06/07/2020

Kamstrup and Avance Metering partner on smart and robust utility solutions

Kamstrup and Avance Metering will enter into a strategic partnership to help utilities to put valuable data from smart metering solutions into business use.

Utilising the two companies’ strategic product fit, utilities will be able to enrich their data for strategic purposes, such as enabling an easy transition from old to new intelligent metering generations.

Long-term durability has always been essential for utilities.

With the partnership between Kamstrup and Avance Metering, a robust and future-proof solution can be guaranteed without compromise.

With the full power of Kamstrup’s latest generation smart electricity meter available in Avance Metering head-end software whilst keeping previous generation meters operational during next-generation rollout, utilities will benefit from a cost-efficient transition, without negative impact on end-customers...

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/data_analytics/kamstrup-and-avance-metering-partner-on-smart-and-robust-utility-solutions/

Conta-covid: distribuidoras solicitam R$ 14,8 bilhões

A Enel Distribuição São Paulo anunciou em comunicado o mercado nesta segunda-feira, 6 de julho, que aderiu a conta-Covid, mecanismo criado pelo Governo Federal para conter o desequilíbrio financeiro nas distribuidoras causado pela pandemia de Covid-19. A concessionária requisitou acesso para até R$ R$ 1,38 bilhão. Em postagem em uma rede social, a diretora Elisa Bastos comemorou o encerramento da etapa de adesão à conta. Segundo ela, foram enviados 61 termos de adesão, sendo 50 concessionárias e 11 permissionárias, com um valor total requerido de R$ 14,8 bilhões, que representa 92% do limite de captação aprovado, de 16,2 bilhões. “É mais uma etapa cumprida nesse importante processo que visa reduzir o impacto dos reajustes tarifários de 2020 e dar liquidez ao setor elétrico”, escreveu a diretora...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53139633/conta-covid-distribuidoras-solicitam-r-148-bilhoes

Enel GO moderniza subestações para melhoria no fornecimento

Em 2020, a Enel Distribuição Goiás reforçou suas equipes de trabalho e intensificou investimentos em obras de infraestrutura. Somente na região do Entorno do Distrito Federal, a Enel investiu mais de R$ 32,5 milhões nos últimos anos e está trabalhando na ampliação e modernização de oito subestações, que garantirão melhorias no fornecimento de energia para mais de 225 mil clientes dos municípios de Águas Lindas de Goiás, Valparaíso de Goiás, Luziânia, Planaltina de Goiás, Cristalina, São João da Aliança, Barro Alto e Corumbá de Goiás.

Entre as obras já concluídas, podemos destacar a ampliação da SE Pacaembu, em Valparaíso, onde estão sendo investidos mais de R$ 7,5 milhões em melhorias que beneficiarão aproximadamente 80 mil clientes. Além dessa obra, também já foram concluídas no mês de junho a ampliação e melhoria das SEs Águas Lindas, Barro Alto, Planaltina de Goiás e São João da Aliança, juntas elas garantem o fornecimento de energia para mais de 120 mil clientes da região do Entorno, com investimento total de mais de R$ 13 milhões...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53139509/enel-go-moderniza-subestacoes-para-melhoria-no-fornecimento

Grandes grupos de distribuição de energia pedem adesão à linha de apoio para o setor

Todos os grandes grupos de distribuição de energia do país aderiram à Conta-Covid, operação financeira de apoio ao setor elétrico em meio à crise do novo coronavírus.
Criada pelo governo e regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a iniciativa envolve um empréstimo para as distribuidoras feito por um sindicato de bancos coordenado pelo BNDES, no montante de até R$ 16,1 bilhões.
De acordo com comunicados enviados ao mercado na última semana, a Neoenergia solicitou cerca de R$ 1,66 bilhão para suas quatro empresas. A Light pediu em torno de R$ 1,33 bilhão. O grupo Energisa solicitou aproximadamente R$ 1,36 bilhão para suas 11 concessionárias, enquanto a EDP requereu um total de R$ 574 milhões para suas duas distribuidoras…

Fonte: Valor Investe

Leia mais em:

https://valorinveste.globo.com/mercados/renda-variavel/empresas/noticia/2020/07/06/grandes-grupos-de-distribuicao-de-energia-pedem-adesao-a-linha-de-apoio-para-o-setor.ghtml