14/08/2020

Isenção de impostos para energia solar pode prejudicar consumidor. Entenda

O governo brasileiro zerou a alíquota de importação de equipamentos para geração de energia solar. A medida, que vale até o final do ano, visa incentivar a criação de projetos na área, no momento em que a desvalorização do real frente ao dólar aumenta os custos dos produtos. Mas, esse corte no imposto pode ser um tiro no pé, especialmente para a indústria nacional. 

Segundo Bárbara Rubim, CEO da Brigth Strategies, consultoria especializada no mercado de energia solar, a medida preocupa os fabricantes locais de equipamentos. Isso porque a maior parte dos produtos que tiveram as alíquotas reduzidas é voltada para projetos de geração centralizada, como grandes fazendas solares. “No caso dos pequenos sistemas de geração solar, em residências e comércios, há pouco benefício”, afirma Rubim...

Fonte: Exame

Leia mais em:

https://exame.com/esg/isencao-de-impostos-para-energia-solar-pode-prejudicar-consumidor-entenda/

Taesa analisa parcerias para o leilão e mira novas aquisições

A Taesa avalia todos os lotes que estarão em disputa no leilão de transmissão agendado para 7 de dezembro. Em teleconferência ao mercado nessa quinta-feira, 13 de agosto, o diretor de Negócios e Gestão de Participações da Taesa, Marcus Vinicius, afirmou que o apetite da companhia dependerá da capacidade de balanço levando em consideração o desembolso do capex a partir do segundo para terceiro ano dos projetos, mais próximo da entrega para operação comercial. O executivo comentou que a transmissora tem considerado também possíveis parcerias para o certame, algumas já em execução e outras ainda em análise.

Sobre o item publicado recentemente pela Aneel para redução da quantidade dos lotes e da relação RAP X Capex, Marcus entende que isso irá demandar uma maior preocupação das empresas, que deverão empreender estudos mais detalhados e profundos para suas participações. “Com a impossibilidade de vender os lotes ainda em construção, acreditamos que o número vai diminuir mas a competição continuará acirrada”, prevê...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53143659/taesa-analisa-parcerias-para-o-leilao-e-mira-novas-aquisicoes

Distribuidoras recebem mais R$ 969 milhões da Conta-Covid

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) operacionalizou o segundo repasse do empréstimo da Conta-Covid para as distribuidoras impactadas pela redução de consumo e inadimplência devido à pandemia de coronavírus. Nesta parcela, foram transferidos R$ 969,3 milhões.

Em julho, a CCEE depositou a primeira parcela, de R$ 11,4 bilhões. Com a transação realizada na última quarta-feira, 12 de agosto, o repasse até o momento totaliza aproximadamente R$ 12,4 bilhões, o que corresponde a 84% do total de repasses previstos.

A CCEE destacou, em nota, que a Amazonas Energia e a Companhia de Eletricidade do Amapá – CEA permanecem sem receber os valores contratados pela Conta-Covid porque estão com pendências na Aneel.

Outras dez distribuidoras já receberam todos os montantes previstos em seus termos de adesão e, portanto, não estão previstos mais repasses relacionados à operação. São elas: Celesc, Copel, CPFL Piratininga, Demei, EDP ES, Eletroacre, Enel SP, Energisa SE, Energisa SS e Mux...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53143625/distribuidoras-recebem-mais-r-969-milhoes-da-conta-covid

Enel X lança plataforma para gestão do consumo de empresas

A Enel X anunciou para a quarta-feira, 12 de agosto, o lançamento de uma plataforma digital para monitoramento em tempo real do consumo energético de empresas através da coleta, análise e comparação de dados relacionados ao uso de energia em termos de demanda, custos e outras variáveis. A solução, aponta a empresa, também proporciona visibilidade do uso da eletricidade e detecta pontos de desperdício, apoiando a implementação de um plano de eficiência energética.

De acordo com a companhia, o sistema pode ser customizável conforme as necessidades, peculiaridades e tamanho de cada empresa, permitindo o recebimento de alertas sobre desperdícios, podendo conferir medidas de economia, também em tempo real.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53143528/enel-x-lanca-plataforma-para-gestao-do-consumo-de-empresas

ANEEL saúda aprovação histórica de solução para o GSF no Senado

A aprovação, pelo Senado Federal, da solução para a questão do GSF é um marco histórico para o setor elétrico, avalia a ANEEL. Com a aprovação do Projeto de Lei nesta quinta-feira (13/8), o tema agora vai para sanção presidencial.
"O setor elétrico esperava há anos por esse desfecho, que foi possível graças ao diálogo construído a muitas mãos no Parlamento, em esforço notável  liderado pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque e pelo senador Marcos Rogério, juntamente com a ANEEL e demais agentes do setor", disse o diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, que acompanhou a votação no Senado, junto do presidente da Casa, senador Davi Alcolumbre, e do ministro Bento Albuquerque. Os diretores da ANEEL Sandoval Feitosa e Erain Cruz também acompanharm a votação no Senado...

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://www.aneel.gov.br/sala-de-imprensa-exibicao-2/-/asset_publisher/zXQREz8EVlZ6/content/aneel-sauda-aprovacao-historica-de-solucao-para-o-gsf-no-senado/656877?inheritRedirect=false&redirect=https%3A%2F%2Fwww.aneel.gov.br%2Fsala-de-imprensa-exibicao-2%3Fp_p_id%3D101_INSTANCE_zXQREz8EVlZ6%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-2%26p_p_col_pos%3D1%26p_p_col_count%3D3