05/04/2021

Em 2021, Metha Energia planeja passar de 30 mil para 100 mil consumidores na geração distribuída

A Metha Energia planeja, em 2021, passar de 30 mil para 100 mil clientes na geração distribuída. A companhia que opera, por meio de uma plataforma digital direcionada ao consumidor final, no segmento de geração distribuída de Minas Gerais também pretende expandir-se para outros estados do Sudeste e Centro-Oeste.

“A geração distribuída altera completamente a lógica do setor elétrico porque traz a etapa da geração de energia para mais perto do consumidor final, diminuindo a dependência das concessionárias locais”, relatou Victor Soares, CEO da Metha Energia.

A empresa considera que os sistemas de compensação de créditos e de geração distribuída têm uma função relevante a ser desempenhada em uma conjuntura de pressão tarifária. Segundo a companhia, a solução reduz os custos com as contas de luz de clientes de 250 cidades mineiras, incluindo a capital Belo Horizonte...

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/geracao-distribuida/em-2021-metha-energia-planeja-passar-de-30-mil-para-100-mil-consumidores-na-geracao-distribuida.html

Siemens Energy anuncia transformador a seco digital

A Siemens Energy anunciou um novo produto em seu portfólio, o transformador a seco GEAFOL LITE. A solução foi desenvolvida para atender as necessidades do mercado nacional de infraestrutura, que demanda por tecnologia, confiabilidade e custo-benefício, como por exemplo, data center, shoppings, portos e aeroportos, todos os segmentos da indústria e também o mercado solar que tem uma grande importância na transição da matriz energética brasileira.

Segundo a empresa, a tecnologia de encapsulamento a vácuo exclusiva Siemens Energy garante a isenção de descargas parciais, um diferencial de mercado. E destacou ainda que está acompanhando a evolução do setor de energia e investindo na adequação tecnológica dos produtos à realidade brasileira.

A companhia espera ainda um expressivo aumento da demanda por esse tipo de solução, por conta do avanço das energias renováveis e da descentralização da geração de energia, já que o transformador pode atender também o segmento de geração solar do Brasil.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168378/siemens-energy-anuncia-transformador-a-seco-digital

ANEEL assina contratos de transmissão que vão gerar mais de R$ 7 bi em investimentos

A ANEEL assinou os contratos de concessão de 10 dos 11 lotes de linhas de transmissão que foram arrematados no leilão realizado em dezembro do ano passado, na B3, em São Paulo. Com isso, as empresas já podem iniciar os trabalhos para as obras, que deverão gerar investimentos de mais de R$ 7 bilhões e 15 mil empregos em nove Estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Apenas o Lote 1, em Goiás, está em análise e será assinado posteriormente. Após a desclassificação da primeira colocada, a próxima classificada, State Grid Brazil Holding S.A., apresentou seus documentos para habilitação pela ANEEL. A Secretaria Executiva de Leilões da agência decidiu  habilitar a empresa. Com isso, a assinatura do contrato deve ocorrer nos próximos 30 dias.

A Assinatura dos contratos foi feita remotamente e pode der conferida no vídeo abaixo, que conta também com as participações do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do diretor-geral da ANEEL, André Pepitone...

Fonte: Aneel

Leia mais em:

https://bit.ly/2PzO6Rj

Puget Sound Energy selects Landis+Gyr to deploy smart street lights

Using Landis+Gyr’s Gridstream AMI network, Puget Sound Energy (PSE) plans to deploy 25,000 street light controllers over the next five years.

The smart controllers will perform a variety of functions including control of lighting intensity to boost energy efficiency and metered billing of street lights using the metrology in controllers.

As part of the agreement, Landis+Gyr will host the street light control software used to program, monitor, and control the lights. Billing data will be processed through the utility’s meter data management system.

“Intelligent street light control presents another way utilities can leverage Landis+Gyr’s Gridstream Connect platform to manage assets more efficiently, strengthen network performance and cost-effectively add sensing and monitoring across the distribution system,” said Jay Lasseter, Vice President of Industry and Growth at Landis+Gyr…

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/iot/puget-sound-energy-selects-landisgyr-to-deploy-smart-street-lights-project/

Entidades apontam que indicação de novo presidente da Eletrobras aumenta probabilidade de modernização do setor elétrico

Entidades do setor elétrico receberam de forma positiva a indicação de Rodrigo Limp como novo presidente da Eletrobras. Estima-se que o nome irá trazer vantagens para segmentos como sistemas de armazenamento e geração distribuída, visto que carrega novas expectativas para a modernização do setor e a recuperação da empresa.

Newton Duarte, presidente executivo da Associação da Indústria da Cogeração de Energia (Cogen), assinalou que Limp possui uma experiência ampla na área de regulação e marcou sua participação em processos de modernização e aprimoramento do segmento elétrico no âmbito das casas legislativas, Ministério de Minas e Energia (MME), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), entre outros campos de atuação.

