16/07/2021

Célula termossolar coleta dois tipos de energia para funcionar dia e noite

Célula coleta dois tipos de energia

Um novo dispositivo capaz de coletar dois tipos de energia abre o caminho para a geração de eletricidade limpa e renovável 24 horas por dia.

Já sabemos há pelo menos 200 anos que a eletricidade pode ser gerada a partir de um gradiente de temperatura, um fenômeno conhecido como geração termoelétrica. Mais recentemente, os pesquisadores vêm desenvolvendo tecnologias de conversão termoelétrica alterando parâmetros dos materiais e introduzindo novos princípios.

Por exemplo, materiais magnéticos podem gerar uma tensão termoelétrica induzindo um fluxo de spins de elétrons ao longo de um gradiente de temperatura, chamado efeito de spin Seebeck. E simplesmente aumentar o comprimento de um componente perpendicularmente ao gradiente aumenta a voltagem...

Fonte: Abinee - Inovação Tecnológica

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=340170&sid=105

Energia solar é uma boa aposta para empresas de tecnologia no Brasil

O cenário para o setor solar no Brasil é promissor. Com mais de 6 GW em potência instalada em GD (geração distribuída) fotovoltaica, o país conta com diversas empresas que apostam neste segmento e têm tido resultados expressivos.

Dentre estas empresas, está a Horus Distribuidora de Soluções Tecnológicas, atuante há mais de 45 anos e especializada em tecnologia de valor agregado. No primeiro quadrimestre deste ano, a empresa teve alta de 76% em seu faturamento.

Hoje, a Horus tem sede em Brasília (DF) e conta com mais seis unidades, sendo três em Goiás, uma no Tocantins e uma no Ceará. Seu portfólio inclui marcas como Canadian, Jinko, Trina, Fronius e Goodwe.

“Pela experiência de 45 anos de mercado, e com o propósito de distribuir o que há de melhor em tecnologia, nossos clientes tiveram confiança em nos ter como fornecedor de soluções fotovoltaicas. Fechamos parceria com as melhores marcas do segmento e com nossa sólida política comercial, preços competitivos e disponibilidade de financiamento da solução, o resultado tem sido extremamente positivo”, destaca Tarcísio Augusto Dario, diretor da Horus...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/energia-solar-e-uma-boa-aposta-para-empresas-de-tecnologia-no-brasil/

O governo do Estado do Rio Grande do Sul estima que o leilão da última parte do grupo CEEE sob sua gestão deverá ocorrer em dezembro deste ano ainda. A previsão é de que o edital seja publicado entre os meses de agosto e setembro, o certame ocorra no último mês e a transferência da companhia até fevereiro. O BNDES também é o responsável pela modelagem do certame assim como foi nas duas outras privatizações da empresa gaúcha de energia, e diz que o cronograma está em andamento e deverá ser atendido dessa forma.

Segundo o presidente da CEEE, Marcos Soligo, ainda há algumas questões a serem resolvidas como participações acionárias que a companhia tem em usinas de menor porte e outros assuntos envolvendo inadimplências e pontos regulatórios que precisam ser esclarecidos com a Agência Nacional de Energia Elétrica.

“A liquidação da operação de privatização da CEEE-G deverá ocorrer no início de fevereiro”, confirmou ele em entrevista coletiva após o leilão da CEEE-T...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53180726/ceee-g-devera-ser-privatizada-em-dezembro

Shell e Gerdau anunciam joint venture para energia solar em MG

A Shell Brasil e a Gerdau assinaram um termo de cooperação para o desenvolvimento de um parque fotovoltaico no município de Brasilândia de Minas, norte de Minas Gerais. O termo estabelece as premissas para a discussão e constituição de uma joint venture.

Com capacidade instalada de 190 MW, o parque Aquarii fornecerá parte da energia limpa para as unidades de produção de aço da Gerdau e outra para ser comercializada no mercado livre através da comercializadora de energia da Shell, a partir de 2024.

A joint venture, que terá participação igualitária das duas empresas, faz parte da estratégia de transição energética e descarbonização de ambas corporações. Aquarii também venderá energia para consumidores livres, ajudando a aumentar o parque gerador de Minas e contribuindo para a segurança energética da região com mais energia renovável.

