top of page

03/05/2024

Área técnica da Aneel sugere mudanças em regulamento de postes

Uma nota técnica assinada por três superintendências da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sugeriu uma série de ajustes na proposta de novo regulamento para compartilhamento de postes entre os setores elétrico e de telecom – incluindo novas responsabilidades de remoção de redes para as distribuidoras de energia.
O parecer da área técnica da Aneel é resultado de uma solicitação do diretor da agência responsável por pedido de vista sobre o processo, Fernando Mosna. Uma versão do regulamento de postes já foi aprovada pela Anatel em 2023, mas é necessário concordância das duas agências envolvidas para que as regras entrem em vigor.
Entre as principais novidades do documento – abordado primeiro pelo portal Tele.Síntese – está a inclusão de trecho que prevê uma nova responsabilidade a ser assumida pelas distribuidoras: a de retirar dos postes as redes que não tenham sido identificadas pelas empresas de telecom em prazo de 90 dias após a publicação do regulamento…

Fonte: Abinee – Teletime

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=360695&sid=105

Brookfield e Microsoft assinam acordo com foco em energia renovável

A Brookfield Asset Management, juntamente com a Brookfield Renewable, e a Microsoft assinaram um acordo global de energia renovável para contribuir com a meta da Microsoft de ter 100% de seu consumo de eletricidade, 100% do tempo, compensado por compras de energia de carbono zero até 2030.
O acordo estabelece um caminho para a Brookfield entregar mais de 10,5 GW de nova capacidade de energia renovável entre 2026 e 2030 nos EUA e na Europa. Ele inclui a possibilidade de ampliar seu escopo para fornecer capacidade adicional de energia renovável nos EUA e na Europa, além da Ásia-Pacífico, Índia e América Latina, e proporciona um incentivo para que a Brookfield construa um grande portfólio de novos projetos de energia renovável nos próximos anos.
Além disso, o acordo fornece à Microsoft acesso a um pipeline de nova capacidade de energia renovável para suportar a crescente demanda por serviços de nuvem em casa e no trabalho. A escala da nova capacidade da Brookfield contribuirá para a descarbonização da rede e acelerará a transição global para soluções de energia renovável no setor de nuvem. O acordo não se limitará apenas à energia eólica e solar, mas também oferecerá novas ou impactantes tecnologias de geração de energia livre de carbono.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277833/brookfield-e-microsoft-assinam-acordo-com-foco-em-energia-renovavel

Distribuidoras terão repasse de R$100 milhões da Conta Bandeiras

A Superintendência de Gestão Tarifária da Agência Nacional de Energia Elétrica fixou os valores da Conta Centralizadora dos Recursos de Bandeiras Tarifárias (Conta Bandeiras), para fins da Liquidação das operações do mercado de curto prazo junto à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, referente à contabilização de março de 2024.
De acordo com Despacho Nº 1.363, publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 2 de maio, não existem valores a serem repassados à Conta Bandeiras, pelas concessionárias e permissionárias de distribuição de energia elétrica devedoras. Já os valores a serem repassados às concessionárias de distribuição de energia elétrica credoras, pela Conta Bandeiras, até 7 de maio de 2024, tem o total de R$ 100.329.962,99, nas contas correntes vinculadas à liquidação das operações do mercado de curto prazo das distribuidoras.
A publicação destaca ainda que as concessionárias inadimplentes e credoras nesta liquidação terão seus créditos retidos para abatimento dos débitos de competências anteriores, atualizados nos termos do Submódulo 6.8 dos Procedimentos de Regulação Tarifária – Prore.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277794/distribuidoras-terao-repasse-de-r100-milhoes-da-conta-bandeiras

Voltalia fecha contrato de manutenção de 266 MW

A Voltalia fechou um contrato para gerir os serviços de manutenção em Lajes, Rio Grande do Norte, com uma capacidade de 266 MW. Com ativos no Rio Grande do Norte e em outros estados do Nordeste, como a Bahia, a companhia destacou que irá garantir uma assistência rápida.
O novo contrato, segundo a Voltalia, prevê a manutenção preditiva, preventiva e corretiva, incluindo o serviço de assistência em duas horas, a limpeza dos módulos, a gestão dos resíduos, a gestão do armazém e das peças sobressalentes, a documentação e o controle. A empresa também estabeleceu valores pré-determinados para serviços específicos, incluindo o fornecimento de peças de reposição e equipamentos principais, corte de vegetação e manutenção anual da subestação, entre outros.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277649/voltalia-fecha-contrato-de-manutencao-de-266-mw

