08/10/2021

Apetite voraz da China por energia expõe tensões antes da Cúpula do Clima da ONU

No extremo norte de uma vasta cidade industrial chinesa, tochas de soldadura brilham enquanto os trabalhadores terminam a construção de uma usina a gás para substituir uma que queimava carvão e encobria a vizinhança com uma nuvem de fuligem.

Ela é uma das várias enormes usinas movidas a gás sendo construídas para produzir mais eletricidade para essa extensa cidade industrial de cerca de 10 milhões de habitantes, onde o aumento da demanda por energia levou ao racionamento e apagões que agora estão atingindo o Leste da China e ameaçam as cadeias de abastecimento internacionais.

Esse arquipélago de usinas de energia destaca uma realidade inquietante na luta global para desacelerar as mudanças climáticas. A China queima mais combustíveis fósseis do que qualquer outra nação, tornando-se a principal fonte no planeta de gases do efeito estufa que aquecem a Terra. E seu apetite voraz por eletricidade só cresce...

Fonte: O Globo

Leia mais em:

https://oglobo.globo.com/mundo/apetite-voraz-da-china-por-energia-expoe-tensoes-antes-da-cupula-do-clima-da-onu-25228844

Vendas de veículos elétricos no mês de agosto aumentam 332%, segundo BYD

A BYD apresentou 67.630 automóveis comercializados no mundo em agosto. Isso é um avanço de 90,5% ante o mesmo período do ano passado e de 18,7% ante o mês anterior. Os veículos elétricos contribuíram com 60.508 unidades, sendo um crescimento de 331,9% sobre 2020.

Em relação às vendas dos veículos elétricos a bateria, o número cresceu para 30.382 unidades em agosto, ou seja, 222,7% em relação ao ano passado. Segundo dados de vendas dos veículos elétricos, em julho deste ano, a BYD, depois de 26 meses, voltou a liderar o ranking das vendas globais em um único mês, passando a Volkswagen e permanecendo em terceiro lugar nas vendas acumuladas dos meses de janeiro a julho.

“Depois de atingir a marca de 50.000 unidades, as vendas mensais de automóveis elétricos da BYD continuam a crescer, aumentando a participação de mercado da empresa”, aponta comunicado da companhia.

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-renovavel/vendas-de-veiculos-eletricos-no-mes-de-agosto-aumentam-332-segundo-byd.html

Setor elétrico reage aos “jabutis” de R$ 46,5 bi na MP da crise hídrica 

Associações e entidades que representam o setor elétrico estão preocupadas com o novo relatório da Medida Provisória Nº 1.055 – a chamada MP da Crise Hídrica – que visa garantir o fornecimento de energia às indústrias e lares brasileiros em meio a maior seca dos últimos 91 anos.

O novo relatório, apresentado pelo deputado federal Adolfo Viana (PSDB/BA), no dia 1º de outubro, vem recebendo críticas por acrescentar tópicos que destoam do propósito da medida – os famosos “jabutis”.

O documento, basicamente, acrescenta mudanças para o setor elétrico, alterando leis e garantindo benefícios a fontes de geração que não possuem qualquer relação com o tema. Entre os tópicos mais polêmicos estão os que preveem o fornecimento de subsídios para usinas de carvão e a construção de novos gasodutos para termelétricas.

No começo desta semana, ao menos dez entidades do setor energético assinaram um manifesto de repúdio à MP, alegando que o movimento traz benefícios desnecessários para a maioria dos segmentos da economia...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/setor-eletrico-reage-aos-jabutis-de-r-465-bi-na-mp-da-crise-hidrica/

Brazil’s smart grid deployment gets a push

The award to the Brazilian Association of Electricity Distributors (Abradee) is intended to provide technical assistance to analyse regulatory scenarios to support and enable further smart grid deployments in Brazil.

Specifically, the focus will be on two main topics, viz public policies and economic regulation models that could further facilitate investments and encourage the modernisation of the electricity distribution networks across Brazil.

With the results that emerge, Abradee, together with Brazil’s electricity regulatory agency Aneel, the telecommunications regulatory agency Anatel and the national electricity system operator ONS intend to seek public policies that can lead to a full deployment of smart grids in the country.

“USTDA’s grant will provide Brazilian electricity distributors an opportunity to collaborate with US industry and observe how the United States has developed smart grids and regulatory best practices,” commented Abradee President, Marcos Madureira…

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/smart-grid/brazils-smart-grid-deployment-gets-a-push/

Crise energética na China e Índia terá repercussão global

A grave falta de energia na China e na Índia, os dois principais motores do crescimento econômico mundial, lançam uma sombra sobre as perspectivas econômicas da Ásia e elevam o risco de pressão inflacionária pela região.

Vários economistas especializados em China veem uma desaceleração considerável da segunda maior economia do mundo nos próximos meses, em razão do impacto da falta de energia na produção industrial e dos problemas desaceleração do setor imobiliário.

