17/06/2020

Urgent policy change is needed to advance the impact of renewables

Growth in renewable power has been impressive over the past five years, however, too little is happening in the heating, cooling and transport sectors.

This is according to REN21’s Renewables 2020 Global Status Report, which also states that overall, global energy consumption keeps increasing, “eating up the progress made in renewable generation.”

The report points out that the journey towards a climate crisis continues, unless the world makes an immediate switch to renewable energy – in all sectors.

To make the switch, policy change is needed. The report shows that today’s progress is largely the result of policies and regulations initiated years ago, which focus on the power sector. Major barriers seen in heating, cooling and transport have remained in place for almost a decade.

For progress to be made, policies must create the right market conditions in heating, cooling and transport. Plus, policymaking must be collaborative, with decisions spanning and connecting the different sectors...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/policy-regulation/urgent-policy-change-is-needed-to-advance-the-impact-of-renewables/

Webinar abordará cenários do mercado de energia para comercializadoras

A Associação da Indústria de Cogeração de Energia (Cogen) e a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) irão promover na próxima quinta-feira (18), de 10h às 12h, um webinar destinado a debater os cenários no mercado de energia elétrica para as comercializadoras. O evento, que acontecerá através da plataforma Teams, trará as palestras da coordenadora de Gestão e Inteligência de Mercado na Safira Energia, Juliana Hornink, e do sócio-diretor na Nova Energia Comercializadora, Vinicius Pereira.

As apresentações terão duração de até 25 minutos, e irão contemplar uma visão de curto e médio prazo acerca das condições de oferta, demanda, operacionais e temas regulatórios do setor elétrico brasileiro. Depois, um debate será conduzido pelo presidente Executivo da Cogen, Newton Duarte, e pelo gerente de Bioeletricidade da Unica, Zilmar Souza. A coordenação caberá ao diretor de Tecnologia e Regulação da Cogen, Leonardo Caio Filho.

Interessados em participar do webinar devem confirmar presença, através do e-mail rosemeire@cogen.com.br ou pelo (11) 3815-4887/-0031.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53137664/webinar-abordara-cenarios-do-mercado-de-energia-para-comercializadoras

Investir em energia limpa é estratégico na pandemia

Enquanto alguns setores sofrem com consequências graves devido a pandemia de Covid-19, outros evidenciam a sua importância nesse momento.

Empresas ligadas a preservação do meio ambiente e redução de custos, por exemplo, estão se tornando uma tendência ainda mais forte. Nessa categoria, o mercado de energia sustentável é um dos protagonistas.

No Brasil, a energia fotovoltaica já era considerada uma forte aliada da economia e vinha ganhando cada vez mais destaque no País.

“Com as dificuldades econômicas atuais e a necessidade de cuidar melhor do bem-estar da população, esse tipo de investimento, popularmente conhecido como energia solar, se tornou uma das principais apostas para os próximos anos”, diz Alexandre Leocádio, Diretor Comercial da Amerisolar Brasil, multinacional responsável pela fabricação de painéis solares recém instalada em território nacional...

Fonte: Diário do Comércio

Leia mais em:

https://diariodocomercio.com.br/negocios/investir-em-energia-limpa-e-estrategico-na-pandemia/

Gastos em renováveis devem superar petróleo e gás, diz Goldman 

Gastos em energia renovável devem superar o valor investido na exploração de petróleo e gás pela primeira vez no próximo ano, segundo o Goldman Sachs. O banco destaca que a energia limpa oferece oportunidade de investimentos de US$ 16 trilhões até 2030. Energias renováveis, que incluem biocombustíveis, devem responder por cerca de 25% de todos os gastos em energia em 2021 em relação aos 15% em 2014, disseram analistas do Goldman, entre eles Michele Della Vigna, em relatório de 16 de junho. O impulso se deve em parte por custos divergentes de capital, já que os juros de empréstimos subiram até 20% para projetos de hidrocarbonetos em comparação com apenas 3% para energia limpa.

