03/02/2021

Shell, C3 AI, Baker Hughes e Microsoft lançam a Open AI Energy Initiative, um ecossistema de soluções de IA para ajudar a transformar a indústria de energia

Shell, C3 AI, Baker Hughes e Microsoft anunciaram hoje o lançamento da Open AI Energy Initiative™ (OAI), um ecossistema aberto de soluções baseadas em inteligência artificial (IA) para as indústrias de energia e processos. A OAI fornece uma estrutura para operadoras de energia, provedores de serviços, provedores de equipamentos e fornecedores independentes de software para serviços de energia para oferecer soluções interoperáveis, incluindo IA e modelos baseados na física, monitoramento, diagnóstico, ações prescritivas e serviços, alimentados pela BHC3™ AI Suite e Microsoft Azure.

"Esta iniciativa visa combinar os esforços de líderes globais para acelerar a transformação digital da indústria de energia para uma energia nova, segura e protegida e para garantir a segurança climática", disse o CEO da C3 AI, Thomas M. Siebel.

O primeiro conjunto de soluções OAI fornecido pela Shell e Baker Hughes é focado na confiabilidade e projetado para melhorar o tempo de atividade e o desempenho de ativos e processos de energia. Essas soluções de confiabilidade servirão como extensões para o aplicativo BHC3 Reliability atual, um aplicativo baseado em IA que fornece aos engenheiros de confiabilidade, processo e manutenção conhecimentos habilitados para IA para prever riscos de desempenho de processos e equipamentos para o setor de energia...

Fonte: Terra

Leia mais em:

https://www.terra.com.br/noticias/dino/shell-c3-ai-baker-hughes-e-microsoft-lancam-a-open-ai-energy-initiative-um-ecossistema-de-solucoes-de-ia-para-ajudar-a-transformar-a-industria-de-energia,d7a41c972a3373f71061f11e1fc69fb6ijc5mhwp.html

EPE cadastra 88 projetos individuais para leilões A-4 e A-5

A Empresa de Pesquisa Energética concluiu na última segunda-feira, 1º de fevereiro, o cadastramento dos projetos para participação nos Leilões de Energia Existente A-4 e A-5 de 2021. Ao todo foram cadastrados na EPE 88 projetos únicos, sendo 70 para participação no A-4 e 79 no A-5, totalizando mais de 40 GW de oferta. Foi permitido que um mesmo empreendimento estivesse cadastrado nos dois certames. No leilão serão negociados contratos por disponibilidade de energia elétrica, proveniente de fonte térmica a carvão mineral nacional e a gás natural, com prazo de suprimento de 15 anos. Não há limite de inflexibilidade operativa para participação nos certames.

No Leilão A-4 foram cadastrados 70 projetos, com uma oferta de aproximadamente 33 GW de energia. A região Sudeste teve 25 projetos que somam 14.587 MW. No Nordeste foram 26 projetos  que somam 11.710 MW, enquanto o Sul teve 12 projetos com 3.308 MW. Na região Centro-Oeste foram três projetos que totalizam 1.526 MW, enquanto os quatro  projetos do Norte somam 1.902 MW. As usinas a Gás Natural lideram, com 64 projetos que somam 31.486 MW. As movidas a carvão mineral são seis, que juntas possuem 1.547 MW...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53162525/epe-cadastra-88-projetos-individuais-para-leiloes-a-4-e-a-5

BR Distribuidora conclui compra da Targus Energia

A BR Distribuidora concluiu a aquisição da comercializadora Targus Energia, anunciada em novembro do ano passado. Com o término da operação, a empresa anuncia sua entrada definitiva em um novo segmento: a comercialização de energia elétrica. A BR tornou-se sócia majoritária do Grupo Targus Energia e, após a conclusão de todos os aportes previstos para até 31 de dezembro 2021, será detentora de 70% do seu capital social.

