento.

“A conclusão do primeiro projeto com V150-4.2 MW da América Latina é mais um exemplo do nosso pioneirismo no mercado eólico e reforça nossa intenção de liderar a transição para um mundo totalmente abastecido por energias sustentáveis. Além disso, mostra a nossa resiliência neste momento tão delicado, resultado da solidez de operações ao longo dos anos e do que aprendemos com nossas outras instalações ao redor do mundo. Com isso, elaboramos um planejamento que nos permitiu manter todos os compromissos com nossos clientes”, afirma Eric Gomes, diretor de Vendas da Vestas no Brasil, em nota à imprensa...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53144231/vestas-conclui-primeiro-projeto-com-turbinas-gigantes-na-america-latina

Ibope aponta que 90% dos brasileiros desejam gerar a própria energia

A pesquisa de opinião pública 2020, realizada pelo Ibope e pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), sobre o que o brasileiro pensa e quer em relação ao setor elétrico, apontou que 90% dos entrevistados gostaria de criar sua eletricidade por meio de painel solar, eólica ou outra fonte renovável. Em 2014, 77% apoiava a iniciativa.

O estudo ainda mostra que a faixa etária entre 25 a 34 anos é a que mais defende esta ideia (95%), sendo 14 pontos percentuais superior do que os entrevistados com mais 55 anos (81%). Ainda traçando um perfil, a Abraceel destaca que a defesa por este tipo de geração energética cresce até 15% conforme sobe o grau de escolaridade, sendo o menor índice (80%) para cidadãos com até o quarto ano do ensino fundamental completo.

“Além de mostrar uma preocupação crescente com a conscientização ambiental, a pesquisa mostra que o brasileiro está cansado do modelo atual e sabe que paga caro pela conta de luz”, destaca o presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros, em notá à imprensa...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53144200/ibope-aponta-que-90-dos-brasileiros-desejam-gerar-a-propria-energia

Consulta pública debate proposta de reequilíbrio para distribuidoras

A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL abre nesta quarta-feira (19/08) a segunda fase da Consulta Pública nº 035/2020, para discutir com a sociedade metodologias para aplicação de eventuais pedidos de reequilíbrio econômico provocados pela pandemia de Covid-19. As medidas propostas pela Agência visam a regulamentar o art. 6º do Decreto nº 10.350/2020, que trata dos impactos da pandemia para as concessionárias e permissionárias de distribuição. A consulta pública será por via documental e terá duração de 45 dias.
A primeira fase da Consulta Pública, concluída em junho, teve como consequência a Resolução Normativa ANEEL nº 885/2020, que preservou a situação financeira das empresas do setor e permitiu uma diluição dos aumentos nas tarifas de energia elétrica por meio da Conta-Covid, criada a partir do empréstimo de um conjunto de bancos (leia mais aqui). Nessa segunda fase, serão propostos mecanismos de análise de pedido de reequilíbrio economico-financeiro, bem como formas de correção do desequilíbrio decorrentes da queda de arrecadação e da queda de mercado das distribuidoras. Quatro opções são levantadas pela Análise de Impacto Regulatório (AIR) em consulta. Dentre elas, a proposta da Agência é de oferecer às concessionárias de distribuição duas possibilidades de pleito de reequilíbrio econômico-financeiro, a serem mobilizadas de acordo com a magnitude do desequilíbrio verificado...

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.aneel.gov.br/sala-de-imprensa-exibicao-2/-/asset_publisher/zXQREz8EVlZ6/content/consulta-publica-debate-proposta-de-reequilibrio-para-distribuidoras/656877?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.aneel.gov.br%2Fsala-de-imprensa-exibicao-2%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_zXQREz8EVlZ6%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-2%26p_p_col_pos%3D1%26p_p_col_count%3D3

Novo medidor de energia da Elsys permite monitoramento simultâneo do consumo e geração de sistemas fotovoltaicos

A Elsys lançou o medidor de energia EMW-3, voltado para aplicações em geradores fotovoltaicos, programas de eficiência energética, automação residencial, indústria 4.0 e telemetria de geradores, motores e bombas. De acordo com a empresa, o equipamento tem como público-alvo clientes que queiram implementar sistemas de eficiência energética, com foco na redução do consumo. 

Em entrevista ao Portal Solar, o gerente da linha de Telefonia e Internet da Elsys, Eduardo Tolezani, explicou que pesquisas apontaram que clientes buscavam uma solução que monitorasse o consumo de energia e as instalações elétricas, identificando perdas e impactos por meio de relatórios. 

“Alguns dos nossos parceiros buscavam por uma solução que alertasse sobre a iminência de panes, que evitam um impacto nas operações. Buscamos por soluções já existentes, mas não encontramos nenhuma que tivesse as características que consideramos essenciais: simplicidade na instalação e no uso, precisão, confiabilidade e preço acessível”, disse Tolezani... 

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-renovavel/novo-medidor-de-energia-da-elsys-permite-monitoramento-simultaneo-do-consumo-e-geracao-de-sistemas-fotovoltaicos.html

Energia solar está mudando o setor elétrico mundial

Cingapura, a cidade-estado conhecida como uma das cidades mais inteligentes do mundo, anunciou que receberá o investimento de US$ 20 bilhões de dólares para construção da maior fazenda solar do mundo. A fazenda solar será construída na Australia, terá o maior parque de baterias do mundo de 30 GWh e será ligada através de um cabo submarino de 3.800 quilômetros. A princípio, a fazenda solar ocupará uma área de 15.000 hectares e gerará 10 GW de energia. Suficiente para cobrir 20% da demanda de energia do país a partir de 2030.

Energia solar na agenda estratégica dos países desenvolvidos

A expansão dos projetos gigantes de energia solar não param por aí. A Austrália possui planos ambiciosos de mudar seu posicionamento competitivo e liderar o novo mercado de energia global. De fato, a Austrália avança de forma decisiva na transição de uma dos principais exportadores de carvão e gás natural para se tornar uma das líderes no mercado de energia limpa. Outro projeto de dimensões únicas foi anunciado na cidade de Pilbara na Austrália. O projeto visa criar uma fazenda híbrida gigante, solar e eólica, ligada a uma planta de armazenagem de energia de hidrogênio, de forma a garantir suprimento ininterrupto de energia elétrica…

Fonte: DCI

Leia mais em:

https://www.dci.com.br/servicos/energia/energia-solar-esta-mudando-o-setor-eletrico-mundial/7411/

John Deere lança aplicativo de realidade aumentada

A John Deere Brasil acaba de lançar um aplicativo de realidade aumentada que permite a interação com o maquinário da companhia em casa, na rua ou na fazenda. Os clientes já podem ter informações técnicas do trator 5E, entrar na cabine, ligar o motor e ainda conduzir, de forma virtual, o maquinário.

"Esse app é uma clara demonstração de como a companhia valoriza a experiência completa com o produto, seja real ou virtual, desde o seu desenvolvimento até a demonstração final", afirma Kelly Nakaura, gerente de marketing e comunicação da John Deere para América Latina.

O aplicativo de Realidade Aumentada John Deere oferece uma experiência de interação digital, no qual os usuários continuam em contato com o mundo real enquanto interagem com objetos virtuais em torno deles. A companhia iniciou o projeto com o Trator 5E com tecnologia na medida certa que agrega mais performance, agilidade e menor custo... 

Fonte: Grupo Cultivar

Leia mais em:

https://www.grupocultivar.com.br/noticias/john-deere-lanca-aplicativo-de-realidade-aumentada