16/09/2019

Wall St cai após ataques na Arábia Saudita, mas ações de energia avançam

Os índices acionários de Wall Street caíam nesta-segunda-feira, depois que ataques a instalações de petróleo bruto da Arábia Saudita no fim de semana bloquearam 5% da oferta mundial da commodity, o que se somava a preocupações acerca do crescimento global, enquanto o enfraquecido setor de energia saltava após os contratos do petróleo dispararem mais de 10%...

Fonte: Extra - Globo 

Leia mais em:

https://extra.globo.com/noticias/economia/wall-st-cai-apos-ataques-na-arabia-saudita-mas-acoes-de-energia-avancam-23951203.html

Audiência discute criação do Código Brasileiro de Energia Elétrica

Comissão Especial do Código Brasileiro de Energia Elétrica promove nova audiência pública nesta terça-feira (17), desta vez a pedido dos deputados Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) e Luis Miranda (DEM-DF).

"O setor de energia elétrica, primordial para o desenvolvimento econômico e social do Brasil, vem passando por uma intensa fase de debates sobre os rumos a serem tomados", afirma Arnaldo Jardim...

Fonte: Camara Legislativa

Leia mais em:

https://www.camara.leg.br/noticias/584844-audiencia-discute-criacao-do-codigo-brasileiro-de-energia-eletrica/

Discussão sobre redução de subsídio cria boom no setor de energia solar

Diante da perspectiva de mudanças legais, empresas costumam suspender investimentos à espera da uma definição. No caso da geração de energia solar está ocorrendo o inverso. A mudança nas regras em discussão na Aneel (agência reguladora do setor) impulsiona um boom de investimentos –especificamente na chamada geração distribuída...

Fonte: Folha PE

Leia mais em:

https://www.folhape.com.br/economia/economia/energia/2019/09/16/NWS,116435,10,719,ECONOMIA,2373-DISCUSSAO-SOBRE-REDUCAO-SUBSIDIO-CRIA-BOOM-SETOR-ENERGIA-SOLAR.aspx

Mudança de regra atinge a geração distribuída

As mudanças nas regras de geração distribuída - categoria na qual o consumidor gera sua própria energia, localmente ou de forma remota - a partir de 2020 podem inviabilizar investimentos em novos empreendimentos em grande parte do país, de acordo com um estudo feito pela Clean Energy Latin America (Cela) com a Bright Strategies. O negócio, atualmente, têm incentivo que o tornam atrativo ao investidor...

Fonte: Abinee - Valor Econômico

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=305164&sid=105

Total partners with Envision to boost commercial solar in China

Less than two weeks after stating its claim in offshore wind energy in the UK and French offshore wind markets, international oil heavyweight Total has joined forces with Chinese clean energy company Envision, to develop solar-powered distributed energy resources (DERs) in China.

The two companies have formed a 50/50 group venture, named TEESS, to develop solar projects for business-to-business customers.

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/distributed-generation/total-partners-with-envision-to-boost-commercial-solar-in-china/

Ceron passa a se chamar apenas Energisa Rondônia

A marca Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) deixará de existir nesta segunda-feira (16). A partir de agora, a empresa passa a se chamar apenas Energisa Rondônia.

A mudança de nome acontece um ano depois do grupo Energisa arrematar a Ceron, durante um leilão realizado em São Paulo.

Segundo a Energisa Rondônia, desde agosto do ano passado já foram investidos mais de R$ 221 milhões para melhoria da qualidade de energia no estado...

Fonte: G1.Globo

Leia mais em:

https://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2019/09/15/ceron-passa-a-se-chamar-apenas-energisa-rondonia.ghtml