15/12/2021

Modern protocol for the smart grid

Smart metering sets the stage for a smart grid “system” offering increased functionality via built-in two-way communications and smart grid applications, many of which provide improved and expanded customer service.

However, DSOs should think beyond the meter and toward an overall system solution that delivers dramatic improvements in utility operations, reliability, and customer-service capabilities by offering detailed usage information, demand metering, detailed power-quality data, energy loss information, timely outage information and flexible billing options. Consumers, DSOs, and retailers all benefit from smart grid development.

The smart grid helps customers better manage their energy use and costs. It is important for utilities to ensure a high level of reliability and service to their customers, and this will become more challenging in the near future because of the additions of renewable energy sources, electric vehicles and distributed generation.

A smart grid will make it possible for DSOs to more effectively and efficiently manage the distribution network. A smart grid can improve management of the transmission and distribution assets, as well as a supplier’s generation portfolio, in order to keep pace with customers’ increasing electricity usage and peak demand...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-grid/modern-protocol-for-the-smart-grid/

Arizona utility selects Landis+Gyr to expand smart metering with new prepayment system

Landis+Gyr and PayGo have partnered to deliver and manage the new prepayment and electronic billing system for the third-largest community-based utility in the US.

Salt River Project signed a 10-year deal for the implementation and operation of the system with Landis+Gyr as part of its M-Power prepay programme, which is designed to optimise consumer billing, revenue collection and customer services.

The project enables the utility to expand smart metering services to consumers and allows them to improve energy efficiency, access data regarding their usage behavior in real-time and make use of digital billing.

Today, the utility’s prepay programme has 160,000 subscribers.

Rudy Navarro, senior director of customer services at Salt River Project, said: “Customer satisfaction and reliability is paramount to SRP’s core mission and our M-Power programme continues to be a popular option for many of our customers. Oftentimes, M-Power customers use the programme as a helpful budgeting tool to manage their monthly energy usage and expenses...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-meters/arizona-utility-selects-landisgyr-to-expand-smart-metering-with-new-energy-prepayment-system/

Aneel aprova Agenda Regulatória 2022/2023 acatando pedidos da Abraceel

No dia 07.12, a Aneel aprovou sua Agenda Regulatória para o biênio 2022/2023, a qual teve pleitos acatados da Abraceel, entre eles, a priorização do aperfeiçoamento da REN 843/2019, sobre governança do PLD, e o aprimoramento da comercialização varejista.

Também foi acatada como prioritária a sugestão da Abraceel para aprimorar as condições de monitoramento do mercado de energia elétrica e, adicionalmente, o aprimoramento das garantias financeiras no MCP foi englobado entre os temas preferenciais. Na temática de comercialização, estão previstas 4 tomadas de subsídios, 7 consultas públicas, 3 audiências públicas e 10 resoluções normativas.

Em setembro, a Aneel realizou a Tomada de Subsídios 13/21 sobre o tema. Na ocasião, a Abraceel sugeriu que fossem priorizadas as seguintes atividades: aprimoramento da comercialização varejista, revisão da REN 843/19, aprimoramento das garantias financeiras do MCP, aprimoramento do monitoramento da alavancagem e aperfeiçoamento do processo de migração ao mercado livre. A íntegra da nossa contribuição está disponível no site, clicando aqui.

Como resultado das contribuições recebidas, a Agência elaborou proposta de Agenda Regulatória 2022/2023, que incorporou as principais sugestões apresentadas pela Abraceel.

Fonte: Abraceel

Leia mais em:

https://abraceel.com.br/blog/2021/12/aneel-aprova-agenda-regulatoria-2022-2023-acatando-pedidos-da-abraceel/

Abraceel discute abertura de mercado com Aneel e MME

Durante o mês de novembro, a Abraceel se reuniu com a Aneel e o MME para apresentar o mapeamento das contribuições da Tomada de Subsídios n° 10/21 da Agência sobre abertura de mercado.

Nenhuma das contribuições é contrária à abertura de mercado e quase a totalidade das contribuições defendeu que a opção de escolha do fornecedor deve ser dada a todos os consumidores.