Este é o primeiro projeto da Shell em energia solar no Brasil, um marco que diversifica ainda mais a atuação da companhia no país, que há três anos decidiu desenvolver projetos envolvendo a fonte, que na área de energia se somam aos investimentos na sua comercializadora e na termelétrica Marlim Azul.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53180690/shell-e-gerdau-anunciam-joint-venture-para-energia-solar-em-mg

Mauricio Velloso deixa presidência da Equatorial Piauí

A Equatorial Energia comunicou ao mercado que o Conselho de Administração de sua controlada indireta, a Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica – CEEE-D, decidiu eleger o Maurício Alvares da Silva Velloso Ferreira para o cargo de Diretor-Presidente, a partir de 14 de julho de 2021.

Em substituição à Mauricio Velloso, que atuava como Presidente da Equatorial Piauí, a companhia informou que Lener Jayme foi nomeado para o cargo. Lener é formado em Engenharia Elétrica pelo Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL com MBA em Gestão e Gerenciamento de Projetos pela George Whashington University. Possui 33 anos dedicados à gestão em empresas concessionárias de serviços públicos, nos segmentos de telecomunicações e energia.

Já Mauricio Velloso ingressou no Grupo Equatorial em 2019, tendo liderado desde 2020 o processo de turnaround da Equatorial Piauí, na condição de Diretor-Presidente. É engenheiro eletricista formado pela Universidade de Brasília com especialização em Administração Financeira pela Fundação Getúlio Vargas – FGV e especialização em Telecomunicações pela Universidade de Brasília e pós-graduação (MBA) em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53180588/mauricio-velloso-deixa-presidencia-da-equatorial-piaui

Com o objetivo de modernizar ainda mais o sistema elétrico mineiro, a Cemig está investindo cerca de R$ 173 milhões na instalação de 7.445 religadores na sua área de concessão nesse ano, tanto em áreas urbanas quanto rurais, com 558 novos equipamentos apenas na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Caso haja um problema na rede elétrica de distribuição, como sobrecarga por curto circuito, os religadores automáticos realizam ciclos de aberturas e fechamentos da rede, solucionando na maioria das vezes ocorrências temporárias como ventanias, raios ou materiais externos em contato com a rede, isolando os trechos com defeitos em casos mais complexos

Entre 2018 a 2022, os investimentos da companhia em melhorias em linhas de distribuição, subestações, religadores, redes de média e baixa tensão e medidores somará R$ 6 bilhões. O valor contribuirá para viabilizar o desenvolvimento econômico e social do estado, uma vez que será distribuído por todas as regiões de Minas Gerais. Já para esse ano o aporte é superior a R$ 2 bilhões.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53180496/cemig-aporta-r-170-mi-para-instalar-mais-de-7-mil-religadores

Consumidores ganham 16 novas usinas solares para o serviço de assinatura

Os consumidores brasileiros que buscam reduzir os gastos com a energia elétrica poderão usufruir do serviço de energia por assinatura que será gerado por 16 novas usinas solares.

A implementação do projeto foi anunciada pelo grupo Gera Soluções, empresa brasileira de comercialização e geração de energia renovável. A previsão é que as usinas fiquem prontas até o final de 2021.

Os novos complexos fotovoltaicos serão construídos por empresas parceiras do grupo Gera nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais, que já possuem o serviço para pessoas jurídicas.

“Com essa expansão para mais quatro estados para pessoa jurídica e mais solução para pessoa física em Minas Gerais, consolidamos essa solução com foco em levar para os consumidores uma opção de economia sem a necessidade de investimento próprio”, afirma Ramon Oliveira, diretor do Grupo Gera…

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/consumidores-ganham-16-novas-usinas-solares-para-o-servico-de-assinatura/

Equatorial lança plano de 100 dias para virada na CEEE-D

A Equatorial Energia iniciou um plano de trabalho de 100 dias na distribuidora CEEE-D (RS) que prevê a construção de 208 quilômetros de redes de distribuição e de três novas subestações, além da conexão de 87 mil famílias à rede. O grupo assumiu a empresa de distribuição do Rio Grande do Sul ontem, depois de vencer o leilão de privatização da companhia em março. De acordo com o recém-anunciado presidente da CEEE-D, Maurício Velloso, a companhia tem 2400 ações previstas para os primeiros 100 dias após a privatização. O objetivo é melhorar os indicadores de qualidade de atendimento e reduzir os custos operacionais por consumidor (PMSO).

“Temos que trabalhar nas perdas [da concessionária], que estão extremamente elevadas. Isso impacta a tarifa e o recolhimento de ICMS. Temos que adequar o PMSO para patamares menores e trazer um equilíbrio, para que a companhia possa se alavancar e fazer os investimentos necessários para a manutenção e crescimento”, disse Velloso em evento online…

Fonte: Abinee - Valor Econômico

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=340121&sid=105