15/03/2021

Conta de luz no Rio sobe a partir de hoje, e cidade terá 3ª tarifa mais cara do Brasil

A partir desta segunda-feira, as contas de luz do Rio ficarão mais caras e se tornarão as mais altas do país. Os clientes residenciais (de baixa tensão) da Light terão uma alta de 4,67%. Já os clientes residenciais da Enel Distribuição Rio, que atende Niterói, Região dos Lagos e o Norte Fluminense, terão uma alta de 4,65%.

Os reajustes foram aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na semana passada. Os aumentos farão com que a tarifa da Enel seja a mais cara do Brasil, de acordo com a Aneel. A conta da Light é a terceira mais cara do país. Em segundo lugar está a tarifa da distribuidora de energia do Pará.

Para os consumidores industriais (de alta tensão) da Light, o aumento médio será ainda maior, de 11,83%. No caso da Enel Rio, esse grupo de consumidores terá uma alta de 10,38% nas suas tarifas...

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/brasil/conta-de-luz-no-rio-sobe-a-partir-de-hoje-e-cidade-tera-3a-tarifa-mais-cara-do-brasil/

Copel adota sistema de gerenciamento desenvolvido pelo Cepel

A Copel passará a utilizar o Sistema de Gerenciamento e Análise Automática de Oscilografias, desenvolvido pelo Cepel para análise de perturbações em sistemas elétricos de potência. O SINAPE.Net é uma ferramenta web que facilita o trabalho do analista de perturbações, possibilitando-lhe focar na análise do evento que impactou o sistema de potência, reduzindo a necessidade de realizar diversas tarefas repetitivas. Hoje, além de ser usado pelo ONS, dentro do sistema SPERT, o SINAPE.Net está presente em empresas como Furnas, Eletrosul, Light, Isa Cteep e Cemig, dentre outras companhias do setor.

De acordo com a Cepel, os procedimentos de rede do ONS, os barramentos de subestações e equipamentos elétricos primários da rede básica, incluindo linhas de transmissão, devem ser monitorados por sistema de oscilografia. São milhares de pontos e, quando ocorre um evento de caráter mais sistêmico, vários oscilógrafos são disparados simultaneamente, sendo gerada uma quantidade considerável de registros...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53166226/copel-adota-sistema-de-gerenciamento-desenvolvido-pelo-cepel

Enel X anuncia parceria com o CDP por soluções sustentáveis de energia

A Enel X anunciou nesta sexta-feira, 12 de março, a parceria com a instituição sem fins lucrativos CDP – Disclose Insight Action (CDP) como um provedor de soluções de energia renovável com certificação Ouro. O acordo de parceria assinado entre os dois players visa aumentar o acesso das empresas a soluções de energia renovável. Como um provedor de soluções credenciado CDP Ouro, a Enel X está apta a aumentar seu alcance no fornecimento de serviços de consultoria em soluções de energia sustentável para empresas.

A companhia informou que conta com equipes especializadas de engenheiros e consultores que podem ajudar as empresas a planejar roteiros de energia sustentável personalizados e que se integrem perfeitamente ao projeto corporativo de cada negócio específico. Da estratégia e implementação até a otimização, a Enel X oferece aos seus clientes serviços que incluem consultoria sobre contratos de compra de energia (PPAs), estratégia de energia renovável, mapeamento de carbono, contabilidade de carbono e engajamento de partes interessadas...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53166300/enel-x-anuncia-parceria-com-o-cdp-por-solucoes-sustentaveis-de-energia

Energisa vai construir 15 parques solares em 2021

A Energisa vai construir mais 15 parques solares em 2021 com destinação ao aluguel de energia por cotas, chegando a 76 MWp em projetos administrados pela subsidiária Alsol Energias Renováveis, informou o presidente da Energisa, Ricardo Botelho, durante teleconferência com acionistas nessa sexta-feira, 12 de março.

O executivo salientou que esse tipo de contratação atingiu 27 MWp ao longo de 2020 na controlada, que também está realizando iniciativas de microrredes e mobilidade elétrica solar, desenvolvendo produtos para serem lançados futuramente no mercado.

“Vamos intensificar nossa estratégia para oferta de produtos e serviços ao tema energético e verticais, como a fintech Evoltz, aproveitando nosso ecossistema com presença local e capilaridade”, comentou Botelho.