Em relação ao cronograma de abertura, a maioria acredita que depende de pré-requisitos, consistentes com outras ações da modernização do setor, além de muitas menções sobre ser de forma gradual. Em relação à alta tensão, a convergência é para a possibilidade de abertura total em 2024. Já para a baixa tensão, as contribuições foram mais dispersas com uma concordância no horizonte de cinco anos.

Sobre o tratamento dos contratos legados, as contribuições se voltaram para o aperfeiçoamento dos mecanismos de descontratação de forma eficiente (MVE, MCSD e MCSD-EN) e para um cronograma gradual que acompanhe os legados. Também apareceu como solução a criação do encargo de sobrecontratação…

Fonte: Abraceel

Leia mais em:

https://abraceel.com.br/blog/2021/12/abraceel-discute-abertura-de-mercado-com-aneel-e-mme/

Governo abre caminho para novo socorro ao setor elétrico

Medida provisória editada ontem abre espaço para novo socorro ao setor elétrico. Objetivo é evitar um “tarifaço” nas contas de luz em 2022, ano de eleições presidenciais. A previsão é de que o empréstimo fique em torno de R$ 15 bilhões e o dinheiro seja usado em ações para evitar falhas no fornecimento.

Depois de semanas de expectativas, o governo publicou ontem uma medida provisória que abre espaço para um novo socorro financeiro ao setor elétrico, cujo objetivo é evitar um “tarifaço” nas contas de luz em 2022, ano de eleições presidenciais. O empréstimo será usado para bancar as medidas emergenciais colocadas em práticas para evitar falhas no fornecimento de energia na esteira da escassez nos reservatórios das usinas hidrelétricas – e deve ser pago nos anos seguintes.

A medida provisória foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União e tem força de lei. Para se tornar definitiva, no entanto, será necessária a aprovação da Câmara e do Senado em um prazo de até 120 dias…

Fonte: Abinee - O Estado de SP

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=343794&sid=105

Câmara aprova projeto que obriga contratação até 2040 de termelétricas a carvão, que são muito poluentes

Combustível que está sendo abandonado em todo o planeta e que é considerado um dos principais poluidores da atmosfera, o carvão mineral ganhou uma sobrevida no Brasil por conta de um projeto aprovado pela Câmara dos Deputados na noite desta segunda-feira.

O texto, que ainda precisa passar pelo Senado, garante a contratação da energia gerada por termelétricas movidas a carvão mineral em Santa Catarina. Isso se torna um incentivo, na prática, porque a tendência em todo o mundo é não contratar mais esse tipo de fonte de energia.

O projeto aprovado na Câmara determina a prorrogação dos contratos do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, no Sul de Santa Catarina, até 2040. Portanto, até essa data, as usinas dessa região continuariam gerando energia para o sistema elétrico naciona.

A proposta aprovada em votação simbólica na Câmara, com votos contrários apenas do Novo, garante ainda “uma receita fixa suficiente para cobrir os custos associados à geração contratual de que trata esse parágrafo, incluindo custos com combustível primário e secundário associados, custos variáveis operacionais, assim como a adequada remuneração do custo de capital empregado nos empreendimentos”...

Fonte: Abinee - O Globo

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=343798&sid=105

Câmara aprova subvenção a distribuidoras de pequeno porte

A Câmara dos Deputados aprovou na última segunda-feira, 13 de dezembro, o Projeto de Lei 712/19, do Senado, que prevê subvenção econômica da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) para subsidiar as tarifas de consumidores de energia elétrica de distribuidoras com mercado próprio anual inferior a 350 GWh.

O texto aprovado é um substitutivo da relatora, deputada Geovania de Sá (PSDB-SC), que incluiu emenda para prorrogar, até 2040, a compra de energia elétrica gerada por termelétricas movidas a carvão mineral em Santa Catarina. Devido às mudanças, a matéria retorna ao Senado para nova votação.

