02/07/2021

Energia solar bate recorde no primeiro semestre de 2021

O Brasil fechou o primeiro semestre deste ano com a instalação de 1,32 GW de potência solar. Trata-se do maior montante já registrado na história do período, segundo dados apurados pelo Canal Solar junto à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O volume de potência solar contabilizado no ano é cerca de 4% maior do que o registrado no mesmo período de 2020, quando 1,27 GW foram computados no sistema da Agência entre os dias 1º de janeiro e 30 de junho.

Os dados, inclusive, mostram que os números da geração solar ficam maiores a cada novo primeiro semestre. Para se ter uma ideia, o volume de potência instalada, entre janeiro e junho deste ano, é 135% e 842% maior do que em relação ao mesmo período de 2019 (0,56 GW) e 2018 (0,14 GW), respectivamente.

Na avaliação de Leandro Martins, presidente da Ecori Energia Solar, os números obtidos no período foram extremamente positivos. “Temos certeza de que esse setor vai seguir em expansão em patamares elevados. E, de agora até o final do ano, mais de 2 GW vão ser conectados e aparecer na estatística da ANEEL também”, acredita ele...

Fonte: Canal Solar

Leia mais em:

https://canalsolar.com.br/energia-solar-bate-recorde-no-primeiro-semestre-de-2021/

Disputado, leilão de transmissão tem MEZ como principal vencedora

Marcado por forte competição, o primeiro leilão de transmissão deste ano teve como vencedores grandes grupos do setor elétrico, uma transmissora em ascensão e uma estreante chinesa.

O principal destaque do certame foi a MEZ Energia, empresa criada por membros da família Zarzur, fundadora da incorporadora EZTec, que fez sua grande estreia no leilão de dezembro do ano passando, quando levou para casa cinco projetos.

Desta vez, a MEZ decidiu adotar uma postura mais seletiva, focando nos lotes 3 e 5, que faziam mais sentido para sua carteira atual de ativos por envolverem instalações no Mato Grosso e em São Paulo. A ideia é aproveitar sinergias de operação e manutenção (O&M) com projetos que estão sendo desenvolvidos em regiões próximas.

Com as novas aquisições, a MEZ já passa a ter onze projetos de transmissão em seu portfólio, que somam cerca de R$ 3,4 bilhões em investimentos regulatórios (estimados pela Aneel) para os próximos anos. A maioria dos empreendimentos está em execução e um já está operacional - a subestação Porto Alegre IV, que era da estatal CEEE e ainda terá que passar por reformas e melhorias...

Fonte: Abinee - Valor Econômico

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=339812&sid=105

Aumento no preço da energia impulsiona busca por eficiência

A crise hídrica e o consequente aumento nos preços da energia elétrica estão impulsionando a busca por eficiência energética, principalmente nos setores mais afetados pela pandemia, como comércios, escolas, hotéis e shoppings. Tecnologias que otimizam o uso da energia por meio da análise dos dados de consumo, por exemplo, têm atraído consumidores.

Empresas e institutos de pesquisa que oferecem serviços de eficiência começaram a notar um aumento da demanda entre o fim do ano passado e o primeiro trimestre de 2021, quando os consumidores se deram conta da possibilidade do agravamento da crise no setor elétrico.

A eficiência ajuda a racionalizar o consumo para reduzir gastos com eletricidade. Desde o começo do ano os clientes do mercado livre, que escolhem o próprio fornecedor, intensificaram a busca por economia, pois tiveram aumento nos encargos pagos para o acionamento das térmicas, devido à crise hídrica que afetou as hidrelétricas.

Agora, com o aumento de 52% no valor cobrado pela bandeira tarifária vermelha nível 2 a partir de hoje, a expectativa é de um aumento também na busca por soluções que ajudem a racionalizar o consumo no mercado cativo, suprido pelas distribuidoras...

Fonte: Abinee - Valor Econômico

Leia mais em:

http://www.clipping.abinee.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=339813&sid=105

Líderes latino-americanos dizem que transformação digital é estratégica para o setor de energia na região

A América Latina tem potencial para ser um mercado líder em geração de energia renovável. Líderes influentes do setor participaram do fórum regional "Latin America Energy Week 2021" e destacaram a urgência de encontrar novos modelos de negócios, mercados competitivos e alianças público-privadas para otimizar custos. Os palestrantes pontuaram a necessidade de os governos ajustarem seu arcabouço regulatório e desenvolverem planos de longo prazo que permitam a transição para as energias limpas na América Latina, um mercado que tem potencial para se tornar um polo de energia renovável.

