06/01/2020

ONS moderniza processos com novo Relatório Diário da Operação

A multinacional de tecnologia e engenharia Radix desenvolveu um sistema para otimizar os processos da operação de Tempo Real do Operador Nacional do Sistema Elétrico. A essência do projeto é reduzir o número de interfaces e do esforço dos operadores dos centros de controle na execução de serviços repetitivos para registrar ocorrências, melhorando a qualidade dos registros e aumentando a qualidade dos relatórios de monitoramento do SIN.

A partir de 1º de janeiro de 2020, todos os eventos da grande rede elétrica brasileira passaram a ser registrados pelo novo Relatório Diário da Operação (RDO), que recebe os dados para análise e tratativa pelos Engenheiros e Operadores de Tempo Real, assegurando maior confiabilidade e qualidade dos registros. Esse fluxo é feito pelo PI System, que captura e centraliza dados baseados em eventos e de séries cronológicas em tempo real, criado pela OSIsoft, através do componente PI Asset Framework...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53122648/ons-moderniza-processos-com-novo-relatorio-diario-da-operacao

Bolsonaro diz ser contra rever tarifa de energia solar, mas que decisão é da Aneel

O presidente Jair Bolsonaro disse, em vídeo publicado em suas redes sociais neste domingo (5), que, se depender dele, não haverá uma revisão que aumente a tarifa da energia solar no país.

"É posição do presidente da República, no que depender de nós, não haverá taxação da energia solar", afirmou.

Ele reconheceu, no entanto, que quem decide a questão é a entidade reguladora Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

"É uma agência autônoma. Seus integrantes têm mandato, e eu não tenho qualquer ingerência sobre eles. A decisão é deles", disse.

"Deixo claro que nós, do governo, não discutiremos mais esse assunto."

Com a meta de incentivar a geração de energia a partir do Sol, a Aneel estabeleceu, em 2012, que o dono da casa onde fossem instalados painéis solares não pagaria encargos, subsídios e tributos pela produção, pelo consumo ou pela distribuição do excedente de energia....

Fonte: Gaucha ZH

Leia mais em:

https://gauchazh.clicrbs.com.br/economia/noticia/2020/01/bolsonaro-diz-ser-contra-rever-tarifa-de-energia-solar-mas-que-decisao-e-da-aneel-ck52epkod01r601odcpnq0mzw.html

Eletrobras cria nova subsidiária para região Sul

A Eletrobras passou a ter uma subsidiária a menos desde a última quinta-feira, 2 de janeiro. Nesta data foi oficializada a união entre a CGTEE e a Eletrosul, duas empresas que atuavam na região Sul do país e Mato Grosso do Sul. Assim a estatal passou a consolidar a atuação naqueles estados na nova controlada, agora chamada de CGT Eletrosul, com sede em Florianópolis (SC). Agora, além da nova empresa, a holding possui Furnas no Sudeste e Centro Oeste, Chesf no Nordeste e Eletronorte na região Norte. Com a mudança, informou a empresa em comunicado enviado, a meta agora é de retomar os investimentos em todas as áreas de negócio, bem como ganhos de escala na comercialização de energia.

Segundo apurou a reportagem da Agência CanalEnergia a nova subsidiária já se encontra em fase operacional. Não há mais nenhuma instância de aprovação ou de trâmite burocrático a ser completado para oficializar a nova companhia que tem seis diretorias executivas e 1.300 trabalhadores....

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53122631/eletrobras-cria-nova-subsidiaria-para-regiao-sul

EDP Brasil aprova recondução de sua diretoria com apenas uma troca

A EDP Brasil aprovou, após Reunião do seu Conselho de Administração na última segunda-feira, 30 de dezembro, a recondução de sua atual diretoria para os próximos três anos, informando o fato ao mercado e acionistas na mesma data. Miguel Setas segue como Diretor Presidente e de Relações com Investidores, Henrique Faria Lima Freire como Diretor-VP de Finanças, Luiz Otavio Assis Henriques como Diretor-VP de Geração e Comercialização e Carlos Emanuel Baptista Andrade como Diretor-VP de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios.

Ainda segundo o comunicado, a companhia informou que Michel Nunes Itkes permanecerá na posição de Diretor Vice-Presidente de Redes até março de 2020, quando o cargo passará a ser ocupado por João Manuel Brito Martins, cuja indicação será oportunamente formalizada pelo Conselho de Administração...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53122529/edp-brasil-aprova-reconducao-de-sua-diretoria-com-apenas-uma-troca