top of page

03/06/2024

CPFL Piratininga investe mais de R$ 400 milhões na Baixada Santista – CanalEnergia

A CPFL Piratininga investiu nos últimos três anos mais de R$ 400 milhões no sistema elétrico da região da Baixada Santista. Durante 2023, só em Santos e outras quatro cidades da região, cerca de R$ 138 milhões foram aplicados em obras e iniciativas com foco na modernização e expansão da rede.
A companhia lembrou que o plano é investir mais de R$ 2,6 bilhões em sua área de concessão até 2028 e esses recursos são fundamentais, principalmente frente ao cenário de mudanças climáticas que vem se agravando nos últimos anos. Além Santos e Cubatão, cidades como Praia Grande também receberam aportes da concessionária.
Parte dos recursos, segundo a companhia, foi concentrado na construção de subestações e modernização de linhas de transmissão na região. Essas estruturas, equipadas com tecnologias de autocontrole, garantem as condições necessárias para o funcionamento de aparelhos elétricos residenciais e industriais e “desempenham um papel fundamental para garantir energia segura e de qualidade aos consumidores.”

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277508/cpfl-piratininga-investe-mais-de-r-400-milhoes-na-baixada-santista

Credores aprovam novo plano de recuperação da Light

A Light informou que mais de 99% dos créditos e credores presentes em assembleia geral aprovaram o novo plano de recuperação judicial protocolado em 18 de maio. O movimento representa a conciliação, de forma equilibrada, dos interesses da empresa, seus credores e demais stakeholders, visando assegurar a sustentabilidade e continuidade das atividades da companhia.
O novo plano será submetido à homologação da 3ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, nos termos da lei. A íntegra do PRJ e ata da AGC ficarão à disposição dos acionistas no website da Comissão de Valores Mobiliários, B3 e da própria Light.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53280226/credores-aprovam-novo-plano-de-recuperacao-da-light

Enel SP anuncia troca de diretor-presidente

O conselho de administração da Enel São Paulo aprovou a eleição de Guilherme Gomes Lencastre como novo diretor-presidente da companhia. Ele substitui Max Xavier Lins, que apresentou sua renúncia para se dedicar a novas funções no Grupo Enel, diz o comunicado. O cargo de presidente do conselho, o qual Lencastre ocupava há mais de três anos, passará a ser exercido por Damian Popolo, recém contratado pela empresa para o cargo de diretor de Relações Institcionais em meio à crise com o governo e a prefeitura de São Paulo.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53280228/enel-sp-anuncia-troca-de-diretor-presidente

Eletrobras conclui reparo e energiza linha de transmissão no RS

A Eletrobras energizou a linha de transmissão Itá-Caxias, de 525 kV no Rio Grande do Sul. O circuito foi desligado no último sábado (25) para implantação de duas novas torres, em substituição a uma estrutura danificada por erosão do solo decorrente das fortes chuvas que atingiram a Serra Gaúcha, entre final de abril e início de maio. O desligamento programado não interrompeu o abastecimento de energia.
O serviço, executado por profissionais da subsidiária CGT Eletrosul, ocorreu na localidade de Linha República, no 2º Distrito de Farroupilha. Segundo a empresa, as equipes técnicas enfrentaram dificuldades logísticas para a conclusão dos trabalhos. Na área de difícil acesso, a chuva persistente e a erosão do terreno foram os principais desafios nos últimos dias.
A holding também prossegue no trabalho de preservação da infraestrutura que atende a população gaúcha. Mais de 100 profissionais atuaram no estado nas últimas semanas, incluindo técnicos da região, com o apoio de colaboradores de Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53280159/eletrobras-conclui-reparo-e-energiza-linha-de-transmissao-no-rs