Isa Cteep inicia obras de nova subestação

A Isa Cteep lançou na última segunda-feira, 29 de abril, a pedra fundamental da Subestação (SE) São Caetano do Sul, pertencente ao empreendimento em construção Interligação Elétrica Riacho Grande, que foi arrematado pela companhia no Leilão de Transmissão nº 01/20, da Aneel. Com 11,8 mil m² previstos de área construída, a nova Subestação São Caetano do Sul, vai beneficiar mais de 1 milhão de pessoas com o aumento da confiabilidade no fornecimento e da capacidade de atendimento à carga, permitindo o crescimento da cidade e da indústria local.
De acordo com a companhia, essa será sua primeira SE na região a contar com a solução GIS (Gas-Insulated Switchgear ou Aparelhagem Isolada a Gás, na tradução), ideal para centros urbanos, onde há restrições de espaço e ruído, chegando a ocupar uma área 75% menor que as subestações convencionais.
O empreendimento engloba duas linhas de transmissão subterrâneas de alta tensão de 345 kV, que somam 44,6 km, uma linha de transmissão aérea de 345 kV, com 9 km, a ampliação de duas subestações (Miguel Reale e Sul) e a construção uma nova compacta e abrigada com capacidade de transformação de 800 MVA de potência (São Caetano do Sul), ideal para centros urbanos. O projeto tem previsão de ser entregue até março de 2026.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277646/isa-cteep-inicia-obras-de-nova-subestacao

Qualidade torna algumas distribuidoras não merecedoras de renovação, diz Costa

A minuta de decreto com as diretrizes para a renovação das concessões das distribuidoras ainda está em discussão entre o Ministério de Minas e Energia e a Casa Civil. E um dos pontos em análise são os critérios para definir quem poderá pleitear a prorrogação do contrato.
O ministro da Casa Civil, Rui Costa, afirmou nesta terça-feira, 30 de abril, que algumas empresas precisam melhorar sua performance para fazer jus a um novo período de outorga. “Algumas delas, no padrão de qualidade de serviço que têm, não são merecedoras de uma renovação. Então é isso que nós temos discutido. O que é que nós podemos colocar, porque algumas delas vão vencer daqui a dois, três, quatro anos”, disse, após audiência pública no Senado.
Costa afirmou que quando sair a versão final ela será levada ao presidente Lula, o que deve acontecer em breve, segundo ele.
O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, tem repetido que pretende incluir nos novos contratos metas mais rígidas para os indicadores de qualidade na prestação do serviço, entre outros requisitos. O decreto também pode vedar, por exemplo, a possibilidade de renovação para concessionárias em processo de caducidade da concessão...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277703/qualidade-torna-algumas-distribuidoras-nao-merecedoras-de-renovacao-diz-costa

Acionistas da CPFL Energia aprovam cisão parcial da CPFL Geração

Os acionistas da CPFL Energia aprovaram em Assembleia Geral Extraordinária a cisão parcial da CPFL Geração. A medida tem como meta permitir o aumento de eficiência na estrutura societária e operacional, bem como a redução de custos e despesas administrativas.
A empresa aponta que o acervo cindido é composto pela totalidade dos investimentos detidos pela CPFL Geração na CPFL Transmissão Piracicaba, CPFL Transmissão Morro Agudo, CPFL Transmissão Maracanaú, CPFL Transmissão Sul I e na Sul II, além de debêntures de emissão da CPFL Geração.
A companhia argumenta que a Cisão Parcial não resultará em incremento patrimonial da CPFL Energia, visto que o valor patrimonial do acervo cindido já está integralmente refletido no patrimônio líquido da empresa. A versão do acervo cindido constitui mera substituição contábil de valor da participação societária detida pela CPFL Energia na CPFL Geração, e portanto não há relação de substituição ou aumento de capital...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277632/acionistas-da-cpfl-energia-aprovam-cisao-parcial-da-cpfl-geracao

Cemig investirá R$ 58 milhões em manutenção preventiva

A Cemig realiza um programa de manutenção preventiva na rede de distribuição que atende cerca de 2,3 milhões de clientes na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O objetivo é diminuir as ocorrências na rede elétrica e reduzir o tempo de interrupção do serviço. A companhia pretende ainda investir R$ 58 milhões, somente em 2024, para aumentar a confiabilidade e resiliência da rede elétrica.
Entre as ações da iniciativa, a Cemig planeja realizar 250 mil podas de árvores e atuar em vistorias da rede de média tensão (urbana e rural) por meio de drones e equipamentos de termovisão, além de providenciar substituição de equipamentos (cruzetas, postes, isoladores e para-raios) e executar a limpeza de faixa em 6 mil km de redes de distribuição. A empresa também vai intensificar a realização de convênios com prefeituras municipais para manejo de vegetação.
De acordo com a distribuidora, durante o período seco, que vai de abril a setembro, é possível realizar maior volume de manutenções e trabalhar na rede elétrica de forma preventiva, inclusive utilizando equipes especializadas de linha viva (que trabalham com o sistema elétrico ligado). Para aproveitar ao máximo esse período, a Cemig intensifica mutirões trabalhando em várias cidades, com centenas de profissionais atuando no sistema elétrico. Em todo o estado, a Cemig vai investir R$ 311 milhões em manutenção preventiva na rede elétrica para beneficiar os 774 municípios da sua área de concessão.

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53277551/cemig-investira-r-58-milhoes-em-manutencao-preventiva

bottom of page