Além do fechamento do negócio, a BR também celebrou acordo de acionistas com os atuais sócios da Targus, que vigorará por 15 anos, e que prevê, opções de compra para aquisição dos 30% da participação societária remanescente. Com isso, a BR passa a poder ofertar um produto adicional dentro do seu portfólio, seguindo a visão de oferecer a energia que a sociedade demandar, da forma e no momento que ela demandar. A BR oferecerá produtos e serviços relacionados ao mercado livre de energia, produtos de geração distribuída e soluções ligadas ao futuro mercado livre de gás...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53162422/br-distribuidora-conclui-compra-da-targus-energia

A Neoenergia acaba de iniciar um projeto de modernização da rede própria de comunicação das suas quatro concessionárias, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP e MS). Pensando em garantir a confiabilidade e a segurança em um cenário de transmissão de dados cada vez maior e se antecipar à demanda que será gerada pela expansão das smart grids, será utilizada a tecnologia MPLS (Multi-Protocol Label Switching), uma solução de encaminhamento de dados multisserviços e mais eficiente.

Segundo a companhia, o MPLS se diferencia das tecnologias tradicionais por realizar o roteamento por meio de rótulos, tornando o encaminhamento dos pacotes de dados mais eficiente. Com essa tecnologia, a necessidade de processamento é reduzida e a comunicação é mais veloz. A tecnologia permite ainda dar mais segurança ao transporte dos dados nas comunicações operacionais e corporativas, por permitir o uso de redes virtuais privadas (VPN), que protege com criptografia a comunicação entre a origem e o destino, garantindo assim a integridade dos dados...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53162357/neoenergia-inova-com-tecnologia-mpls

Centre for artificial intelligence for energy launched in Saudi Arabia

The artificial intelligence for energy centre is a joint initiative of the Saudi Ministry of Energy and the Saudi Data and Artificial Intelligence Authority (SDAIA).

The new centre is aimed to contribute to the development of national capabilities on data and artificial intelligence (AI) methodologies in the Kingdom and raise its ranking in these areas globally.

The centre, to be based at SDAIA’s headquarters in the capital Riyadh and jointly managed by the two parties, will support, develop, review and implement strategies in the areas of data and AI in the energy and gas sectors, in order to enhance their competitiveness.

The energy sector was identified as a priority sector in the national strategy for data and artificial intelligence, which aims to reach more than 15,000 data and AI specialists by 2030 and to advance cooperation with leading national and international companies in these fields…

Fonte: Smart Energy

Leia mais em:

https://www.smart-energy.com/industry-sectors/data_analytics/centre-for-artificial-intelligence-for-energy-launched-in-saudi-arabia/

Conforme indicado pela BNEF, compra de energia renovável por corporações privadas aumentou 18% em 2020

Segundo pesquisa realizada pela BloombergNEF (BNEF), em 2020, o volume de compra de energia renovável por corporações privadas aumentou em 18% quando comparado aos números obtidos em 2019, com a Total e a Amazon comandando os investimentos em transição energética. Os dados indicam que, no ano passado, a indústria automotiva, os grupos petroleiros e as companhias de tecnologia conquistaram 23.7 GW de energia limpa por meio de contratos de longo prazo (PPAs), praticamente o dobro dos 13.6 GW comprados em 2018 e ultrapassando os 20.1 GW adquiridos em 2019.

Durante 2020, mais de 130 empresas firmaram contratos de energia limpa. Entre elas, a Amazon foi a compradora principal adquirindo, por meio de 35 contratos separados, 5.1 GW, dentre estes, 3,092 MW de energia solar. No ano passado, a companhia, com capacidade total de 6.5 GW, declarou ser a principal financiadora privada de geração renovável do mundo…

Fonte: Portal Solar

Leia mais em:

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-renovavel/conforme-indicado-pela-bnef-compra-de-energia-renovavel-por-corporacoes-privadas-aumentou-18-em-2020.html