“Reduzimos nossas previsões de crescimento da China de 5% a 3,6% [no quarto trimestre] e de 5,8% a 5,4% em 2022”, disse Louis Kuiis, chefe de assuntos econômicos na Ásia da Oxford Economics. “[E] isso apesar de nossa expectativa de alterações na política econômica [no quarto trimestre] para incentivar o crescimento.”

Andrew Batson, diretor da firma de análises Gavekal, disse que o “crescimento na China se desacelerará nos próximos meses, em vista do aprofundamento do retrocesso [no setor] imobiliário e da disseminação da falta de energia”. Ele ressalta, no entanto, que a força das exportações e a solidez dos investimentos em bens de capital trarão certo impulso à economia...

Fonte: Abinee - Valor Econômico

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=342264&sid=105

Facebook anuncia robô que passa fibra óptica em postes de energia

Além de apresentar o Terragraph, o Facebook anunciou o Bombyx, um robô capaz de cabear redes de fibra óptica utilizando a infraestrutura de postes e linhas de transmissão de redes elétrica. Com baixa intervenção humana, a solução deve facilitar a expansão do cabeamento terrestre de internet uma vez que há redução nos custos de mão de obra.

O Bombyx (palavra latina que significa “bicho de seda”) foi a solução que o Facebook criou para expandir a banda larga com custo mais baixo comparado com a construção tradicional da infraestrutura. A empresa afirma que a fibra óptica por si só custa centavos de dólar por metro, e o que encarece é o custo de instalação.

O robô se aproveita do cabeamento já existente das linhas elétricas de média tensão – aquelas que ficam no topo dos postes e alimentam os transformadores – e vai “enrolando” a fibra óptica sob o cabo de energia.

O Bombyx consegue trabalhar de forma autônoma, uma vez que o próprio robô consegue desviar e contornar as bobinas dos postes que sustentam os cabos de média tensão. Os técnicos basicamente precisam colocar o equipamento sobre a linha, e todo o traçado é feito automaticamente pelo equipamento...

Fonte: Tecnoblog

Leia mais em:

https://tecnoblog.net/504692/facebook-anuncia-robo-que-passa-fibra-optica-em-postes-de-energia/

Crise energética impulsiona setor de energia solar

O número de unidades de painéis solares, tanto em residências quanto em estabelecimentos comerciais e industriais, cresceu 50% da participação na geração distribuída este ano na comparação com 2020.

Segundo dados do Instituto Nacional de Energia Limpa (INEL), a geração distribuída tinha, no final de 2020, 517 mil unidades participantes (5 GW). Hoje, já são 781 mil (7,1 GW). Ou seja, a energia gerada passou de cinco para sete gigawatts.

Até o final de setembro, o número das novas conexões ultrapassou o total do ano de 2020. Ano passado foram 212.435 novas conexões de geração distribuída e neste ano já são 221.880. Esse crescimento, segundo o INEL tem relação direta com o aumento da conta de luz, motivado, principalmente, pela alta das bandeiras tarifárias em decorrência da crise hídrica.

O estado de Minas Gerais é o primeiro no ranking em número de conexões, com 158.786, seguido de São Paulo (111.460) e do Rio Grande do Sul (98.644). O estado do Rio de Janeiro aparece na quarta posição com (37.837) em número de conexões. Em primeiro lugar estão as unidades consumidoras residenciais, seguida dos setores comercial e rural...

Fonte: CNN Brasil

Leia mais em:

https://www.cnnbrasil.com.br/business/crise-energetica-impulsiona-setor-de-energia-solar/

Cepel desenvolve estudo sobre cabos condutores

Estudo desenvolvido pelo Centro de Pesquisas de Energia Elétrica sobre cabos condutores está trazendo resultados promissores. Os cabos condutores são componentes fundamentais das linhas de transmissão, impactando diretamente no desempenho e no custo da transmissão. Um dos tipos mais usados no Brasil e no mundo são os cabos condutores de alumínio com alma de aço. O estudo busca elucidar a interação entre os fenômenos eletromagnéticos e térmicos dos componentes. Sob condições de altos carregamentos, os cabos chegam bem perto de seus limites térmicos de segurança, o que pode afetar suas propriedades mecânicas e, consequentemente o tempo de vida útil.

De acordo com o pesquisador do Cepel Farith Mustafa Absi Salas, a partir da pesquisa experimental, será possível obter modelos computacionais mais precisos sobre o cálculo de ‘ampacidade’ dos cabos com alma de aço no contexto de tecnologias de carregamento em tempo real das linhas, adicionando maior confiabilidade e segurança na transmissão de energia, respeitando os limites estipulados. O pesquisador explica que, a equipe está trabalhando para obtenção desses modelos em condições atmosféricas mais complexas. Como resultado final, esperam desenvolver uma solução do Cepel que calcule a distribuição de temperatura dos cabos em tempo real para auxiliar no carregamento dinâmico das linhas de transmissão...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53189541/cepel-desenvolve-estudo-sobre-cabos-condutores