Abril registra segundo maior consumo de energia desde 2004, diz EPE

O consumo nacional de energia elétrica atingiu 47.338 GWh em abril, representando uma expansão de 5,5% em relação ao mesmo período do ano passado. 
De acordo com a EPE (Empresa de Pesquisa Energética), este foi o segundo maior consumo registrado em um mês de abril desde 2004. 
O consumo acumulado nos últimos 12 meses chegou a 543.954 GWh, um aumento de 6,0% em comparação com o mesmo período do ano anterior.
Analisando por ambiente de contratação, o Mercado Livre de Energia consumiu 19.542 GWh, um crescimento de 9,4% em relação ao mesmo mês de 2023 e um aumento de 27,3% no número de consumidores, reforçando a forte expansão desse ambiente de negócios.
Por outro lado, o mercado das distribuidoras consumiu 27.795 GWh, um aumento de 2,9%. O número de unidades consumidoras aumentou 1,2% no período, apesar da migração de consumidores para o Mercado Livre.
Em abril, o mercado das distribuidoras respondeu por 58,7% do consumo nacional, enquanto o Mercado Livre representou 41,3%...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/abril-segundo-maior-consumo-energiadi-epe/

Isa Cteep investirá R$ 5 bi em reforços e melhorias na rede

Entre 2024 e 2028, a Isa Cteep planeja investir R$ 5 bilhões em reforços e melhorias nas suas linhas e subestações de transmissão, abrangendo 250 projetos.
No primeiro trimestre deste ano, já foram investidos R$ 243 milhões na renovação de ativos, representando um aumento de cerca de 20% em comparação com o mesmo período do ano passado. Os projetos contarão com a participação do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) como financiador.
“Com a renovação dos ativos, contribuímos para a robustez do SIN (Sistema Interligado Nacional). Esses investimentos estão alinhados com nosso propósito de gerar valor sustentável, pois aumentam a confiabilidade do serviço prestado à sociedade e garantem a sustentabilidade do negócio”, afirma Dayron Urrego, diretor-executivo de projetos da Isa Cteep, em nota à imprensa.
Na linguagem técnica do setor elétrico, “reforços” referem-se, por exemplo, à instalação ou substituição de ativos existentes ou à adequação de instalações para aumento de capacidade. Já as “melhorias” incluem a execução de obras de reforma de equipamentos ou adequação de instalações para manter a qualidade do serviço...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/isa-cteep-investira-em-reforcos-melhorias/

ANEEL debaterá procedimentos de rede e regras de comercialização

A Diretoria da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) abriu, nesta terça-feira (28) a Consulta Pública 014/2024 para debater as propostas de alteração dos Procedimentos de Rede apresentadas pelo ONS (Operador Nacional do Sistema) e das Regras e Procedimentos de Comercialização, pela CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica).
Segundo a Agência, a necessidade de alterar os Procedimentos de Rede e as Regras e Procedimentos de Comercialização se dá pela publilcação da Resolução Normativa n.º 1.078, publicada em dezembro de 2023. 
A norma revisou os critérios e procedimentos para a elaboração do PMO (Programa Mensal da Operação Energética) e para a formação do CMO (Custo Marginal da Operação) e do PLD (Preço de Liquidação de Diferenças)...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/aneel-debatera-procedimentos-de-rede-e-regras-de-comercializacao/

Fitch: Renovação das concessões traz maior previsibilidade e flexibilidade financeira

A agência de classificação de risco Fitch Ratings avalia que as diretrizes de renovação das distribuidoras anunciadas na última semana reduzem as incertezas sobre as condições dos novos contratos, aumentando a perspectiva de renovação e trazendo maior previsibilidade e flexibilidade financeira aos negócios.
A análise é de que o conjunto de regras não rompe com os parâmetros atuais, mantendo o prazo de 30 anos para os novos contratos, mas elevando os requisitos de qualidade de serviço. A divulgação deve melhorar o acesso das distribuidoras a financiamentos com prazos que excedam as datas de expiração das atuais concessões, com expectativa de gradual alongamento do perfil de suas dívidas.
Segundo a Fitch, a expectativa é que não haja alterações materiais nos termos preliminares postos pelo Ministério de Minas e Energia, que ainda serão submetidos à aprovação do Congresso e homologados pela Aneel. O processo de renovação engloba contratos de vinte concessões que expiram entre 2025 e 2031, conjunto que responde por 64% do mercado de distribuição do Brasil...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53279990/fitch-renovacao-das-concessoes-traz-maior-previsibilidade-e-flexibilidade-financeira

bottom of page