07/04/2021

China ultrapassa Estados Unidos em tecnologias de energias renováveis, segundo relatório

A China superou os EUA em tecnologias de energias renováveis e se tornou o fornecedor monopolista de metais de terras raras, um dos materiais mais importantes na fabricação de sistemas de energia limpa.

Dados da BloombergNEF apontam que, por cada dólar desembolsado nos EUA para pesquisas em matéria de energias renováveis entre 2010 e 2020, a China gastou dois, tornando-se assim o principal investidor neste setor.

Além disso, o relatório ressalta que estamos ante uma nova guerra climática, na qual a China está buscando dominar em áreas como cadeias de abastecimento, tarifas comerciais relacionadas com o carbono e políticas de produção centradas no mercado nacional.

Segundo o Bank of America, o desenvolvimento de tecnologias limpas não se baseia apenas na necessidade de mitigar os efeitos da mudança climática. O principal fator motivador é alcançar a independência energética e a supremacia global no setor...

Fonte: Sputnik News

Leia mais em:

https://br.sputniknews.com/asia_oceania/2021040717279728-china-ultrapassa-estados-unidos-em-tecnologias-de-energias-renovaveis-segundo-relatorio/

Disputa por fatias do bolo da Eletrobrás ameaça privatização

Desde que o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), relator da MP da Eletrobrás, anunciou que apresentará uma proposta de fatiar a companhia para uma privatização direta, como alternativa à capitalização que a prepararia para a venda, vem se formando no governo a convicção de que o fatiamento pretendido é outro. Estaria em jogo a possibilidade de recalibrar a divisão dos R$ 60 bilhões que a União espera receber dos novos acionistas, ao longo de 30 anos. Hoje, de acordo com o projeto apresentado pelo executivo federal, em números redondos, a divisão é a seguinte: R$ 25 bilhões para a União, no ato; R$ 25 bi para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), em depósitos mensais ao longo de 30 anos, e R$ 10 bilhões para três fundos regionais do Norte (Amazônia Legal), Nordeste (bacia do São Francisco) e Sudeste (Furnas), pagos também em parcelas mensais, mas pelo período de dez anos.

Várias reuniões já foram realizadas para tentar fazer caminhar o processo de capitalização. Numa delas, o secretário de desestatização, Diogo Mac Cord, agrupou representantes do mercado financeiro e o deputado relator...

Fonte: Abinee - O Estado de SP

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=337571&sid=105

Gerador sem partes móveis transforma calor em eletricidade

Engenheiros chineses criaram um gerador termoelétrico que converte calor residual em eletricidade sem usar nenhuma peça móvel.

Isso significa que o gerador é silencioso, robusto e praticamente não exigirá manutenção ou troca de peças por desgaste.

A ideia é que o gerador seja usado para produzir eletricidade a partir da radiação solar, do calor residual de máquinas e equipamentos e caldeiras industriais, da combustão de biomassa ou mesmo da energia geotérmica.

A equipe pretende também miniaturizar o equipamento, criando nanogeradores sem partes móveis que possam ser usados em veículos, aplicações espaciais e até em sistemas microeletromecânicos.

"Este gerador também promete uma eficiência teoricamente alta de conversão de calor em eletricidade. E nós projetamos e construímos um protótipo conceitual para validar a viabilidade do nosso conceito. Em experimentos preliminares, alcançamos 15 volts na maior amplitude de tensão em circuito aberto, o que implica que nosso conceito foi bem demonstrado," disse o professor Guoyao Yu, do Instituto Técnico de Física e Química, na China...

Fonte: Abinee - Inovação Tecnológica

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=337555&sid=105

Soluções de armazenamento de energia e geração solar farão parte de leilão para atendimento aos sistemas isolados

O leilão para suprimento aos mercados consumidores dos sistemas isolados englobará soluções de armazenamento de energia e empreendimentos de geração solar. A aprovação do edital ocorreu no dia 23 de março, realizada pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e a sua publicação ocorreu na sexta-feira seguinte (26). A previsão é de que o certame seja efetuado pela internet no dia 30 de abril.

Segundo a agência, cinco lotes de soluções serão licitados para o abastecimento de energia elétrica aos consumidores de regiões ainda não ligadas ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Estão compreendidas pelo edital 23 localidades de 22 municípios em cinco estados: Roraima (3), Pará (10), Amazonas (5), Rondônia (2) e Acre (3).

A publicação no Diário Oficial da União coloca que a energia obtida poderá ser oriunda de qualquer fonte, seja renovável (eólica, hídrica, solar, biogás e biomassa) ou fóssil, ou, até mesmo, o uso combinado de tecnologias e fontes, abarcando ou não solução de armazenamento de energia…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/leiloes-de-energia-solar/solucoes-de-armazenamento-de-energia-e-geracao-solar-farao-parte-de-leilao-para-atendimento-aos-sistemas-isolados.html

Minas Gerais supera o valor de 900 MW operacionais em geração distribuída por meio da fonte solar

Segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o estado de Minas Gerais superou a marca de 900 MW operacionais em geração distribuída por meio da fonte solar. O território mineiro possui 80.160 sistemas em atividade, espalhados por 840 cidades, abastecendo aproximadamente 110.520 consumidores.

Assim, Minas Gerais protagoniza o ranking estadual de geração solar distribuída no Brasil. O município de Uberlândia está entre os destaques, que ocupa o primeiro lugar em geração fotovoltaica no estado com 53,5 MW operacionais, retratando 1,1% de toda a produção nacional nessa modalidade.