“Temas como geração distribuída, cogeração e o armazenamento de energia elétrica certamente farão parte das análises do novo presidente, sobretudo quanto às possibilidades de parcerias e investimentos da empresa”, afirmou o presidente executivo em entrevista ao InfoSolar…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-renovavel/entidades-apontam-que-indicacao-de-novo-presidente-da-eletrobras-aumenta-probabilidade-de-modernizacao-do-setor-eletrico.html

State Grid vai assumir lote de transmissão leiloado em 2020

A Comissão Especial de Licitação da Agência Nacional de Energia Elétrica habilitou a State Grid Brazil Holding S.A. para assumir a concessão do Lote 1 do leilão de transmissão realizado em dezembro do ano passado. Segunda colocada no certame, a transmissora chinesa foi convocada pela Aneel após desclassificação da empresa da Agronegócio Alta Luz Brasil Indústria e Comércio, Importação e Exportação S.A., por problemas de documentação.

A habilitação terá de ser homologada pela diretoria da agência, após o decurso do prazo previsto no edital para a apresentação de eventual recurso contra a decisão. O processo envolve a concessão de instalações da Rede Básica no estado do Goiás.

O leilão de transmissão de 2020 contratou 1.959 km de linhas, além de subestações, com deságio médio de 55,24% em relação aos preços-teto e investimento total previsto de R$ 7,3 bilhões nos próximos cinco anos. Os empreendimentos ficarão localizados no Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso de Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo…

Fonte: Canal Energia 

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168404/state-grid-vai-assumir-lote-de-transmissao-leiloado-em-2020

Guilherme Lencastre assume presidência do Conselho da Enel Brasil

A Enel Brasil anunciou mudanças no Conselho de Administração da companhia e de suas distribuidoras no Rio de Janeiro, Ceará, São Paulo e Goiás. O engenheiro de produção Guilherme Lencastre, que possui larga experiência no setor elétrico e atua no grupo desde 1998, assume a presidência do Conselho da Enel Brasil e de suas distribuidoras.

Nos últimos dois anos e meio, Guilherme desempenhou a função de Diretor de Infraestrutura e Redes da companhia. Antes, atuou também em outras posições, como a de Diretor de Desenvolvimento de Negócios de Infraestrutura e Redes para as Américas e Presidente das geradoras do grupo no Brasil.

Desde 2005 à frente do Conselho de Administração da holding que reúne as empresas da Enel no país, o executivo Mario Santos se afasta da função de presidente por motivos pessoais, mas segue no Conselho, assumindo a vice-presidência...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168409/guilherme-lencastre-assume-presidencia-do-conselho-da-enel-brasil

Grupo Safira entra na GD solar de olho na digitalização do setor

O Grupo Safira anunciou a criação da Safira Solar, empresa focada no desenvolvimento da energia fotovoltaica no país e em fomentar a abertura, modernização e digitalização do setor. Serão investidos, incialmente, R$ 30 milhões em plantas de até 5 MW para Geração Distribuída Compartilhada em Minas Gerais, e a comercialização para consumidores residenciais será feita por meio de um aplicativo, sem que tenham que desembolsar recursos com a instalação de painéis solares, permitindo também democratizar o acesso a esse tipo de energia renovável.

A previsão da Safira Solar é construir mais 15 fazendas solares com 50 MW de potência instalada no total, e atender mais de 80 mil unidades consumidoras nos próximos anos. A empresa também planeja expandir esse modelo de negócios para outros Estados e regiões do país, sempre levando em consideração a atratividade em termos de insolação e de potencial de consumo residencial e comercial.

A nova empresa insere-se na estratégia de crescimento da Safira de investir em negócios digitais inovadores, de rápido crescimento e que estimulem a utilização de fontes alternativas sustentáveis para a geração de energia elétrica…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168234/grupo-safira-entra-na-gd-solar-de-olho-na-digitalizacao-do-setor

CEB-D adota self-healing na rede

A CEB Distribuição colocou em operação uma tecnologia de ponta em automação da rede elétrica ainda inédita no Distrito Federal. Denominado Self-healing, o sistema de reconfiguração permite isolar um eventual defeito na rede de distribuição de energia e recompor o fornecimento automaticamente para a maior parte da área afetada.

Segundo a distribuidora, o primeiro sistema foi instalado no Recanto das Emas, beneficiando mais de 8,8 mil habitantes da região. Até o fim do ano, a empresa tem a previsão de expandir a solução para outras regiões do Distrito Federal.

A CEB – D destacou que esse tipo de inovação possibilita o restabelecimento da energia de forma mais rápida que o modelo convencional e amplia as opções de manobras. Os fatores que geram as interrupções são isolados rapidamente por meio da interação entre os equipamentos que compõem o sistema de forma automática. Por exemplo, quando uma árvore cai em cima da rede elétrica e interrompe o fornecimento de energia, o sistema já identifica o ponto onde houve a interrupção, isola somente a área afetada e recompõe o fornecimento de energia automaticamente a todos os demais clientes impactados. Um restabelecimento que antes levaria cerca de uma hora e meia – entre identificação e religamento por uma equipe técnica – com a instalação do sistema, pode levar poucos minutos ou segundos para ser concluído.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53168147/ceb-d-adota-self-healing-na-rede