10/05/2021

Bureau Veritas assume gestão e fiscalização do Projeto Solaris

O Bureau Veritas, especializada em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), atua novamente com a Sterlite Power no Brasil, empresa de transmissão de energia. Dessa vez, o Grupo assume a gestão e fiscalização do projeto Solaris, desenvolvido para levar eletricidade para regiões distantes em Minas Gerais, e torna-se o responsável pelas obras de mais de 200 quilômetros de linhas de transmissão e subestações de energia no estado.

O grupo informou que o Projeto Solaris amplia a atuação da Sterlite Power no Brasil em Minas Gerais, alcançando as regiões mais distantes e com menos acesso à eletricidade. O sistema é composto pelas linhas de transmissão Janaúba 3, com extensão aproximada de 93 km; Pirapora 2 – Três Marias com extensão aproximada de 112,2 km, e pela subestação Janaúba.

Em comunicado enviado à imprensa, o Bureau Veritas disse que seu papel é utilizar toda a sua experiência de certificação de quase 200 anos em mais de 140 países para medir, supervisionar, comandar, controlar, administrar e apoiar todas as etapas do projeto. Primeiro é realizado o gerenciamento do contrato, levando em consideração orçamento de custos, materiais e controle de diferentes empresas que também fazem parte do projeto, como projetistas e fabricantes. Na etapa de Obras, o Grupo é o responsável por fiscalizar e garantir que as normas e requisitos de meio ambiente sejam cumpridas corretamente e com segurança.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53172102/bureau-veritas-assume-gestao-e-fiscalizacao-do-projeto-solaris

Cristiane Fernandes é a nova diretora da EDP SP

A EDP anunciou Cristiane Fernandes como nova diretora de sua distribuidora em São Paulo. Com bacharelado em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (USP) e mestrado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a executiva possui 20 anos de experiência no setor e vai liderar um investimento recorde da companhia no Estado.

Segundo a EDP, entre 2021 e 2025, a EDP destinará R$ 3 bilhões à sua área de concessão no Estado, que atende cerca de 2 milhões de clientes em Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo. Trata-se de praticamente o dobro do realizado no intervalo anterior.

Em comunicado, a EDP destacou que sob a liderança da nova diretora, a empresa terá como foco a expansão da rede, preparando o sistema elétrico para o desenvolvimento das 28 cidades da área de atuação; melhorias operacionais, redução de perdas, como o combate ao furto de energia; investimento em digitalização e atendimento ao cliente. Para isso, a Companhia entende ser necessária uma rede de distribuição segura, confiável, monitorada e flexível.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53172084/cristiane-fernandes-e-a-nova-diretora-da-edp-sp

Schneider Electric lança projeto para reduzir a pegada de CO2

A Schneider Electric, empresa de transformação digital de gerenciamento e automação de energia, lançou o Projeto Carbono Zero. Sob a nova iniciativa, a empresa fará parceria com seus mil principais fornecedores, que representam 70% das emissões de carbono da companhia, para reduzir pela metade as emissões de CO2 de suas operações até 2025. A iniciativa faz parte das metas de sustentabilidade da Schneider para 2021-2025.

De acordo com a Schneider, no programa a empresa fornecerá ferramentas e recursos aos participantes para ajudá-los a definir e atingir as próprias metas de redução de carbono. Primeiramente, os fornecedores serão incentivados a quantificar suas emissões de CO2 usando as ferramentas digitais da empresa. Então, utilizarão esses dados para definir metas e estratégias de redução de emissões. Eles também trabalharão para atingir seus objetivos por meio de iniciativas de descarbonização, como eficiência energética ou energias renováveis. O Projeto Carbono Zero permitirá o intercâmbio de melhores práticas com colegas e parceiros para acessar outras soluções inovadoras para a descarbonização...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53171976/schneider-electric-lanca-projeto-para-reduzir-a-pegada-de-co2

Em maio, setor solar tem oportunidades em todas as regiões do país por meio de licitações

No mês de maio, o mercado solar fotovoltaico possui oportunidades de negócios por meio de licitações em todas as regiões do Brasil. Órgãos públicos e prefeituras contam com processos concorrenciais para prestadores de serviços e fornecedores. A Prefeitura Municipal de Porto Walter, no Acre, possui licitação para inserção de sistema solar fotovoltaico. As propostas deverão ser abertas até o dia 7 de maio.

Com prazo para início dos projetos para o dia 7 de maio, a Prefeitura Municipal de Serra Dourada, situada na Bahia, procura contratação de empresa especializada para instalação de sistema fotovoltaico em escolas municipais, com aproveitamento da energia remanescente nas outras unidades consumidoras da Secretaria de Educação, seguindo as condições das resoluções normativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Prefeitura Municipal de Munhoz de Mello, localizada no Paraná, possui processo para adquirir usina fotovoltaica destinada à geração de energia para compensação de energia consumida pela iluminação pública, com potência de 145,14 kwp, e para prédios públicos, com potência de 278,80 kwp, com objetivo de assegurar seu total funcionamento por meio do desenvolvimento e execução de todos os serviços complementares de operação e projetos executivos. Os projetos deverão ser abertos até o dia 10 de maio…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-solar-nas-cidades/em-maio-setor-solar-tem-oportunidades-em-todas-as-regioes-do-pais-por-meio-de-licitacoes.html

SMA alcança 2,5 GW de potência em fonte solar na América Latina

A América Latina possui um alto potencial para a geração de energia solar, por conta de sua posição estratégica.  De acordo com Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o mercado na região é considerado o mais dinâmico do setor.

Para a fabricante de inversores fotovoltaicos SMA, as experiências de mercado não foram diferentes. A empresa alcançou o marco de 2,5 GW de potência em tecnologia solar fotovoltaica na região.

“Este crescimento é um reflexo das ótimas parcerias firmadas na América Latina e no Brasil. Em 2021, a SMA investirá mais em equipe, suporte técnico e marketing para toda a região. Especialmente para o time no Brasil, que contará com o aumento da sua equipe especializada para as áreas de Serviços, Engenharia, Vendas e Finanças”, afirma Daniel Rosende, gerente geral da SMA para a América Latina.

Segundo a SMA, os produtos que contribuíram com a conquista incluem o Sunny Highpower PEAK3, o Sunny Tripower CORE1, a Sunny Central series e a MVPS(Medium-Voltage Power Station), que fizeram sucesso no Chile e no Brasil…

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/sma-alcanca-25-gw-de-potencia-em-fonte-solar-na-america-latina/