De acordo com o texto, a subvenção criada pelo projeto pretende garantir modicidade nas tarifas de pequenas distribuidoras de energia a fim de que os preços não sejam superiores às tarifas de concessionárias de áreas adjacentes com mercado próprio anual superior a 700 GWh, quando localizadas na mesma unidade federativa. A verificação das diferenças tarifárias entre esses dois tipos de concessionárias deverá ocorrer entre as tarifas vigentes na data do processo de revisão daquela com pequeno mercado (até 350 GWh)...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196619/camara-aprova-subvencao-a-distribuidoras-de-pequeno-porte

Chesf desenvolve Sistema Inteligente de Gestão da Inovação

No âmbito do Programa de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D+I) da Aneel, a Chesf desenvolveu o Sistema Inteligente de Gestão da Inovação (SiGi), criado para gerir todos os processos concernentes à inovação da Empresa. Iniciado no final de 2015 e finalizado no início de 2021, o novo sistema recebeu investimentos de R$ 4,4 milhões e foi executado em parceria com o Centro Latino Americano para Inovação, Excelência e Qualidade (Claeq), sediado em Fortaleza (CE).

De acordo a Chesf, o SiGi tem como foco a gestão inteligente do processo de inovação. O Sistema incorpora recentes ferramentas de inteligência e algoritmos matemáticos, que incluem a adaptação do método Technology Readiness Level (TRL), desenvolvido pela NASA, em conjunto com o método Demand Readiness Level (DRL) e o método multicritério Analytic Hierarchy Process (AHP), que foram adaptados de forma original à realidade regulatória, técnica e administrativa do Setor.

Através do SiGi, qualquer empregado da Chesf poderá registrar demandas de inovação e, a partir daí, iniciar as demais fases do processo de inovação que engloba: (1) recebimento e tratamento da demanda de inovação; (2) seleção, (3) elaboração e (4) desenvolvimento de projetos de inovação que podem ser de natureza interna ou com parceria externa; e a (5) inserção do produto no ambiente da Chesf com a definição da melhor estratégica para sua exploração comercial através do processo de vitrine tecnológica.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53196468/chesf-desenvolve-sistema-inteligente-de-gestao-da-inovacao

Huayu lança solução de armazenamento para mercado brasileiro

A fabricante de inversores fotovoltaicos Huayu anunciou uma novidade para o mercado de armazenamento de energia no Brasil: o Energy Storage Solution.

De acordo com a empresa, o equipamento pode funcionar como backup – garantindo um fornecimento contínuo de energia em caso de interrupção da rede ou desempenho ruim da turbina eólica ou gerador a diesel, por exemplo.

“A solução pode ajudar os proprietários de casas a maximizar o autoconsumo, que é quando você produz eletricidade e a usa para alimentar seus eletrodomésticos, e aumentar a independência energética”, ressaltou a companhia em nota.

Com um controle inteligente do fluxo de eletricidade, o produto é projetado para mudar os modos de trabalho de um sistema de carga rápida entre on-grid, off-grid e padrão de backup.

“Isto permite aos proprietários de residências obter uma conta de energia financeiramente vantajosa e fonte de alimentação estável graças às suas capacidades de exportação zero, corte de pico e UPS (fonte de energia ininterrupta)”, explicou a empresa...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/huayu-lanca-solucao-de-armazenamento-para-mercado-brasileiro/

Kstar começa produção de sua nova fábrica com automação inteligente

A fabricante Kstar iniciou a operação da sua nova fábrica com automação inteligente na cidade de Huizhou, província de Guangdong, na China.

Com a capacidade de produção expandida, o objetivo estratégico da empresa é elevar sua presença no mercado fotovoltaico internacional.

A unidade fabril conta com três linhas de produção automatizadas compatíveis com a produção de todos os inversores string.

Entre eles, o inversor 1-8 kW (incluindo o armazenamento de energia), cuja produção é de 55 mil unidades por ano; o inversor 10-60 kW, com 30 mil unidades por ano; e o inversor 70-250 kW, com 20 mil unidades por ano.

Além disso, a nova unidade conta com uma oficina e possui plataforma de gestão digital de manufatura unificada e montagem semiautomática implementando o conceito de “One Stream”, realizando produção híbrida, com colaboração dos funcionários junto aos equipamentos...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/kstar-comeca-producao-de-sua-nova-fabrica-com-automacao-inteligente/