Segundo os especialistas que estavam nos painéis, a América Latina precisa interligar as redes de transmissão entre seus países para fazer uso eficiente das energias renováveis e investir em tecnologias de digitalização para garantir a resiliência e estabilidade dessas redes. Eles também esperam que a transição para as energias renováveis funcione como um motor de reativação econômica e social pós-Covid na região. Uma das mensagens destacadas foi que o planejamento será vital e deve se concentrar em melhorar as metas de eficiência energética na produção e no consumo, reduzindo as emissões de carbono, atendendo à demanda, estabelecendo taxas acessíveis e facilitando o investimento em energias renováveis…

Fonte: TI Inside

Leia mais em:

https://tiinside.com.br/01/07/2021/lideres-latino-americanos-dizem-que-transformacao-digital-e-estrategica-para-o-setor-de-energia-na-regiao/

Enel Rio entrega SE de R$ 40 milhões e anuncia obras de modernização

A Enel Distribuição Rio anunciou nesta quinta-feira, 1º de julho, um pacote de obras na sua rede de distribuição este ano, além da entrega da Subestação Maria Paula, que vai atender as cidades de Niterói e São Gonçalo. O investimento ficou em R$ 40 milhões e vai beneficiar mais de 765 mil pessoas nas duas cidades. “A obra cria mais bem estar para a população e demonstra o compromisso em melhorar a qualidade para seus clientes”, afirmou a presidente da distribuidora fluminense, Anna Paula Pacheco. A concessionária tem a previsão de realizar 31 obras de ampliação e modernização de 27 subestações, localizadas na área de concessão.

De acordo com Mihai-Constantini Peste, Responsável por Infraestrutura e Redes na Enel Rio, a SE vai ser operada e comandada de modo remoto, pelo centro de operações, sem a necessidade de ter um operador fisicamente na subestação. Também foram investidos R$ 18,1 milhões na LT Campos/ Mombaça. Serão injetados até 430 MVA de energia no sistema, o suficiente para abastecer 490 mil clientes. Outra obra concluída foi a LT Funil/Itatiaia, em Resende, para o segundo semestre desse ano. Serão construídas duas entradas de linha de 138 kV na UHE Funil para interligar a nova LT, para ofertar mais energia e qualidade de fornecimento aos clientes da região. A empresa está investindo mais de R$ 20 milhões no projeto...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53179164/enel-rio-entrega-se-de-r-40-milhoes-e-anuncia-obras-de-modernizacao

Norsk Solar, GDSolar e a Órigo Energia fecham acordo para construção de 12 usinas solares no Brasil

A Norsk Solar, empresa com sede em Oslo, Noruega, assinou na última terça-feira, 29 de junho, um acordo com a GDSolar e a Órigo Energia para a construção de 12 usinas fotovoltaicas no Brasil com capacidade de geração estimada de 37 MWp. O objetivo da Norsk Solar, que atua em mercados emergentes, é financiar, construir e desenvolver uma carteira de projetos de energia solar direcionada para os setores corporativo e industrial.

Para a Norsk Solar, este acordo é um passo natural no plano de negócios da empresa no Brasil, que consolida a entrada nesse mercado. A equipe tem feito um trabalho visando clientes dentro do espaço corporativo e industrial (C&I) e tem como objetivo suprir a demanda por energia limpa, barata e com custo previsível. O investimento inicial previsto para essa fase totaliza R$ 150 milhões e a maior parte das usinas será construída no Estado de Minas Gerais. O contrato possui prazo de 25 anos.

O desenvolvimento da operação, a modelagem do negócio e a construção dos projetos é de responsabilidade da GDSolar. Para a companhia, a sociedade com a GDSolar aumentará a reputação da Norsk Solar no mercado brasileiro e é um forte apoio ao posicionamento que a marca conquistou internacionalmente...

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53179060/norsk-solar-gdsolar-e-a-origo-energia-fecham-acordo-para-construcao-de-12-usinas-solares-no-brasil

Energisa inaugura centro de inteligência artificial do setor elétrico

O Grupo Energisa criou um espaço dedicado à inovação, criatividade, à troca de experiências entre seus colaboradores e também com parceiros e clientes. A empresa inaugurou o Energisa Digital Labs, um centro de excelência em advanced analytics e inteligência artificial.

O objetivo, segundo o grupo, é construir tanto produtos e serviços voltados para os clientes quanto soluções que desenvolvam o setor elétrico brasileiro. De 2020 até o fim deste ano, a previsão de investimentos da companhia em inovação é de cerca de R$ 350 milhões.

O espaço físico, que foi construído no escritório da empresa no Rio de Janeiro, traduz o ambiente de inovação, troca e aprendizado que se respira atualmente dentro do Grupo Energisa. Sediado em sala digital e interativa, o Energisa Digital Labs permite a colaboração com unidades distantes e remotas e será um vetor fundamental de aceleração da transformação digital na empresa. O centro irá impulsionar, desta forma, a cultura de dados e a maneira ágil de se trabalhar, em todas as distribuidoras e empresas do Grupo Energisa, hoje presente em 24 estados…

Fonte: Canal Energia

Leia mais em:

https://www.canalenergia.com.br/noticias/53178842/energisa-inaugura-centro-de-inteligencia-artificial-do-setor-eletrico