18/05/2022

A Equatorial Pará realizará a construção de uma subestação de energia na cidade de Pacajá, localizada no sudoeste paraense. O investimento será na ordem R$ 4,5 milhões e vai aumentar a capacidade do sistema, melhorando a qualidade do fornecimento de energia elétrica, para os moradores do município e do entorno.

De acordo com a distribuidora, a capacidade do novo empreendimento será de 34,5 kV e as melhorias vão garantir mais confiabilidade e também possibilitarão a instalação de novos empreendimentos, contribuindo para o fortalecimento do desenvolvimento econômico da cidade.

Em fevereiro deste ano a Equatorial iniciou os procedimentos legais com a Liberação do Projeto, e na última sexta-feira, 13 de maio, a empresa recebeu da prefeitura de Pacajá o terreno onde será construído a subestação. Com isso a distribuidora de energia pretende entregar para população de Pacajá no primeiro semestre de 2023 a subestação energizada e operando 100%.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53211896/equatorial-para-anuncia-construcao-de-se-em-pacaja

Robô é desenvolvido pelo Lactec para inspeção de SE de alta tensão

Pesquisadores do Lactec desenvolveram um robô dotado de equipamentos de alta tecnologia e inteligência para rotinas de inspeção e de monitoramento em subestações de extra alta tensão (500 kV), que visam assegurar o funcionamento dos equipamentos e a estabilidade do sistema.

Batizado de LacBot, o robô pode realizar as atividades de forma autônoma ou teleoperada, a partir de um centro de controle, identificando situações anormais e necessidades de intervenções para manutenção. O robô é equipado com câmeras termográfica e visível, para captar imagens em alta definição, em 360 graus, e outros dispositivos para medição de umidade, temperatura ambiente e de ruídos sonoros, que possam indicar anormalidades nas condições de operação dos equipamentos da subestação.

De acordo com o Lactec, a aplicação de um robô terrestre móvel, além de aprimorar os processos de operação, monitoramento e manutenção de sistemas elétricos de potência, visa reduzir a exposição dos operadores aos riscos inerentes ao ambiente de uma subestação de energia...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53211936/robo-e-desenvolvido-pelo-lactec-para-inspecao-de-se-de-alta-tensao

Mais de 220 mil residências estão sem energia elétrica no Rio Grande do Sul por causa da passagem do ciclone Yakecan pelo sul do país. Ventos fortes foram registrados na tarde e noite de hoje, derrubando árvores, postes e fiações elétricas em municípios, que estavam em estado de alerta.

No estado, as regiões da Campanha, do Sul e do Centro-Sul foram as primeiras a sofrerem interrupção no fornecimento de energia. Segundo a CEEE Equatorial, fornecedora de parte do Rio Grande do Sul, 182 mil estão sem luz em municípios como Porto Alegre, Guaíba, Viamão, Alvorada, Charqueadas, Barra do Ribeiro, Mariana Pimentel, Eldorado do Sul, Imbé, Mostardas, Tavares, Tramandaí, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, Chuí, São José do Norte, Pelotas, São Lourenço do Sul, Bagé e Cerro Grande do Sul.

Outras 44 mil pessoas, atendidas pela RGE, estão igualmente sem acesso à energia elétrica, nas regiões de Canoas, Gravataí, Vale dos Sinos, Planalto, Serra e Vale do Rio Pardo...

Fonte: Uol

Leia mais em:

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2022/05/17/yakecan-ciclone-deixa-mais-de-220-mil-sem-energia-eletrica-no-rs.htm

National Grid to test assessment data automation with drones and AI

Formed through a collaboration with deep tech start-ups Keen AI and sees.ai, the system uses automated drones flown ‘Beyond Visual Line of Sight’, which refers to operating drones at distances outside the normal visible range of the pilot.

The drones will be flown at such a distance to gather detailed close-quarter data, which will then be processed using artificial intelligence (AI).

Mark Simmons, conditioning monitoring manager at NGET, stated: “Maintaining and investing in our transmission infrastructure is critical to a safe and reliable electricity network.

“This technology will be vital in the future as we connect more and more renewable and low carbon power, expanding our network and delivering world class reliability. We look forward to the technology complementing the methods we currently use to help our operational teams manage safety, inspections and maintenance.”…

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/data_analytics/national-grid-to-test-assessment-data-automation-with-drones-and-ai/

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira (17/5) o aperfeiçoamento da regulamentação associada a reforços e melhorias em instalações de transmissão de energia elétrica e propostas de aprimoramento normativo associadas. O tema foi discutido em duas fases da Consulta Pública 030/2020, realizadas nos períodos de 16 de abril a 25 de junho de 2020 e de 15 de outubro a 29 de novembro de 2021.

Entre os aprimoramentos aprovados estão:

- Definição explicita das expressões reforços de grande porte; reforços de pequeno porte; melhorias de grande porte; e melhorias de pequeno porte.

- Autorização de implantação de reforços de grande porte com estabelecimento prévio de RAP, tendo como base o escopo determinado no Plano de Outorgas.

- Aprimoramento do conceito de Melhorias, conforme a lógica contábil de investimento, diferenciando-as de atividades de operação e manutenção;

A ANEEL estabeleceu o prazo de noventa dias para que o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apresente à Agência as minutas dos Procedimentos de Rede afetados pelos normativos aprovados…

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.gov.br/aneel/pt-br/assuntos/noticias/2022/aprovada-a-air-sobre-reforcos-e-melhorias-nas-instalacoes-de-transmissao

Cemig pretende investir cerca de R$ 3 bilhões em 2022

A Cemig anunciou em teleconferência realizada nesta segunda-feira, 16 de maio, que investiu R$ 500 milhões no primeiro trimestre 2022, 39% superior ao 1T21, apesar das dificuldades enfrentadas na cadeia de suprimentos e pressões de aumento de custos. “A Cemig pretende investir cerca de R$ 3 bilhões em 2022. Estamos otimistas para os investimentos que estamos realizando. É um programa ambicioso”, disse o presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi Filho.

Do total investido no 1T22, R$ 423 milhões foram destinados a distribuição, R$ 51 milhões em transmissão, R$ 14 milhões em geração e R$ 11 milhões em investimentos Gasmig. Além disso, a companhia afirmou que pretende investir R$ 22,5 bilhões em Minas Gerais até 2050.

Os números financeiros do primeiro trimestre de 2022 apresentados refletem a consistência do planejamento estratégico, ambição e o foco em Minas Gerais – grande ponto central. A Cemig reportou um lucro líquido de R$ 1,46 bilhão no 1T22, um crescimento de 245% em relação ao primeiro trimestre de 2021, quando registrou R$ 422 milhões...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53211774/cemig-pretende-investir-cerca-de-r-3-bilhoes-em-2022