A ABSOLAR também indica que, em relação ao setor de geração solar distribuída, o Espírito Santo alcançou uma marca significativa, superando 6,6 mil conexões operacionais, as quais se encontram em todos os 78 municípios do estado. Hoje em dia, há aproximadamente 7.612 consumidores capixabas de energia elétrica inscritos nesse setor, acrescenta a entidade…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/geracao-distribuida/minas-gerais-supera-o-valor-de-900-mw-operacionais-em-geracao-distribuida-por-meio-da-fonte-solar.html

Primeiro mês da Neoenergia na CEB-D traz melhora no serviço e renegociação recorde

A mudança de controle acionário da CEB- D (DF) completou um mês com resultados recordes e consistentes. Decorridos os primeiros 30 dias sob a gestão da Neoenergia, a empresa implementou inovações comerciais e operacionais. Em curtíssimo prazo, a companhia conquistou, em março, um dos melhores índices da qualidade do fornecimento de energia já registrado na série histórica do mês, no Distrito Federal. A marca é resultado do processo de modernização, ampliação e automação do sistema elétrico, previsto no plano de negócio. No âmbito comercial, a distribuidora realizou seis vezes mais negociações que a média mensal, dando oportunidade aos clientes a pagarem suas contas. As ações têm a finalidade de aumentar a satisfação dos 1,1 milhão de clientes.

O índice que afere a duração média de interrupção por clientes alcançou a marca de 0,5 horas. O desempenho é 12% melhor que o registrado no mesmo período do ano passado. Na prática, significa que os consumidores contam com um fornecimento mais contínuo e confiável, com menos horas de falta de energia. De acordo com o presidente da CEB-D, Frederico Candian, é apenas o início da jornada para transformar a distribuidora em uma empresa de referência nacional do setor. Segundo ele, os resultados obtidos no primeiro mês são expressivos e indicam o caminho certo para conquistar cada vez a satisfação dos clientes e melhorar a qualidade dos serviços…

Fonte: Canal Energia 

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168632/primeiro-mes-da-neoenergia-na-ceb-d-traz-melhora-no-servico-e-renegociacao-recorde

Absolar vê economia de até R$ 17,5 mi com doação de crédito de miniGD

No último dia 31 foi aprovado pela Câmara dos Deputados o Projeto de Lei nº 2.474/2020, que prevê a doação de créditos de energia elétrica da geração distribuída às instituições que atuam diretamente no combate à Covid-19. A iniciativa de autoria dos deputados federais Franco Cartafina e Lucas Redecker e com apoio técnico da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), é considerado um avanço que poderá aliviar os custos com energia elétrica de hospitais e centros médicos durante a pandemia. A matéria segue para apreciação do Senado Federal.

Segundo dados da Absolar, o Brasil possui 5 GW de potência instalada na geração distribuída, com uma geração média de 625 GWh/mês. De acordo com estimativas da Associação, com a doação de apenas 1% desse total, seria possível proporcionar uma economia na conta de luz das instituições beneficiadas em torno de R$ 3,5 milhões ao mês. No caso da adesão viabilizar a transferência de 5% da geração na forma de créditos de energia, a economia atingiria a marca de R$17,48 milhões por mês. O cálculo considerou a tarifa média de energia elétrica do Brasil, de R$ 0,578 por quilowatt hora...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168674/absolar-ve-economia-de-ate-r-175-mi-com-doacao-de-credito-de-minigd

Agenda Setorial 2021 debate rumos do setor para os próximos dois anos

Acontece nos próximos dias 26 e 27 de abril o Agenda Setorial 2021. O evento, realizado de forma digital pelo Grupo CanalEnergia/Informa Markets, dá a largada no calendário de eventos do setor elétrico de 2021. A temática da edição deste ano debate “Os rumos do setor de energia para o biênio 2021/2022”. Já nos dias 3 e 5 de maio, é a vez de mais um Worskhop PSR/ CanalEnergia.

O evento começa com um pronunciamento de Bento Albuquerque, Ministro de Minas e Energia. O primeiro painel Calendário do Setor Elétrico 2021: Panorama de Mercado e Projeções, vai debater como um ano após a pandemia, o setor lidou com os impactos, como manter a qualidade dos serviços e as projeções para este ano. Quem participa é André Pepitone, da Agência Nacional de Energia Elétrica; Marisete Pereira, Secretária-Executiva do Ministério de Minas e Energia; Rui Altieri, Presidente do Conselho de Administração na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica; Luiz Carlos Ciocchi, Diretor Geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico; e Thiago Barral, Presidente da Empresa de Pesquisa Energética…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168530/agenda-setorial-2021-debate-rumos-do-setor-para-os-proximos-dois-anos

Aneel assina contratos dos lotes do leilão de LTs de 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica assinou os contratos de concessão de dez lotes de linhas de transmissão arrematados no leilão de dezembro de 2020. Com isso, as empresas já podem iniciar os trabalhos que deverão gerar investimentos de mais de R$ 7 bilhões e 15 mil empregos em nove estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A assinatura dos contratos foi feita remotamente. De acordo com ministro Bento Albuquerque, o resultado do leilão mostra a confiança dos investidores no governo e no país. Para ele, mais do que nunca, é hora de gerar empregos e renda para nossa população.

Segundo o diretor geral da Aneel, André Pepitone, foi realizado em 2020 o maior leilão do segmento de infraestrutura do país, mesmo em meio à crise causada pela pandemia. Pepitone salientou que a Aneel promove segurança regulatória, já consagrada em relatórios das duas principais agências de avaliação de risco do mundo, a Standard & Poor’s e a Moody’s, tendo os investidores confiança nas regras e nos contratos que vão assinar…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168539/aneel-assina-contratos-dos-lotes-do-leilao-de-lts-de-2020