Ele destacou a atuação da comercializadora, que atingiu a 23º posição no ranking de energia transacionada na CCEE, um bom avanço em relação ao ano interior, além da Energisa Soluções, que tem se consolidado em sua média histórica de crescimento…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53166294/energisa-vai-construir-15-parques-solares-em-2021

Nos primeiros dois meses de 2021, fonte solar fotovoltaica totaliza 270 MW de potência instalada no Brasil

Segundo dados atualizados do infográfico da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a fonte solar fotovoltaica, nas modalidades de geração distribuída e centralizada, somou 270 megawatts (MW) de potência instalada no Brasil nos dois primeiros meses de 2021. O levantamento também indica que a geração solar alcançou, ao final de fevereiro, a marca de 8.010 MW, após finalizar o ano de 2020 com 7.740 MW.

Nesse período, passando de 3.093 MW para 3.104 MW, a potência instalada na geração centralizada demonstrou um acréscimo de 11 MW. O setor responde por 1,7% da matriz elétrica brasileira e por 39% do setor solar do país. Já a geração distribuída (GD), ao longo dos dois meses, saiu de 4.646 MW para 4.906 MW, totalizando 260 MW em novas instalações. Devido a essa performance, o segmento superou a marca de 8 GW…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/geracao-solar/nos-primeiros-dois-meses-de-2021-fonte-solar-fotovoltaica-totaliza-270-mw-de-potencia-instalada-no-brasil.html

Com objetivo de produzir 20 GW de módulos fotovoltaicos e células na China, JA Solar possui planos para novo complexo industrial

A JA Solar planeja um novo complexo industrial na China, situado na Zona de Desenvolvimento Econômico de Qidong. A empresa firmou, com o governo local, um contrato de investimento para a elaboração de um projeto com capacidade de 20 gigawatts (GW) em módulos fotovoltaicos e 20 GW em células solares. A unidade fabril custará aproximadamente US$ 1,56 bilhão, e o seu desenvolvimento deve levar quatro anos.

Esse desenvolvimento contará, tanto na linha de montagem de módulos quanto na operação de células, com três fases de cerca de 6.66 GW cada. A companhia não publicou o cronograma referente às expansões, uma vez que uma assembleia de acionistas e uma revisão interna do conselho administrativo ainda não foram realizadas…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/empresas-de-energia-solar/com-objetivo-de-produzir-20-gw-de-modulos-fotovoltaicos-e-celulas-na-china-ja-solar-possui-planos-para-novo-complexo-industrial.html

Com Mesh, Microsoft aposta que hologramas serão o futuro do trabalho

Na última quarta-feira (3), durante a Ignite, conferência anual Microsoft, a gigante da tecnologia revelou um vislumbre ousado do futuro em sua colaboração ao avanço digital: o Mesh, uma nova experiência de realidade mista criada para moldar a forma com que as pessoas trabalham e se socializam online.

Desenvolvido pela plataforma de nuvem Azure da Microsoft e projetado para funcionar em uma variedade de dispositivos, incluindo nos headsets Hololens, óculos de realidade virtual tradicionais, telefones e muito mais, o Mesh é a visão da Microsoft de uma evolução nas ferramentas de trabalho online atuais que, para a maioria das pessoas, geralmente consistem em documentos compartilhados, emails, um aplicativo de mensagens (Teams, Slack, entre outros) e uma programação aparentemente ininterrupta de videoconferências…

Fonte: Gizmodo Uol

Leia mais em:

https://gizmodo.uol.com.br/novidade-microsoft-mesh/

A realidade virtual vai mudar o mercado; entenda por que

Você já assistiu o filme “Tron: O Legado?” Lançado em 2010, a trama acompanha a história de Sam Flynn, um jovem de 27 anos que entra em uma realidade virtual com o objetivo de procurar por seu desaparecido pai. Lá, ele interage com um mundo novo, criado artificialmente e onde as possibilidades são infinitas. Parece algo extremamente fantasioso, não? Mas saiba que esse tipo de tecnologia já existe – e pode ter um papel importante no futuro dos negócios.

Claro, hoje em dia somos incapazes de criar interfaces virtuais da magnitude e complexidade retratadas na ficção. Mas isso não significa que a tecnologia atual seja incapaz de proporcionar experiências inovadoras, imersivas e marcantes. Mas para entender todo o potencial dessa discussão, precisamos entender um novo conceito e que promete se tornar uma grande tendência no futuro: as X-Realities…

Fonte: Consumidor Moderno

Leia mais em:

https://www.consumidormoderno.com.br/2021/03/02/realidade-virtual-mudar-mercado-entenda-por-que/