12/02/2020

Eletrificação na Europa pode reduzir em 60% emissões até 2050

A eletrificação dos setores de transporte, edifícios e indústrias na Europa pode reduzir em 60% as emissões de gases de efeito estufa até 2050. A conclusão faz parte de um novo relatório publicado pela BloombergNEF (BNEF), divulgado na última terça-feira, 11 de fevereiro. Escrito em parceria com a Eaton e a Statkraft, intitulado “Setor de acoplamento na Europa: alimentando a descarbonização” aponta que esse caminho pode ocorrer através de uma mistura de alterações classificadas de diretas e indiretas.

A primeira envolveria a proliferação de veículos elétricos no máximo possível do setor de transportes e a expansão de sistemas de aquecimento elétrico, como bombas de calor em edifícios e em algumas partes da indústria. Já a indireta refere-se a uma mudança para o “hidrogênio verde” – produzido por eletrólise usando eletricidade renovável – como combustível para fornecer calor aos edifícios e ao maior número de processos industriais possível, que, de outro modo, dependeriam de combustíveis fósseis...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53126624/eletrificacao-na-europa-pode-reduzir-em-60-emissoes-ate-2050

Envo inaugura fazenda solar para GD em Americana

A Envo, braço do grupo CPFL Energia voltado para o mercado de geração distribuída, inaugurou na última terça-feira, 11 de fevereiro, uma nova usina de geração solar na cidade de Americana, em São Paulo. A empresa investiu R$ 4,6 milhões no empreendimento, que conta com 3.320 módulos e potência instalada de 1,12 MW, volume suficiente para abastecer cerca de 738 residências.

Ao possibilitar a produção elétrica por meio de recursos renováveis, a usina contribuirá para evitar a emissão de 131 toneladas de CO2 na atmosfera, o equivalente ao plantio de aproximadamente 900 árvores. Para o diretor Comercial da CPFL Soluções e Envo, Flávio Souza, “as obras aconteceram em conformidade com a demanda de um mercado crescente e que irá ampliar o portfólio de fontes renováveis da companhia, dando sua contribuição para a preservação do meio ambiente”, avalia...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53126696/envo-inaugura-fazenda-solar-para-gd-em-americana

Nova regra aperfeiçoa medição de indicadores de tensão

Novas regras de medição por amostragem dos indicadores de tensão na rede das distribuidoras prevêem a instalação de medidores permanentes nas unidades consumidoras sorteadas a partir de 2021 e a certificação dessa medição pela norma ISO 9000 a partir de 2022. A mudança aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica atende recomendação do Tribunal de Contas da União sobre a necessidade de melhoria no processo de aferição dos indicadores.

A Aneel reconhece que há assimetria de informações no procedimento de apuração atual. Ele começa com o sorteio pela agência das unidades consumidoras que serão submetidas a medições para cálculo dos indicadores em cada área de concessão e o eventual pagamento de compensações por ultrapassagem dos limites estabelecidos. No processo, que não é certificado, são instalados medidores provisórios, que fazem a leitura apenas no período de apuração e retirados em seguida...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://canalenergia.com.br/noticias/53126573/nova-regra-aperfeicoa-medicao-de-indicadores-de-tensao

Brasil Comercializadora de Energias realiza leilão dia 13

A Brasil Comercializadora de Energias realizará leilão eletrônico no dia 13 de fevereiro para comercializar energia elétrica de fonte convencional de dez produtos para os submercados Sudeste/Centro-Oeste, destinado ao atendimento dos agentes do mercado livre de energia. O processo será disponibilizado em ambiente eletrônico da empresa Suati. O início dos períodos de fornecimento vai de abril deste ano (Produto 1) até julho de 2021 (Produto 10).

O certame será aberto aos proponentes no dia 13, às 15h e os lances e mais informações sobres os produtos podem ser verificados neste link. Para participar do leilão é preciso ser pessoa jurídica, devidamente registrada na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, nas modalidades de consumidor livre ou especial, comercializador, gerador, produtor independente, autoprodutor, importador e exportador de energia.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53126583/brasil-comercializadora-de-energias-realiza-leilao-dia-13