A energia limpa pode atrair investimentos em infraestrutura entre US$ 1 e US$ 2 trilhões por ano e criar de 15 a 20 milhões de empregos no mundo todo. Já o alto custo de capital para o desenvolvimento de combustíveis fósseis reduz os investimentos, o que pode elevar os preços do petróleo e do gás e, por sua vez, estimular uma transição energética mais rápida. "A energia renovável se tornará a maior área de gastos no setor de energia em 2021, segundo nossas estimativas, superando a exploração petróleo e gás pela primeira vez na história", disse o Goldman…

Fonte: Uol

Leia mais em:

https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2020/06/17/gastos-em-renovaveis-devem-superar-petroleo-e-gas-diz-goldman.htm

Governo sanciona lei que veta corte de luz nos fins de semana e feriados

O presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que proíbe distribuidoras de energia elétrica de realizarem cortes de luz de clientes sem aviso prévio e durante finais de semana ou feriados.

A sanção, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, segue-se à aprovação de projeto de lei com a proposta pelo Senado em 25 de maio.

O autor da matéria, senador Weverton Rocha (PDT-MA), defendeu a necessidade da medida ao alegar que consumidores inadimplentes acabam penalizados porque não conseguem pagar as contas nesses dias para religação imediata.

Segundo a lei, fica vedada a suspensão do serviço por inadimplemento em sextas-feiras, sábados e domingos, bem como em feriados ou vésperas.

Também fica definido que as distribuidoras devem comunicar o consumidor sobre o corte e o dia em que ele ocorrerá, sendo que não haverá cobrança de taxa de religação em caso de descumprimento da exigência de notificação prévia, o que também gerará multa às concessionárias...

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/brasil/governo-sanciona-lei-que-veta-corte-de-luz-nos-fins-de-semana-e-feriados/

EDP Smart investe R$ 5,5 milhões e lança e-commerce

A EDP Smart, divisão que reúne o portfólio de soluções em energia da EDP, principal acionista da Celesc em Santa Catarina, acaba de lançar uma nova plataforma de e-commerce para o mercado voltado ao varejo.

Com investimento de cerca de R$ 5,5 milhões, a companhia oferece aos clientes residenciais a possibilidade de compra de seus produtos por meio da internet e está preparada para atender todo o Brasil.

O novo e-commerce faz parte da estratégia para que o EBITDA da empresa supere 10% do valor consolidado até 2023.

A expectativa é que pelo menos 30% das vendas ocorram por meio da plataforma, podendo chegar a 100% em determinadas linhas de negócio.

Soluções como serviços residenciais e seguros passam a ser ofertadas no site.

Além delas, todos os outros serviços B2C, como Facilita EDP (assistência 24h), Energia Solar e Mobilidade Elétrica, também são comercializados na página.

A nova jornada permite realizar a contratação dos serviços da EDP Smart com pagamento por cartão de crédito, boleto ou inserção na fatura de energia…

Fonte: Economia SC

Leia mais em:

https://www.economiasc.com/2020/06/16/edp-smart-investe-r-55-milhoes-e-lanca-e-commerce/

Solar Group investe R$ 19 milhões em nova fábrica no Brasil

A Solar Group, indústria especializada em estruturas de fixação para o mercado de geração solar, investirá R$ 19 milhões em uma nova unidade fabril localizada na cidade de Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo.

Com capacidade quatro vezes maior da atual fábrica localizada em Itapevi, também na Grande São Paulo, a planta de estruturas de fixação metálicas atenderá aos mercados do Brasil e latino-americanos de energia solar fotovoltaica, com produtos para sistemas de geração distribuída em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos.

Segundo comunicado divulgado pela Solar Group nesta segunda-feira, 15 de junho, a nova fábrica dará suporte a uma “série de lançamentos de produtos e tecnologias que a empresa fará no segundo semestre deste ano”.

Atualmente, a companhia conta com 210 colaboradores e já comercializou mais de 940 MWp em estruturas para geração solar distribuída sobre telhados e lajes em todo o território brasileiro.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53137531/solar-group-investe-r-19-milhoes-em-nova-fabrica-no-brasil